Constelação FamiliarTranstornos e Doenças

Constelação familiar tem contra indicações?

Uma pergunta muito comum que surge para os consteladores na hora de conhecer um cliente novo é se a constelação familiar tem contra indicações. No artigo de hoje, vamos falar um pouco sobre essa ideia de que uma terapia teria contra indicações. Além disso, comentamos 5 “impedimentos” relevantes caso você esteja pensando em indicar essa terapia para alguém. Por isso, não deixe de conferir!

O que é a Constelação Familiar?

Bom, não adianta nada a gente dizer se a constelação familiar tem contra indicações se não falarmos o que acontece em uma sessão antes. Você já sabe o que é uma constelação, por exemplo? Gostaríamos de conversar com você sobre isso antes de qualquer outra coisa!

A constelação familiar é uma prática terapêutica que trabalha com questões de relacionamento. Para essa terapia, criada por Bert Hellinger, as nuances dos relacionamentos familiares construídos ao longo do tempo podem interferir na vida de muitas pessoas do mesmo sistema. Por esse motivo, também chamamos a constelação familiar de constelação sistêmica.

Assim sendo, em uma sessão de constelação, são empregadas algumas técnicas que vão te colocar em situações relativamente delicadas no que tange à sua família. Tendo isso em vista, é possível pensar que a constelação familiar tem contra indicações, o que não é verdade.

Na condição de terapia, o que faria com que a constelação não fosse indicada?

Enquanto terapia, não é verdade que a constelação familiar tem contra indicações. Assim, ela pode ser aplicada a qualquer tipo de pessoa. Abaixo você encontra uma lista com públicos variados que podem se submeter às sessões:

  • crianças,
  • divorciados,
  • empresários,
  • viúvos,
  • animais,
  • casais,
  • pais,
  • filhos,
  • inimigos,
  • amigos.

Como deu para ver, o público é amplo. Além disso, você pode ser constelado em grupo ou de forma individual. Caso opte pela modalidade em grupo, saiba que pode ser constelado junto com um grupo de pessoas que você não conhece. Embora seja possível fazer uma constelação com a sua família de fato, há muitos benefícios em passar pela terapia com desconhecidos

Tendo isso em vista, dado que você pode passar por uma terapia com gente que não conhece, você pode ficar com o pé atrás sobre que tipo de terapia faz com que uma pessoa abra a sua vida diante de desconhecidos. Não fique, o procedimento é seguro e busca oferecer a você um ambiente confortável para se abrir e vivenciar a cura.

5 problemas para a constelação que funcionam como contra indicações

Nesse contexto, vale dizer que embora não seja verdade que a constelação familiar tem contra indicações, é verdade que algumas coisas podem atrapalhar o procedimento.

Tendo em vista que as sessões de constelação podem ser cumulativas, ou seja, uma só não é suficiente para responder alguns problemas, é importante dizer que tipo de comportamentos podem ser prejudiciais para o andamento do seu progresso!

1 – Não ir por livre e espontânea vontade

Esse talvez seja o pior problema encontrado por consteladores ao redor do mundo. Dado que é necessário obter informações importantes sobre o constelado e sua família, quando este não se abre, fica impossível analisar o sistema familiar de modo integral.

Nesse contexto, quando uma pessoa é obrigada a se tratar por um outro alguém, o processo fica comprometido. Assim sendo, se você acha que um conhecido ou familiar pode se beneficiar com a constelação, verifique a disposição dela de se submeter ao tratamento.

Muitas esposas querem porque querem ser consteladas junto com seus maridos, mas trazem os cônjuges obrigados para o tratamento. Embora seja realmente importante trabalhar com os dois, quando um está ali de má vontade não é de grande ajuda. Toda pessoa que se submete à constelação familiar deve estar presente por livre e espontânea vontade.  

2- Não acreditar no processo

Além disso, se você estiver duvidando do processo, não vai conseguir se abrir para compartilhar e participar das sessões. A princípio será mesmo muito estranho fazer algumas reflexões sobre a sua família. Ademais, você vai acabar descobrindo algumas questões antes impensadas que podem começar a fazer sentido de uma maneira dolorosa. Em outras ocasiões, respostas para problemas muito antigos são muito simples para ser verdade.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    Caso você passe por algum desses questionamentos e reflexões, não deixe de confiar no processo. É muito importante se abrir para que você seja curado, bem como sua família. 

    3 – Se recusar a participar das práticas comuns da terapia

    Como mencionamos mais acima, é comum que as pessoas achem estranho participar de uma sessão de constelação cheia de gente estranha. Nesse caso, não é obrigatório fazer a constelação em grupo. É possível explicar para o seu constelador que você prefere ser constelado individualmente, sem problema algum.

    No entanto, é importante ter em mente que, mesmo na constelação sozinho, você precisará se submeter a algumas práticas. Elas não são fisicamente invasivas ou ilegais, obviamente, mas podem parecer toscas ou simples demais. é o caso da constelação com bonecos, por exemplo.

    Nessa situação, lembre-se de que todos os métodos escolhidos por seu constelador têm uma razão de existir. Assim, por mais que pareça estranho ou simples, dê uma chance e coopere.

    4 – Se recusar a falar a verdade com o constelador

    Como dissemos, a participação é muito importante. É necessário se abrir para ouvir, mas não só isso. É necessário saber que você precisa colocar para fora sentimentos, emoções e histórias verdadeiras. Você não deve deixar a sua história mais bonita ou mais grave aos seus olhos. Se concentre em falar aquilo que é verdade para que o constelador consiga traçar um panorama realista sobre a sua situação.

    5 – Participar da terapia e abandoná-la antes de saber como resolver os problemas

    Por fim, não abandone a sua terapia só porque acha que descobriu o que está errado em sua vida. Uma vez que começar o tratamento com a Constelação Familiar, se desafie a ir até o final. Se você imaginar a sua vida como uma obra de tapeçaria, verá que não se constrói uma obra prima em um dia. Ainda mais quando o novelo está todo cheio de nós emaranhados.

    Para ajustar a imagem que você quer ter como resultado final, é necessário trabalhar. E trabalhar leva algum tempo. Assim sendo, só porque entendeu o rascunho de como sua obra prima deve ficar, tenha certeza de assistir todas as aulas de tapeçaria até o final. A completude garantirá um trabalho bem-feito do qual você se orgulhará!

    Considerações finais sobre a pergunta “constelação familiar tem contra indicações?”

    No artigo de hoje, você descobriu que não é verdade que a constelação familiar tem contra indicações. No entanto, a disposição interna de quem vai participar das sessões pode sim atrapalhar o sucesso do tratamento. Portanto, para aprender mais sobre como funciona essa prática terapêutica, matricule-se hoje em nosso curso de Constelação Clínica 100% online! Torne-se um profissional em uma área cada vez mais valorizada no Brasil!

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    4 × dois =