Constelação e vida diáriaConstelação Familiar

Autocura e autoconstelação: constelando a si mesmo

Embora muitas pessoas não se atentem para isso, todos nós temos a capacidade de dar início ao processo de nossa cura sozinhos. A clareza sobre esse assunto ajudaria aos que mais precisam de assistência em momentos onde a saúde está defasada. Assim, no post de hoje vamos conhecer melhor a autoconstelação e como você pode aplicá-la em si mesmo.

O que é autoconstelação?

A autoconstelação se trata de revisitar uma situação já vivida a fim de conseguir um novo parecer sobre ela. Por meio dela, você consegue amadurecer uma opinião antiga e trabalhar novamente um tema que já foi exposto. Desse modo, você consegue enriquecer o seu ponto de vista e ter certeza do caminho que está tomando.

Formalmente, o termo autoconstelar não existe, sendo uma nomeação alcançada de forma popular entre os praticantes. Não é errada, já que engloba a proposta de enxergar a própria história, porém em um processo guiado com a ajuda de outra pessoa. Assim, o papel do terapeuta não diminui, já que ele ainda auxilia o indivíduo na busca pelos elementos que este busca.

Para esclarecer, o ato da autocura somente funciona quando nos permitimos sair de nós abraçados com a verdade. Nisso, não se pode negar a verdade, já que ela é a porta que envolve a nossa própria essência. Abra mão de suas amarras e esteja disposto a alcançar a mudança de verdade em si.

Como realizar esse trabalho de autoconstelação sozinho?

O processo de autoconstelação depende da ligação criada sobre a empatia do constelador com o cliente. Por meio do profissional a identificação do que afeta o indivíduo fica mais sensível e ele direciona o visitante corretamente. Assim, o indivíduo só consegue olhar para si quando é devidamente supervisionado.

O trabalho com a auto-constelação não pode ser feito em solidão completa. Ainda que se trate de adentrar em sua própria vida, precisa de uma guia para caminhar sobre seus trilhos. Um terapeuta formado é perfeitamente capaz de lidar com os seus emaranhados.

Olhar para si mesmo possibilita revisitar algo que você já encontrou, mas que não tinha maturidade para compreender totalmente antes. Contudo, agora, olhando para essa questão mais uma vez, adquire a bagagem necessária para validar a sua nova resposta ou não.

Quando escolher a autoconstelação ou atendimento em grupo?

Uma vez que todas as modalidades de constelação são eficazes, não se deve dizer que uma modalidade é melhor ou pior do que a outra. A escolha do trabalho depende de como o cliente se sente e como cada versão terapêutica pode responder a ele. Se ele não se sentir à vontade em trabalhar em grupo, pode realizar sua terapia individualmente.

Nesse caminho, se há questões familiares muito sensíveis ao indivíduo, o melhor é cuidar delas individualmente. Isso porque há problemas que não são compartilhados com facilidade com outras pessoas, especialmente estranhos. Assim, pode acontecer da terapia em grupo contribuir para que ele se torne mais inibido.

O trabalho feito com grupos é indicado principalmente na necessidade de representar uma família com outras pessoas. Aqui cada posição vai ficar melhor colocada e cada um desempenha o seu papel com mais facilidade. O conforto, sentimento e a disposição se encarregarão do cliente se abrir ou não ao momento.

O momento de valorizar o trabalho da categoria

Tocamos em um ponto sensível da auto-constelação onde algumas pessoas só procuram a terapia para que não precisem pagar consulta. Pense nisso: como você deseja ter a ajuda terapêutica sem que o trabalho do constelador seja devidamente recompensado? Analisando a situação por outro lado, como quer se beneficiado sem agradecer justamente pelo trabalho do constelador?

Evite cair no equívoco de se constelar sem ajuda pensando que alcançará os mesmos resultados sem uma consulta paga. O trabalho do profissional é o que vai te ajudar a entrar e andar em seu caminho pessoal. É por essa razão que chamamos um profissional de “profissional” e não “amador”. Com isso, pondere as escolhas que tem feito e pense naquelas que agregam a você e aos demais.

Procure valorizar o ofício dos consteladores, já que eles investem bastante nesse trabalho. Na sua Constelação pessoal, evite questionar o outro em relação ao seu pagamento. Pense em todo o processo como uma entrega em que ambas as partes dão e recebem proporcionalmente.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    Crianças podem realizar esse trabalho?

    O processo terapêutico com a autoconstelação é perfeitamente aplicável para qualquer pessoa que possa entendê-lo. No caso das crianças e adolescentes, a guia de um adulto devidamente formado é vital para a construção da sessão. Isso porque, além de trabalhar os emaranhados do jovem, estará ensinando ele os princípios dessa cura.

    Empregando bem seus conhecimentos, o terapeuta construirá uma sólida base de conhecimento no jovem, moldando positivamente o seu comportamento. Por sua vez, o cliente amadurecerá a sua visão sobre si mesmo e o seu papel na vida.

    Aspectos importantes a serem mencionados

    O envolvimento com a autoconstelação pode encontrar alguns bloqueios que impedem o sucesso da terapia. Um dos maiores é a privação voluntária de alguns pontos sobre outros visando a vantagem geral sobre a terapia. Procure entender:

    • Ação e resposta

    No tratamento é preciso existir o equilíbrio e todos os pilares, incluindo as trocas. Resgatando o que foi dito acima, valorize o trabalho dos profissionais, evitando buscar desconto nas consultas. Para que se receba a cura que precisa, entregue o respeito e apoio necessário ao profissional.

    • Busque a Constelação guiada

    A mudança de verdade fica viável quando se permite fazer a Constelação guiada por outra pessoa. Claro, você é adequadamente capaz de lidar com sua essência olhando para si mesmo na busca de mudanças. Todavia, a ajuda de alguém torna essa ação mais límpida e completa de ser alcançada.

    • Evite ser egoísta

    Em muitas pessoas, há um desejo de olhar para uma situação de maneira muito pessoal e unilateral. Nisso, quem escolhe proceder dessa maneira acaba deixando claro um desejo egoísta e que não respeita as ações de profissionais que trabalham com terapia. Alguém mais preparado sabe os caminhos que você precisa traçar e distante de fazer isso sozinho.

    Benefícios da autoconstelação

    A proposta da autocura costuma ser um divisor de águas na vida de qualquer cliente e terapeuta e tratamento. Não apenas o problema em si é tratado, mas também toda a estrutura existencial do indivíduo dentro da Constelação. Alguns dos principais benefícios se encontram em:

    • Autoconhecimento

    A autoconstelação promove a clareza necessária para que todos nós possamos nos conhecer adequadamente. Em vez de nos apegarmos aos obstáculos, encontramos os caminhos para entender as motivações e soluções aparentes. Isso é uma excelente conquista na vida, já que ajuda a localizar o nosso centro.

    • Sensibilidade aprimorada

    Imagine desenvolver suas habilidades internas e ser mais sensível aos seus próprios sentimentos e emoções. Por meio dessa terapia, tudo aquilo que compõe a natureza humana fica à mostra de sua consciência e compreensão. Dessa forma, entende completamente o que se passa com você, com os outros e até o ambiente onde está.

    • Empatia

    Além de você, seu trabalho de cura pode atingir outras pessoas e grupos, afetando positivamente a todos. Por exemplo, a sua empatia se torna mais lapidada, permitindo que chegue mais facilmente nos outros. A nossa cura fica melhor colocada quando podemos sair de nós e conseguimos chegar nos demais.

    Considerações finais sobre autoconstelação

    A autoconstelação significa a abertura de consciência para que nós possamos mergulhar em nossa diretriz existencial. Mesmo se tratando de uma caminhada ao nosso interior, precisamos de ajuda para tal. Por conta disso que um constelador é vital para a realização desse trabalho de cura.

    Dentre tantas funções, ele nos ajudará a ver essa jornada com verdade para que não olhemos tudo com superficialidade. Já que possivelmente evitaremos alguns fatos, o auxílio dele dará o suporte necessário a esses bloqueios.

    A fim de que construa suas bases da autoconstelação, se inscreva em nosso curso 100% online de Constelação familiar. O curso se mostra a ferramenta adequada para que atinja o seu potencial e encontre o melhor que existe em você sem qualquer barreira. O autoconhecimento adquirido será responsável pela nova versão que encontrará de si mesmo e as decisões decorrentes disso.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    seis + 6 =