Constelação e RelacionamentosConstelação e vida diáriaConstelação Familiar

Meu filho não me ama: o que fazer

meu filho não me ama

“Meu filho não me ama” é uma frase que muitas mães e pais costumam dizer após episódios de rebeldia, agressão verbal e tratamento silencioso por parte dos filhos. 

No entanto, sintomas como esses nem sempre sugerem uma falta de amor. É possível que, na verdade, eles indiquem uma falha de comunicação entre pessoas que se amam muito, mas que estão com um problema de relacionamento.

Partindo desse pressuposto, neste artigo fazemos uma série de reflexões sobre o que pode significar essa sensação de que não é amado ou amada pelo próprio filho. Confira!

Por que será que você diz “meu filho não me ama”?

Em primeiro lugar, o sentimento de que um filho não ama o pai e a mãe é, antes de qualquer coisa, apenas um sentimento, principalmente se essas palavras nunca foram ditas. 

Vale lembrar que até mesmo quando nossos filhos dizem não nos amar, nem sempre essas palavras revelam a verdadeira disposição de seus corações. Por exemplo, crianças pequenas costumam alegar que não amam os pais quando são contrariadas.

Outra situação em que uma mãe ou pai percebe a falta de amor por parte do filho é quando fica evidente que a demonstração de afeto com o outro genitor é maior. No entanto, como falaremos mais adiante, é perfeitamente possível que os filhos demonstrem o seu amor de formas distintas com pessoas diferentes. 

Assim sendo, o que você percebe como uma falta de amor pode ser apenas uma percepção distorcida acerca dos sentimentos do seu filho. 

Sentimentos sempre correspondem à realidade?

O sentimento de que “meu filho não me ama” raramente corresponde à realidade. Como já comentamos mais acima, existem vários motivos para que você tenha uma percepção deturpada do amor que recebe.

Veja bem: estamos falando aqui de dois sentimentos distintos. O primeiro deles é o sentimento do amor de um filho por seus pais, que pode se manifestar de formas variadas. Afinal, as pessoas manifestam seu amor de jeitos diferentes.

O segundo sentimento é o que você sente tendo em vista aquilo que recebe. Se há uma incompatibilidade entre as suas expectativas e a maneira como o seu filho manifesta amor, é importante que a comunicação entre vocês seja clara. Dessa forma, será possível alinhar essas expectativas.

Contudo, de fato existe a possibilidade de a sua impressão corresponder à realidade. Assim, seu filho pode não demonstrar te amar e nem desejar fazer isso. Nesse caso, é importante buscar entender os motivos desse indivíduo para verificar o que é possível fazer a fim de recuperar essa relação. A constelação entre pais e filhos pode ajudar!

Afinal de contas, o que é amor?

Antes de nos aprofundarmos nos problemas que fazem você crer que o seu filho não ama a mãe e o pai, é importante discutir brevemente o que é o amor.

Em linhas gerais, amar alguém é nutrir por essa pessoa um forte sentimento de afeição que leva você a se importar genuinamente com o bem-estar dela.  

NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

Nesse contexto, afirmar que seu filho não te ama é pressupor que esse afeto não existe e que seu filho também não se preocupa com o seu bem. 

Perigos de internalizar a ideia de que você tem um filho sem amor

Explicamos o que é amor logo acima para podermos falar, agora, o motivo pelo qual a crença de que seu filho não te ama é tão problemática. 

Descubra abaixo algumas das principais razões!

Comunicação problemática

Crer que os seus filhos não te amam prejudicará e muito a sua comunicação com eles. 

É possível, portanto, que todas as suas interações sejam marcadas por algum tipo de ressentimento que se manifesta em respostas atravessadas, grosserias e até mesmo indiferença.

Ausência de afetividade cada vez mais frequente

Outra coisa que os pais com a crença de “meu filho não me ama” podem fazer é deixar de dar afeto aos filhos também.

A falta de reciprocidade pode acabar enfraquecendo bastante o relacionamento. Contudo, o problema poderia ser facilmente resolvido comunicando como você espera receber amor, mesmo quando seu filho é novinho. 

Ressentimentos

Outro problema que pode surgir e marcar o relacionamento entre pais e filhos por toda uma vida é o ressentimento. 

Mesmo sem perceber, a crença de que não é amado pode fazer com que você se ressinta contra seus filhos, desenvolvendo um sentimento nada saudável de rancor. 

Ou seja, por não se sentir amado, você começa a sentir aversão e ódio por uma pessoa que você ama.

Leia também:  Puberdade: 15 coisas que os pais precisam saber

Afastamento ao longo da vida

Por fim, a soma de todas as consequências negativas acima faz com que o sentimento de “meu filho não me ama” acabe de uma vez por todas com o relacionamento de vocês.

O afastamento ocorre aos poucos e, com o tempo, é como se pais e filhos fossem apenas desconhecidos.

Está aí o motivo para buscar resolver esse problema hoje, não é mesmo?

Um alerta: não existe apenas uma maneira de demonstrar amor

A fim de evitar que o sentimento de “meu filho não me ama” acabe deteriorando o seu relacionamento com ele, entenda que as pessoas demonstram o amor de formas diferentes.

Para explicar aos seus filhos como você se sente verdadeiramente amado, é importante conhecer as 5 linguagens do amor. 

Inclusive, talvez seus filhos não saibam que são amados também, então aprender que existem várias formas de expressar amor também vai ajudar esse relacionamento a se constituir em uma base de reciprocidade.

As 5 linguagens do amor

Se você acha que o seu filho não te ama, que tal investigar como você se sente amado e como ele se sente amado? 

O pastor e conselheiro matrimonial Gary Chapman identificou cinco formas pelas quais as pessoas se sentem amadas. Confira abaixo quais são!

Palavras de afirmação

Talvez você diga “meu filho não me ama” porque seus filhos não te elogiam com frequência ou não te dizem palavras encorajadoras. 

Para que isso seja uma realidade no seu lar, que tal introduzir a cultura do elogio e do encorajamento?

Atos de serviço

Outra forma de se sentir amado é por meio de atos de serviço que as pessoas fazem por nós, como serviços domésticos e pequenas gentilezas ou favores.

Se você não comunicar que sente o amor dos seus filhos por meio desses gestos, é possível que eles deixem a desejar. No entanto, não é porque não te amam.

Presentes 

Muita gente se sente amada quando recebe presentes, mesmo os mais simples, como uma flor colhida do quintal. 

Se você tem pensamentos do tipo “meu filho não me ama”, talvez seja porque essa cultura do presentear não esteja presente ainda no relacionamento de vocês. Mais uma vez, comunique suas expectativas e mostre o quanto está feliz quando receber algo!

Toque físico

O toque físico muitas vezes é relacionado apenas ao relacionamento entre homem e mulher. Contudo, muitos pais precisam dos abraços e beijos dos filhos para sentir que são amados por eles.

Se esse é o seu caso, você mostra o quanto esse tipo de contato é importante?

Tempo de qualidade  

Por fim, é possível que o pensamento de “meu filho não me ama” suma assim que vocês passarem mais tempo fazendo algo que ambos gostem.

Será que vocês gostam de estar na companhia um do outro? Se não é comum esse tempo de qualidade, como vocês podem transformar esse contato em uma experiência gostosa?

Considerações finais

Se você é uma pessoa que sofre com esse sentimento de “meu filho não me ama”, esperamos que esse conteúdo tenha mostrado o quanto você pode precisar apenas de alguns ajustes no relacionamento para se sentir amado novamente. 

Para aprender ferramentas que podem melhorar esse relacionamento e, inclusive, resolver casos mais graves de rompimento na relação com os filhos, faça o nosso curso de constelação clínica 100% online! Além de trazer equilíbrio para a sua família, você pode se tornar constelador!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete + nove =