Constelação e RelacionamentosConstelação Familiar

Como superar a separação dos pais?

Não é fácil para ninguém presenciar a separação dos pais, especialmente para uma criança. Eles são os modelos primordiais de relacionamento que teremos ao longo da vida. Além de conversarmos sobre o assunto, você saberá como lidar com essa marca em sua vida.

Não é normal sentir dor

Mais do que nunca, a separação dos pais se tornou algo comum em nossa sociedade. Se o casamento ou relação não dá mas certo, em acordo mútuo é possível se afastar e cada um seguir com sua vida. Entretanto, essa normalidade não atinge os sentimentos dos filhos, pois estes não sabem lidar com o que sentem neste evento.

A forma como os filhos reagem à separação dos pais ainda precisa ser maturada para lidar com a separação física e emotiva. Por isso que surge o medo e uma espécie de dor que são inerentes dessa passagem. Apesar do que muitos afirmam, não é normal sentir dor e você não deve tentar se acostumar com isso de forma avulsa.

Se tudo não é bem conduzido, o casal pode se desentender e desencontrar, afetando os filhos. Estes por sua vez passam a alimentar um medo e insegurança com relação à separação por não entenderem a situação. A fim de trabalhar isso adequadamente, uma ajuda externa deve ser solicitada para educar os pequenos.

A culpa não é sua

Muitos filhos sofrem com separação dos pais porque interiorizam a situação para si mesmos. Basicamente, eles alimentam uma impressão inconsciente de que o problema do divórcio se originou com eles. Assim, desenvolvem traumas internos e tentam compensar uma participação inexistente em algo que aconteceu de forma independente.

Todavia, evite sentir culpa caso seus pais decidam se separar em algum momento de suas vidas. Embora isso seja até comum, seu trabalho é deixar que isso não cresça e tome conta de você. Existem lados opostos nessa história e os eventos decorrentes são exclusivamente causados por eles.

Ao invés disso, entenda melhor os fatos envolvidos e as razões do ex-casal nessa escolha. Isso pode ajudar, se necessário, a entender que nada disso tem a ver com a sua existência. Aliás, os filhos são os conectivos da relação dos pais, independentes de casados ou não, e precisam se abster da separação.

Solidariedade

Se você é jovem, precisa se preparar não apenas fisicamente ao divórcio dos pais. Em geral, isso pode impactar no modo de vida da família e até mudança de endereço. Em casos mais delicados, isso implica na mudança de endereço e consequente renovação e conquista do círculo social.

Nesse caminho, é preciso que você descubra atividades para trabalhar separação dos pais, como a solidariedade. É preciso ter em mente que o momento não é apenas difícil a você, mas principalmente a eles. Desse modo, com seus pais sofrendo, você precisa ser compreensivo e dar apoio necessários à situação.

Tente alcançar o equilíbrio em meio ao turbilhão que vocês estão vivendo, especialmente se tiver irmãos menores. É preciso lembrar que família precisa se ajudar e apoiar em qualquer situação, especialmente as mais difíceis. A união alimenta a força e esperança necessárias para vencer desafios.

Seja neutro

É bastante comum que os pais acabem forçando que os filhos tomem papel no afastamento afetivo deles. Com isso, você acaba sendo coagido, por assim dizer, a escolher uma das partes e se desligar da outra. Os filhos na separação dos pais, logo no início, não devem ceder a qualquer tipo de pressão ou chantagem que fizerem contra eles.

Ser neutro implica na coragem em afirmar que você ama os dois e que você não deve interferir nisso escolhendo. Além do mais, deixe claro que não pretende ser manipulado por qualquer um deles como ferramenta de uso na separação. Com adultos, eles precisam encontrar uma solução adequada e o mínimo agressiva e complexa possível.

Leia também:  O que é metáfora? Tudo o que você precisa saber

Ainda que seja jovem, é capacitado para alcançar e deixar claro esse tipo de impressão. O relacionamento e conflito são pertencentes aos seus pais e unicamente a eles.

A culpa em estar aliviado

Muitos filhos, dependendo da situação, acabam percebendo que a separação dos pais deu fim aos desentendimentos. Com eles afastados, as brigas se tornaram menos frequentes e qualquer tipo de agressão envolvida perdeu a força. Por causa disso, acabam alimentando um sentimento de alívio que acaba sufocado na vergonha por ele existir.

Ao contrário do que parece, evite pensar que a sensação de alívio deva ser sentida em algum nível. Há situações em que o desfecho melhor a elas não deveria ser outro a não ser o rompimento. Consequentemente, ao seu bem-estar e ao deles, se sinta livre para ficar bem com a separação dos genitores.

É preciso ter em mente que a separação será muito melhor a convivência dessa nova família. Assim, refine essa sensação para fortalecê-lo em momentos de tristeza e saudade e faça perceber como tudo foi melhor assim.

A arte de desenvolver inteligência emocional na declaração de separação dos pais

A inteligência emocional é um item bastante necessário quando se encara a separação dos pais. Além deles, os filhos são os mais afetados e sem a educação emotiva adequada, sofrem gravemente. Nisso, a inteligência emocional ajuda a:

Compreender seus sentimentos negativos

Não reprima os sentimentos e sensações ruins que surgirem decorrentes do divórcio dos pais. Em vez disso, é preciso fazer um esforço para compreendê-los e enxergar a sua real natureza. Conversar consigo possibilita a conquista de insights valiosos ao seu crescimento e recolocação familiar.

Entender os sentimentos dos pais

Além de pensar em si mesmo, é preciso ainda fazer um esforço para entender os sentimentos dos seus pais. Esse caminho vai fazê-lo entender melhor os motivos que levaram os dois a tomar essa decisão tão importante. Lembre-se que a empatia é um ingrediente fundamental para explicar os movimentos pessoais nos relacionamentos humanos.

Apoio na superação

Entendendo melhor a eles e a si mesmo nesse momento delicado, hora de dar apoio na relação. A superação nunca é fácil, pois estamos falando de romper um aspecto sensível de uma relação. Se for o caso e possível, faça com que os dois tenham uma relação mais amigável e produtiva com o passar do tempo.

Dicas para lidar com isso

Embora nunca seja tão fácil lidar com a separação dos pais, você é perfeitamente capaz de fazer isso. Não existe uma receita pronta, já que cada um de nós reage de maneira alternada ao momento. Mesmo assim:

Coloque-se no lugar dos seus pais

Ter empatia possibilita a reflexão adequada das escolhas feitas nesse momento a todos. Se chegou a esse ponto é porque os desentendimentos machucava ou simplesmente a relação não funciona mais. Neste ponto, pense no quão difícil foi essa decisão e na escolha dos seus pais para o bem.

Converse com eles

Muitos filhos acabam guardando para si mesmos as impressões geradas pelo momento. Indo na direção contrária, chame seus pais para que possa contar o que sente e como reage com as mudanças. Comunicar-se é vital para encerrar ciclos necessários de finalização e que causam dores a quem está próximo.

Evite escolher um lado e seja aberto a possibilidades

Mais uma vez, não escolha lados no afastamento do seus pais do casamento sob o risco de afetar sua relação com eles. Cada um possui um papel como pais, cônjuges e filhos e isso precisa ser respeitado. Ademais, caso um deles encontre alguém no futuro, apoie a decisão deles se relacionarem e evite liberar ciúmes.

Considerações finais sobre separação dos pais

A separação dos pais é um item delicado a ser abordado e necessita de um tempo a isso. Apesar da situação, é preciso compreender que essa escolha talvez tenha sido a mais sadia para a situação que eles viviam. Sem se envolver nas escolhas, apoie no que for necessário a felicidades deles em primeiro lugar e depois ao dos filhos.

Leia também:  Participar de Constelação Familiar em Botafogo RJ

Para ajudar nessa trajetória, se inscreva em nosso curso de Constelação familiar totalmente EAD. O curso moldará a sua capacidade de lidar com relacionamentos através do autoconhecimento e percepção a movimentos afetivos e sociais. Tenha a absoluta certeza de que as aulas ajudarão você na separação dos pais de uma forma transformadora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − onze =