Constelação e vida diáriaConstelação Familiar

Adoção de gato: 4 dicas na hora de adotar

adoção de gato

Se você está pensando em adoção de gato como uma possibilidade de pet, meus parabéns! Ter um animal de estimação é uma experiência gratificante para você e seu novo felino. No entanto, existem algumas coisas que você precisa saber antes de adotar um gato.

Escolher o animal de estimação que melhor se adapta ao seu estilo de vida é um fator importante, por exemplo. Além disso, se você viaja com frequência ou passa horas fora de casa, vale a pena repensar na possibilidade de adotar um gato.

Todavia, esses são fatores que podem afetar o bem-estar mental, físico e emocional do seu animal de estimação. Afinal, é primordial que a adaptação e a convivência com seu novo animal de estimação ocorra da melhor forma.

Adoção de gato

Ao adotar um gato, os primeiros 30 dias são muito importantes para preparar seu novo membro da família para a adaptação. As primeiras semanas, portanto, devem ser usadas para estabelecer um vínculo entre você e seu felino.

Além disso, é importante certificar-se de que seu novo gato tenha todos os itens essenciais de que precisa antes de trazê-los para casa. Por essa razão, para ajudá-lo a cuidar do seu animal de estimação, montamos uma lista de verificação.

  • um transportador de gato robusto e de tamanho adequado;
  • lixo, uma caixa de areia e uma pá;
  • tigela de comida e tigela de água;
  • uma superfície arranhada;
  • uma cama de gato;
  • um brinquedo de varinha (dar ao gato entretenimento e exercício irá animá-lo, além de incentivá-lo a dormir à noite);
  • ração;
  • escova de pentear.

4 dicas na hora de adotar um gato

Adicionar um novo amigo felino à sua casa é um processo que pode ser emocionante e assustador, especialmente para donos de gatos pela primeira vez e até para os próprios gatos. Com tantas coisas a considerar na hora da adoção de gato, pode parecer que um milhão de coisas vão dar errado.
Em todos os casos, a melhor maneira de garantir que a adoção de um novo animal de estimação ocorra sem problemas é se preparar com antecedência. Então, confira as dicas abaixo antes de adotar um gato.

1. Prepare o espaço para receber o seu gatinho

Em primeiro lugar, é importante que antes de adotar um gato você reserve um espaço para ele. Permitir que seu gato tenha uma área da casa para se acostumar e se sentir confortável pode diminuir o estresse de todos os envolvidos.

Além disso, se você tiver outros animais de estimação, certifique-se de não apresentá-los ao seu novo gato pelo menos nos primeiros dias. A introdução de animais de estimação pode levar algum tempo, portanto, não tente apressar o processo.

Permita que, por outro lado, seu gato se aproxime de você e de outras pessoas na sala quando se sentir à vontade. Vale lembrar que não é incomum que seu amigo peludo se esconda por alguns dias em um novo ambiente até se sentir mais confortável.

2. Enriqueça o ambiente do seu gato

A grande maioria dos gatos hoje em dia são animais que vivem em ambientes internos, pois existem muitos perigos para eles nas ruas. Só para citar um exemplo, há pessoas que procuram por gatos pretos para sacrificá-los ou para matá-los. Por essa razão, manter seu gato dentro de casa, além de economizar dinheiro no veterinário, ajudará seu gato a viver mais.

No entanto, manter um gato em casa não é o mesmo que mantê-lo feliz. Os felinos são caçadores naturais e, quando estão do lado de fora, encontram-se perseguindo, cheirando, tocando e explorando os arredores. Portanto, se você decidiu sobre a adoção de gato, certifique-se de enriquecer o ambiente com brinquedos para mantê-los ativos e estimulados.

Desse modo, você pode oferecer uma variedade de brinquedos para que ele possa bater, mastigar, atacar ou arranhar. Além disso, você pode aproveitar o tempo de brincadeira para construir um relacionamento com seu gato, por exemplo.

3. Cuide da saúde do animal e programe visitas regulares ao veterinário

Sabemos que é muito trabalho, mas escovar seu gato diariamente reduzirá o risco de desenvolvimento de bolas de pelo em seu trato digestivo. Em virtude disso, é muito fácil se acomodar em um lugar de complacência se o seu gato for um bom tosador. Isso ainda não os ajudará a remover os pelos soltos que podem causar bolas de pelo.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    Portanto, faça da escova o melhor amigo do seu gato em vez de seu pior inimigo, associando o tempo de escovação com algo positivo, como receber um petisco. Por outro lado, quer adote um gato adulto ou um gato filhote, certifique-se também de que a visita ao veterinário esteja no topo da sua lista de prioridades.

    Afinal, é uma boa ideia levar seu novo animal de estimação ao veterinário cerca de uma semana após a adoção. A vista disso, marque uma consulta com o veterinário de sua escolha e não se esqueça de levar os registros médicos do seu gato com você.

    4. Estabeleça um vínculo de confiança com o animal

    Sentar no chão e permitir que seu gato se acostume com você e seu cheiro ajuda a construir um relacionamento que os faça se sentirem confortáveis. No entanto, lembre-se de sempre deixar seu gato vir até você e não os persiga ou obrigue a ficar por perto.

    Ao invés disso, fale com uma voz suave e não deixe de dizer ao seu novo gatinho o quanto você está feliz por tê-lo em sua família. Uma vez que seu gatinho começou a se sentir confortável no espaço que você deu a ele, determine como permitir que ele explore com segurança o resto de sua casa.

    Por fim, verifique se o espaço em que seu gato está é seguro. Se possível, feche as janelas (em apartamentos elas devem ter telas de proteção) e certifique-se de que os produtos químicos estejam fora de alcance.

    Considerações finais sobre adoção de gato

    Espero que tenha gostado do artigo sobre adoção de gato , se sim temos um convite especial para você. Se inscreva em nosso curso online de constelação familiar e aprenda a melhorar a relação que você tem com seu animal de estimação.

    Através da constelação o seu animal de estimação poderá expressar suas necessidades específicas em relação à convivência com os familiares. Há vários profissionais que trabalham com a constelação sistêmica veterinária e, se essa conexão entre animais e humanos te toca tanto como cliente quanto como profissional, nosso curso trará uma percepção interessante para você. Então, não perca esta oportunidade e conheça o que temos a oferecer!

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    11 + quinze =