Constelação e Profissões

A Constelação na vida de uma Corretora de Imóveis

corretora de imóveis

A Constelação familiar e sistêmica é muito importante para nosso autoconhecimento e a manutenção de nossas relações pessoais. Você sabe como a Constelação auixilia na profissão de corretora de imóveis? Confira agora nosso artigo sobre como melhorar sua vida, principalmente no que é afetado pelo trabalho.

O que é a constelação familiar?

Antes de falar da constelação na vida de uma corretora de imóveis, primeiro é preciso entender o que é constelação familiar.

A constelação familiar é uma prática considerada terapêutica que busca resolver conflitos familiares que atravessam gerações. Num primeiro olhar, a técnica tem conteúdos parecidos aos do psicodrama, por conta da dramatização de situações, e da psicoterapia breve, pela ação rápida.

Como são feitas?

  • A dinâmica pode ser feita em grupo ou individualmente.
  • Durante a sessão são recriadas cenas que envolvam os sentimentos e sensações que o constelado sente sobre sua família.
  • Nas sessões em grupo, são os voluntários e participantes que vivem essas cenas.
  • Já nas sessões individuais podem ser usados esculturas de bonecos ou quaisquer outros recursos disponíveis – setas, pedras, adesivos, âncoras de solo – para representar os diferentes papéis do sistema.

Constelação familiar x terapia

Existem muitas dúvidas sobre o assunto. Entre elas questionamentos como: a constelação familiar pode substituir a terapia? O que ela busca resolver?

É fundamental avisar que a constelação familiar não substitui a psicoterapia convencional, muito menos dispensa o uso de medicamentos e tratamento psiquiátrico para certas doenças —mesmo porque ela não cura nenhuma doença, apenas serve como recurso para sanar determinados problemas comportamentais e relacionais.

As principais questões levadas à constelação familiar envolvem relacionamentos com o pai e/ou mãe. Além disso, a aplicação é muito abrangente, mas a maior parte dos emaranhados estão ligados à relação que as pessoas têm com os pais, como a dificuldade de aceitar certos comportamentos deles que rechaçam, mas que não conseguem deixar de reproduzir.

Conflitos com filhos adolescentes também são rotineiros nas constelações, já que nessa faixa etária as discussões e o fato de eles se acharem mais espertos do que os pais são habituais. Dificuldades no emprego e no meio profissional, um destino familiar recorrente, problemas financeiros e condutas repetitivas (como escolher amizades ou relacionamentos afetivos abusivos) são outros males comuns abordados nesse tipo de terapia.

Contato com a Constelação Familiar

Há 4 anos conheci a Constelação Familiar. Eu havia acabado de sofrer uma grande decepção dentro de um relacionamento. E fui buscar ajuda espiritual em um instituto, e eles usavam a Constelação como ferramenta. Eu nunca havia ouvido falar na terapia, mas logo que fui constelada, senti um alívio muito grande da dor que eu estava vivendo.

Foi um misto de sentimentos quando vi o representante do meu ex-noivo distante de mim. Ao mesmo tempo que doeu, me senti livre. Pude perceber que sair daquela relação me traria muito mais benefícios do que permanecer nela. E isso me deu muita força para seguir adiante. 

Dois anos depois, decidi buscar a Constelação novamente e descobri coisas transformadoras com relação à minha mãe. Vi o quanto eu tentava “viver a vida dela”. Tentava tomar para mim todo o sofrimento que ela sentiu e esquecia de viver a minha vida. Fui buscar ajuda para curar minha vida amorosa e descobri que estava tão ligada à minha mãe, que eu não conseguia construir a minha própria vida, meus próprios relacionamentos. E foi assim que muita coisa mudou de lá para cá. 

Ser corretora de imóveis e a constelação

Embora eu já tenha feito algumas outras terapias, eu considero que a Constelação foi o “pontapé” inicial para a minha jornada de autoconhecimento. 

Hoje, sou corretora de imóveis e trabalho para uma empresa onde existe muita cobrança. Na teoria, sou uma profissional liberal e parceira, sem vínculo empregatício nenhum. Porém, como eles nos oferecem uma megaestrutura e tem bastante destaque no mercado, isso faz com que consigam contratar colaboradores qualificados com facilidade. E nos cobram como se fossemos funcionários, o que já me causou muita indignação. 

Embora eu nunca tenha sido constelada no âmbito profissional, os conhecimentos que obtive através dos meus estudos e pesquisas na internet e das próprias constelações que participei, me fizeram entender melhor sobre hierarquia. Atualmente, posso não concordar com o que é imposto por eles, mas a escolha de estar lá é minha.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    Então, se estou, preciso honrar os gerentes e proprietários. Assim como aprendi a honrar os colegas que estão há mais tempo na profissão e na empresa que eu. Sigo a linha da precedência, mesmo que eu não goste e não concorde com eles.  

    Impacto

    O que mais me impactou foi perceber o quanto isso afetava diretamente o meu emocional. Quando eu estava bem com os gestores, empolgada com suas ideias e projetos, eu me sentia animada e feliz. Bastava não concordar com o que eles colocavam, que a indignação acabava com todo meu equilíbrio e afetava, inclusive, minha vida pessoal. Meu desempenho, muitas vezes caía, e eu não conseguia perceber o que estava por trás de tudo isso. 

    Como a Constelação pode nos auxiliar?

    Ainda é um processo diário e preciso me observar, mas o mais importante é que já conheço o caminho, pelo menos enquanto eu decidir permanecer por lá. 

    Me apaixonei pelo desenvolvimento humano e, com isso, estou desenvolvendo um projeto de ajudar outras pessoas a se conhecerem também. Por isso, decidi fazer o curso de Constelação Familiar, assim como de Thetahealing. E acredito no quanto a Constelação é importante em qualquer área da vida para se ter sucesso. Respeitar as 3 leis é o princípio para qualquer tipo de relação saudável, seja ela familiar, amorosa, de trabalho, entre outras.  

    Ademais, entender isso me faz aceitar melhor as coisas que não posso controlar ou mudar. Me fez ter discernimento e aprender a não julgar as pessoas e situações. E hoje, durante o estudo do primeiro módulo, eu enxerguei quantas coisas da minha família que me vi obrigada a resolver durante toda a minha vida.

    Conheça nosso curso de Constelação Clínica

    Meu objetivo com o curso é realmente trabalhar com a Constelação e ajudar outras pessoas a se conhecerem e solucionar problemas que as impedem de viver uma vida plena e feliz, mas o maior presente está sendo, já no primeiro módulo, ter insights sobre a minha própria vida e como tudo se encaixa perfeitamente.

    Gostou do artigo? Deixe um comentário sobre como a Constelação pode ajudar na sua área de atuação! Aprofunde seus conhecimentos na área de Constelação Clínica com nosso curso, 100% online, que irá te capacitar para clinicar e ser um Constelador de sucesso!

    O artigo presente foi produzido pela aluna do curso de Constelação Clínica Talita Pereira Tassi, exclusivamente para o nosso blog.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    5 + dez =