Constelação FamiliarFormação em Constelação

As 2 principais técnicas de Constelação

Mesmo ocupando um espaço crescente na sociedade moderna, a Constelação familiar permanece com seu conteúdo às sombras para maioria. Muitos ainda não entendem como funciona o processo de cura ou o que esperar dentro dele. Com isso, confira algumas das técnicas de Constelação que pode encontrar no consultório.

Sobre a psicoterapia

A Constelação familiar é uma terapia alternativa voltada para a nossa natureza invisível. De acordo com Bert Hellinger, somos envoltos em uma linha energética e conectiva chamada campo familiar. Através desse campo, registramos nossas ações, pensamentos, sentimentos e reações que são repassados adiante.

Por isso que muitos se sentem “conduzidos”, levados por algo que sabem que não ser deles mesmos. O problema reside no momento em que esse canal passa a implicar com o nosso bem-estar. A depender do que esteja no campo, nossa vida pode ruir e não experimentaremos a paz. Por isso que a Constelação familiar é a ferramenta perfeita para trabalhar isso.

Por meio dela, conseguimos enxergar conscientemente o que compõe esses ligamentos. Não só isso, mas também entender como foram formados, de modo a retornar ao passado. Vendo como isso impacta nossas vidas, podemos fazer as mudanças necessárias. A partir de agora, após a terapia, retomamos um controle para viver conforme nossa vontade.

2 Técnicas de Constelação

As técnicas de Constelação envolvendo a terapia podem parecer estranhas para muitos, à primeira vista. Isso porque diferem bastante do uso convencional da terapia, usando outros lugares para atingir seu objetivo. Ainda assim, isso não significa que são ineficazes ou mesmo sem qualquer utilidade. Dentre elas há a:

Representação humana

Para observar o campo familiar é necessário que o ativemos através de uma representação. A mesma consiste no posicionamento de pessoas para representar os envolvidos na terapia. Nisso, o paciente indicará quem faz parte do sofrimento junto a ele. O terapeuta acabará por condensar essa figuras para dar andamento ao processo.

Por exemplo, se você tem problema com seu pai e sua mãe, um homem e uma mulher assumirão esses papéis. Não se trata da forma física deles, mas, sim, do que eles representam a significam ao processo. As emoções envolvidas se ativarão conforme se dá prosseguimento ao tratamento.

Representação por objetos

Nem sempre teremos alguém durante a terapia, até mesmo porque há muita gente que não quer ser assistida. Por isso que se valer de objetos possui efeito semelhante no procedimento. Essa técnica consiste no posicionamento de objetos diferentes, representando os envolvidos, exceto você, na ação.

Durante a sessão, por exemplo, o terapeuta pode indicar para qual dos objetos se sente mais atraído ou não. Lembre-se que cada objeto representa uma figura humana e, portanto, também carrega as suas impressões em relação a ela.

Reações às técnicas de Constelação

Como dito linhas acima, não se sabe o que esperar de uma sessão com técnicas de Constelação. Tudo vai depender do estado de integridade do campo familiar. Isso sem contar que muitos não estão preparados para encarar o que encontrarão no processo. Depende também do seu nível de sensibilidade e abertura em relação ao procedimento.

Por exemplo, é bastante comum que os clientes comecem a chorar durante o processo. Isso deriva da descoberta de um evento traumático, triste ou mesmo assustador. Como está conectado com outra pessoa no momento, os constelados podem sentir a mesma coisa. Nisso, não apenas um pode chorar, mas todo os envolvidos.

Em outros casos, a alegria pode vir, assim como a raiva, solidão, esperança ou a sensação de que há integridade. A forma que a pessoa recebe isso também influencia no seu comportamento. Dessa forma, podemos sentir tristeza, mas não demonstrar tão profundamente quanto o outro. Nessa parte há os indivíduos com controle emocional.

Qualquer pessoa pode fazer a terapia então?

É importante deixar claro que as técnicas de Constelação não possuem ressalvas quanto aos clientes. Em alguns casos, são até recomendadas, sendo indispensáveis para o sucesso da terapia. Por exemplo, caso queira constelar crianças, o que é melhor do que usar brinquedos? O desenvolvimento delas será feito de forma lúdica e acessível.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    Em relação aos adultos, o contexto muda, de modo que devemos ser mais sóbrios em relação a eles. Em suma, os exemplos acima servem para confirmar que qualquer pessoa pode ser constelada. Porém, a mesma precisa ter noção do que está vivenciando na sessão. Se isso não é alcançado, a terapia não atingirá o objetivo almejado.

    Portanto, quando indicar ou mesmo realizar a terapia, tenha em mente do acesso do cliente sobre ela. Ele precisa enxergar os movimentos envolvendo seu campo familiar para que compreenda movimentos a serem feitos. É nesse caminho que poderá se ver livre e tomando escolhas próprias sem qualquer influência.

    Benefícios conquistados a partir das técnicas de constelação

    Independente das técnicas de Constelação que utilize, o caminho de reabilitação será muito agregador. Elas farão com que entre em contato consigo, experimentando clareza em suas ações, emoções e pensamentos. O processo vai impactar diretamente na forma como reage aos estímulos externos, definindo seu sucesso a partir de:

    Contato íntimo do constelado consigo mesmo

    O autoconhecimento se traduz como a sensibilidade para reconhecer as próprias tendências. Isso inclui seus pontos fortes, fracos, disposição em mudar e querer mais. Após a aplicação das técnicas de Constelação, você terá mais domínio sobre tudo o que corre dentro de você. Conseguirá se tornar o seu melhor amigo.

    Independência

    A Constelação familiar nos mostra que os sentimentos e sensações dos antepassados continuam a nos influenciar. Por causa disso que podemos tomar algumas atitudes equivocadas e sem agregamento algum. Após a sessão você saberá como sentir algo de forma independente e sem qualquer influência externa.

    Poder de mudança

    Não somente você, mas outras pessoas podem se beneficiar da psicoterapia direta e indiretamente. Em seu círculo familiar, as pessoas envolvidas nas questões anteriormente trabalhadas seguirão um caminho ao lado do seu. Quanto aos demais, poderão experimentar indicadores simples e rápidos com a sua ajuda.

    Considerações finais sobre técnicas de Constelação

    As técnicas de Constelação precisam ser construídas de maneira segura e bem direcionadas. O propósito é que os constelados mergulhem no campo familiar sem muito desconforto e possam explorá-los adequadamente. Mesmo para quem já é adepto, necessita de um bom acolhimento assim que iniciar a sessão.

    A escolha do caminho pode ser feita conforme sua necessidade e o aconselhamento do terapeuta. Se não for possível trabalhar com outras pessoas, utilize de objetos e outras formas. Ao fim, a terapia poderá ser seguida como de costume e você pode alcançar o que procura.

    Para quem entenda melhor o que pode conseguir, se inscreva em nosso curso de Constelação Clínica 100% online. Como sabe, a psicoterapia nos ajuda a construir pilares sobre a clareza, alcançando entendimento sobre nós mesmos. Todo o curso é montado com uma grade curricular completa e flexível, de modo que possa aprender quando quiser.

    Ao longo das aulas, você poderá contar com o auxílio contínuo de professores experientes no assunto. Dessa forma, fica mais fácil absorver o rico conteúdo das apostilas, vídeo-aulas e material bônus. Veja como as técnicas de Constelação podem impactar positivamente em sua vida. Inscreva-se em nosso curso de Constelação familiar!

    One thought on “As 2 principais técnicas de Constelação

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    1 × um =