Constelação e RelacionamentosConstelação Familiar

Como ser sábio no relacionamento?

O relacionamento amoroso pode se mostrar um enigma para aqueles que desejam conduzir de forma adequada uma relação. Claro, não é fácil lidar com cada nuance exposta em uma união, mas é possível aprender caminhos que contribuam com o crescimento dela. Assim, entenda como ser sábio e contribuir para a melhora de sua união!

O que é ser sábio em um relacionamento?

Calma, não vamos entrar na conversa apelando para entradas genéricas para aumentar o tamanho do texto. A sabedoria em um relacionamento funciona de forma diferente de qualquer outra instância da própria vida. Isso porque, além de si mesmo, você vai ter de lidar com a existência, anseios e vontades do outro.

Tenha em mente que ser sábio em uma relação é ser capaz de entender suas emoções e ajudar a trabalhar as do parceiro. É o ato de medir as consequências de suas ações, não tomar impulsos danosos e saber se controlar quando ofendido. Além disso, a manipulação passa a não existir, tanto partindo de você, quanto do seu cônjuge.

O sábio em um relacionamento sempre vai escolher as opções que beneficiem mutuamente o destino do casal. Claro, isso não significa se abster de si, mas aprender a pensar de um modo mais sistêmico. Afinal, o convívio diário com o parceiro muda a nossa estrutura interna de forma contínua e progressiva.

Motivos do fracasso de uma relação

As razões pelas quais os relacionamentos acabam não podem ser catalogadas por completo porque tudo depende das pessoas. Cada um de nós tem uma composição única que afeta a forma como vamos lidar com a relação. Nisso, os motivos pelos quais ela acaba podem envolver:

Infidelidade

Muitas pessoas se acomodam na relação, deixando de lado os cuidados com o seu parceiro. Nisso, seu cônjuge para a ser visto com alguém menos interessante, o levando a buscar algo novo na relação ou alguém. Embora a natureza do propósito seja pessoal, a infidelidade se mostra como uma escolha consciente.

Amor mal conduzido

A carência excessiva de amor, agressões e vida a dois mal planejada afeta diretamente o contato interpessoal na relação. O que era bom no início se torna um veneno emocional que corrói os pares de forma gradativa. Consequentemente para alguns se torna uma prisão, principalmente para as mulheres, já que muitas não saem disso por medo de represálias.

Falta de sabedoria

Obviamente, as relações não terminariam se a sabedoria fosse frequentemente cultivada entre as partes. Dispor-se de um tempo para trabalhar este aspecto vital evitaria dores maiores e difíceis de serem curadas.

A arte de ser sábio é ensinada pela vida

Se perguntando como ser sábio, talvez o tempo e a vida possam lidar as respostas. Acontece que ninguém chega ao mundo dotado de conhecimentos complexos em relação à existência. Com o passar do tempo é que vamos adquirindo a bagagem necessária para conduzir de forma adequada os nossos caminhos com alguém.

Ademais, é preciso deixar claro o valor dos erros em nossos caminhos como lições preciosas. Obviamente, nenhum de nós deseja passar por situações penosas que comprometam a nossa integridade. Porém, esses desafios são o que justamente ajudam a moldar nossa persona mais madura.

Assim, aproveite de cada momento, seja bom ou ruim, para entender algumas coisas que precisa. Não apenas de você mesmo, mas observe também os desafios e lições aprendidas por outras pessoas. Seguindo o ditado popular, o sábio também aprende com os erros dos demais.

Qual a diferença entre ter conhecimento e ser sábio?

Podemos indicar que uma das maiores diferenças entre ter conhecimento e ser sábio é o que se faz com o conhecimento. O que vai definir uma pessoa inteligente é a forma como ela conduz os seus relacionamentos com base no que sabe. E, claro, há aqueles que se acham sábios demais, porém não fazem ideia de onde estão.

Sem contar que a sabedoria somente é desenvolvida ao longo do tempo e com muitas experiências no currículo. Nada impede uma pessoa jovem de dar conselhos valorosos a uma pessoa mais velha. Contudo, caso este mesmo jovem adquira mais vivência, sua perspectiva mudará radical e positivamente.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    Independente disso, precisamos ter humildade para aprender e vontade para ensinar, ainda que se manifestem da mesma forma. Sabedoria nunca deve ser guardada de forma egoísta, principalmente se ensina sobre como lidar com a jornada ao lado de alguém.

    Toda pessoa sábia trabalha em favor do seu relacionamento

    Uma das maiores características de quem procura ser sábio é ser construtivo ao seu relacionamento. A edificação de sua relação é prioridade, de maneira que suas ações passam a ser bem direcionadas em prol do casal. No ambiente social é aquele tipo de pessoa que sempre valoriza o seu parceiro e o que tem com ele.

    Isso acontece, em grande parte, porque esse indivíduo compreende bem o valor do diálogo dentro de um relacionamento. Assim, sabe o momento certo de falar, se expor e compartilhar suas ideias. Claro que também sabe ouvir, se calando e dando ao outro o seu momento e espaço.

    Ademais, tanto ele quanto o parceiro tem a segurança da intimidade e preservação pessoal. Ninguém é exposto sem o consentimento do outro ou isso nem mesmo é cogitado, sendo um acordo natural de ambos.

    Nunca é tarde para aprender

    Caso use a sua idade, rotina ou estado de espírito para justificar não ser um sábio, pare imediatamente. Somente quando morremos é que perdemos qualquer chance de mudarmos e crescermos nesta vida. Nunca é tarde demais para a gente aprender a ser melhor com o outro e com nós mesmos.

    Para isso, uma autoavaliação precisa ser levantada a fim de que saiba onde precisa mudar de postura. Sendo honesto consigo, encontre as falhas que tem afetado o seu relacionamento e impedido vocês de prosseguirem. Feito isso, trabalhe para diminuí-las com o tempo, buscando ajuda externa, se for o caso.

    Então, como ser sábio?

    A sabedoria advém de diversos fatores importantes ao nosso desenvolvimento pessoal e social. Sua tarefa é abraçar a proposta de mudança para que entre em contato consigo e alcance seu potencial ao que vem depois. Isso pode ser feito se, em relação ao outro, você:

    • Aceite

    Existem coisas que são da forma que são e não adianta batalhar para que mudem ao que queremos. Da mesma forma são as pessoas, já que carregam uma construção social diferente da nossa. Caso encontre algo desafiante ou diferente no parceiro, procure aceitar e entender os motivos disto.

    • Acolha

    Seu parceiro terá as suas frustrações pelo caminho e nem sempre vai lidar bem com todas elas. Você pode assumir um posto de acolhimento, cedendo o seu tempo, carinho e atenção para que ele possa desabafar. Aliás, isso pode ser um comportamento mútuo, já que você, eventualmente, vai precisar de assistência alguma hora.

    • Compreenda

    A arte de ser sábio é compreender o companheiro para que se interprete adequadamente suas demandas. Embora exija uma dedicação de sua parte, essa força pode ser algo combinado dos dois. Sem contar que uma das maiores consequências e benefícios disso é a construção de uma rica amizade na relação.

    Considerações finais sobre ser sábio

    O caminho para ser sábio transita por diversas situações até chegarmos no destino que queremos. Mas antes de ser inteligente, seja sábio para que se alcance o que realmente deseja aos dois.

    Ao fim, se lembre sempre de optar por escolhas construtivas ao bem da união. Você e o seu parceiro possuem um bem valioso que precisa ser lapidado continuamente e de forma positiva.

    Para ajudar você nessa caminhada, se inscreva em nosso curso de Constelação familiar online. A ideia é que você, através das aulas, possa compreender a si mesmo e entender o que falta aos dois no relacionamento. Ser sábio também envolve seu aperfeiçoamento e capacidade de se dispor ao crescimento do parceiro dentro e fora da relação.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    dezesseis − 14 =