Constelação FamiliarFormação em Constelação

7 livros sobre constelação familiar

Aos estudiosos, é fundamental ter um livro de qualidade em mãos na hora dos estudos. Isso dará mais segurança na hora de captar novas informações, bem como atualizar as que já possui. Assim, apresentamos abaixo uma relação com sete livros sobre Constelação familiar para que selecione e organize a sua leitura.

“Ordens do amor”, de Bert Hellinger

Creio que seja justo começar pelo criador da proposta. Considerado um dos melhores trabalhos de Bert Hellinger, “Ordens do amor” é classificada como uma obra bastante densa e imersiva. O livro reformula a trilha do conhecimento de seus leitores, guiando-os em uma jornada de compreensão e libertação das amarras familiares.

O material expõe que os problemas que enfrentamos se originam do ato de amar sem conhecer as ordens do amor. Contudo, quando elas são alcançadas e entendidas, temos um norte para buscar a cura e posterior redenção. Dentre as leis estabelecidas, se destacam:

Lei da Ordem

Aqui protegendo a ideia de que toda família possui uma hierarquia e a mesma deve ser respeitada.

Lei do Pertencimento

Ainda que uma pessoa tenha atitudes que desagradem o restante da família, esse ente não pode ser expulso do círculo. Dessa forma, ele possui o seu lugar de direito irrevogável ali.

Lei do equilíbrio

Pautada pelas trocas equivalentes, sem excessos de um lado, nem a falta do outro.

“Você é um de nós”, de Marianne Franke-Gricksch

De um ponto de vista pessoal, Marianne conta como o trabalho como professora e terapeuta trouxeram um aprendizado diferente em sala. Graças as ideias sistêmicas propostas por ela, alunos, pais e até outros professores podem visualizar um ambiente produtivo para um ensinamento do grupo.

Marianne enxerga os indivíduos como partes vivas de cada família e expõe como eles interagem de acordo com o ambiente. Além disso, afirma que os dois se transformam mutua e constantemente. Não o bastante, é bastante confortador observar que as crianças sentem entusiasmo e participam ativamente propondo ideias em sala.

O pensamento sistêmico é mostrado de forma doce e bastante inclusiva. Assim, Marianne propõe uma inovação na solução de conflitos em relação ao aprendizado.

“A prática das Constelações”, de Jakob Schneider

Continuando a lista de livros sobre Constelação familiar, Jakob traz um material introdutório para a terapia sistêmica. O projeto traz exemplos tocantes e concretos sobre o desenvolvimento do trabalho na Constelação. Assim, Jakob resume princípios básicos, evolução, atitudes e objetivos nos procedimentos da Constelação, além de novas teorias.

“Quando fecho os olhos vejo você”, de Ursula Franke

Ursula elaborou esse projeto tocante para os terapeutas e pacientes durante uma sessão. A obra foca no sucesso pleno da terapia ou aconselhamento individual, conectando conhecimentos teóricos e casos verídicos de consultório.

Os detalhes enriquecedores do material expõem o processo que conduz às ações e pensamentos do terapeuta durante a sessão. Assim, a cada página, somos embebidos de uma visão multilateral do procedimento para a solução dos problemas. Ao fim de tudo, o material dá sugestões de como integrar o método do cotidiano nos consultórios, dinamizando o trabalho do especialista.

“A alma do negócio”, de Jan Jakob Stan

Voltado ao ambiente de trabalho, o livro de Jan mostra como nós interagimos durante a execução de nossas profissões. Fugindo dos elementos óbvios de uma empresa, o livro indica um retorno ao passado e um planejamento ao futuro olhando como mudamos por dentro. Assim, é uma visão de como nos encaixamos em nossas profissões.

Jan mostra que a Constelação nos mantém nos caminhos que escolhemos lá no passado. Em situações de mudança, as mesmas são aceitas de forma natural e harmônica. A Constelação permite que enxerguemos o lado bom dessa mudança, bem como colher os frutos que ela proporciona.

“Constelações familiares com bonecos”, de Marusa Helena Da Graça

Marusa contribui de forma objetiva e clara na linguagem sobre o pertencimento nos fluxos familiares. A autora e também psicóloga elucida como repetimos os padrões destrutivos de nossos ancestrais, ainda que não tenhamos ligação direta.

Marusa traça de forma inteligente paralelos entre as leis ofertadas pela Constelação, incrementando o trabalho com seus conhecimentos em Psicologia Sistêmica. Expõe de forma convidativa o repasse involuntário entre gerações, que resulta na perpetuação das ações na nossa família. Ainda que seja um assunto complexo em seu início, a autora sabe como cativar o leitor.

Como forma de exemplificar, Marusa descreve casos clínicos reais e as dinâmicas envolvidas nos emaranhamentos usando bonecos. A proposta usada pela autora visa mostrar as questões do sistema familiar com os bonecos de modo que o leitor entenda as ligações. Dessa forma, ficará mais receptivo para refletir sobre as relações que mantém com a família.

“Ah, que bom que eu sei”, de Jakob Schneider e Brigitte Gross

A parceria entre Jakob e Brigitte busca o poder dos contos de fadas para fazer conexão com a Constelação familiar. Eles explicam que toda a beleza das histórias escondem padrões que culminam em destinos difíceis. Para mergulhar o leitor no material, apresentam primeiramente os fundamentos da terapia sistêmica.

Posteriormente, detalham como eles trabalham as histórias, ilustrando com alguns casos o que alguns contos significam na visão sistêmica. Isso dá ao leitor um entendimento da força que os contos carregam consigo. É um projeto bastante original, ligando as histórias aos clientes através do contexto de cada um.

Dessa obra podemos tirar:

Realidade

O livro consegue alquebrar a visão colorida e perfeita criada pelas histórias e fábulas. Ao mostrar o controle parental através do fluxo familiar, o mesmo capta reflexões necessárias à sua realidade na vida. Certamente, um dos melhores livros sobre Constelação familiar já publicados.

Relações

As reflexões não cabem apenas a nós mesmos, mas às relações que mantemos com a família e companheiros. Assim, através de um espelhamento, realocamos nossos círculos para dentro da história. Dessa forma, podemos traçar um paralelo na participação de cada ente.

A Constelação não restringe os seus conhecimentos apenas à oratória. Você pode comprar muitos livros sobre Constelação familiar evocam a participação dos leitores para uma atitude mais participativa e consciente em suas vidas. Assim, com um espectador, você é conduzido por uma jornada direta e imersiva em alguns aspectos bem importantes.

Comentários sobre livros de Constelação Familiar

Contudo, precisamos escolher bem por onde vamos começar. A lista acima sobre os livros de Constelação familiar serve de ótimo guia na captação do autoconhecimento. A visão de cada autor mostra perspectivas diferentes sobre um mesmo nicho. Dessa forma, isso pluraliza suas percepções, o primeiro passo ao caminho para um entendimento completo.

Um ótimo jeito de intensificar o aprendizado dado pelo material é se inscrevendo em nosso curso. As aulas ministradas pelos nossos professores reciclam sua visão sobre as relações humanas, montando um novo caminho a ser trilhado. Ademais, por serem online, você tem a comodidade de estudar quando quiser, complementando os estudos com as ideias apresentadas no material acima. Confira nosso curso de Constelação Clínica 100% online!

As mensalidades possuem um valor conciso, suficientes para assegurar a qualidade do curso ofertado. Faça parte da rede que já formou milhares de consteladores no país. Você conhecerá muitos outros livros de Constelação Familiar por lá!

Foi útil para você? Curta, Comente e Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *