Constelação e vida diáriaConstelação Familiar

Zona de conforto: 10 incríveis dicas para sair dela

Muitos se sente inseguros quando ficam diante da possibilidade de desbravar novos mares. Graças a isso, preferem se manter na bolha que criaram, evitando se entregar a qualquer nova oportunidade. Caso faça parte desse grupo, descubra como sair da zona de conforto com 10 dicas muito acessíveis.

Ache o seu potencial para sair da zona de conforto

Para descobrir como sair de sua zona de conforto você precisa fazer uma profunda análise de si mesmo. A ideia é que quebre qualquer barreira a respeito de si mesmo e passe a identificar o seu próprio potencial. Com isso, você perceberá que pode fazer bem mais caso se proponha a fazer. Comece se perguntando:

Está satisfeito onde está?

Embora se mostre como uma tapa, é preciso se perguntar se sua posição atual lhe satisfaz. Esse questionamento inicial mostra que você está querendo ter mais e precisa ver se o ambiente atual se encaixa nisso. Caso a resposta seja “não”, se mobilize a encontrar os caminhos que te levem para frente.

Quais sonhos já teve de deixar de lado?

Certamente, isso aconteceu por conta do seu medo em tentar e não dar certo. Ainda assim, pense em quantas coisas já deixou de fazer e que tinha muita vontade em realizar. Retome cada uma veja como pode revitalizá-las.

O que te atrapalha em crescer?

Identifique quais são os obstáculos que te impedem de prosseguir. Assim que fizer isso, procure caminhos para trabalhá-los e fazer com que percam a força, não te atrapalhando mais.

Sair da zona de conforto implica flexibilidade

Pessoas radicais geralmente não encontram muitas alternativas quando fazem planejamentos. As oportunidades vêm, vão e elas continuam no mesmo lugar esperando algo que se adeque a elas. Com isso, tente ser mais flexível, a fim de se adequar em novas realidades e pessoas. Tente aprender com o que é imposto pelas circunstâncias e não você.

Diminua seus medos e receios

O maior bloqueio para quem quer sair da zona de conforto é o medo de algo novo. É natural, claro, mas passa a ser um problema quando toma conta de suas escolhas em vez de você mesmo. Por isso, enfrente o que te amedronta e evite que tome conta da sua vida. Pare de ser refém de seus receios e se torne alguém mais proeminente.

Para se livrar da zona de conforto, amplie seu conhecimento

Ao invés de focar apenas naquilo que você gosta, que tal implementar assuntos adjacentes a isso? Por exemplo, se você gosta de escrever poemas, que tal aprender a tocar algum instrumento? A ideia aqui é que amplie o leque de temas aos quais pode ter acesso e dominar. Evite se limitar a apenas o que seus olhos querem enxergar e tente ir além.

Estimule sua criatividade

A criatividade é ferramenta fundamental para que alguém saia da zona de conforto. Por meio dela, você elabora soluções diversificadas aos problemas que enfrenta, bem como às escolhas que faz. Por isso, faça atividades mais variadas do que o comum, observando como leva a sua rotina. Questione-se sobre as diversas maneiras de se fazer a mesma coisa.

Se quer sair da zona de conforto, faça algo novo todos os dias

Para quebrar a proteção da zona de conforto, se proponha a incluir novas atividades em seu cotidiano. Procure por novos estímulos e se desafie a ter novas experiências. Por exemplo, escolha hoje uma rota diferente para caminhar ou ouça outro estilo de música. Crie uma lista de atividades que fuja do seu comum e que te agregue positivamente.

Cultive o hábito de fazer Networking

Para quebrar a sua casca, faça o possível para promover interações entre você e os demais. Isso possibilita a criação de vínculos que permitam parcerias e ate amizades verdadeiras. Uma excelente forma de se fazer isso é:

Participar de eventos do trabalho

Muitas vezes, acabamos deixando de lado diversas chances de ver o balanço da empresa. Além disso, não só os resultados são mostrados, mas os funcionários também se abrem para conhecer melhor os colegas. É justamente nessa hora que podemos nos conectar com outras pessoas que temos pouco contato laboral. Tente causar boa impressão frequentando mais essas reuniões.

Encontros em sua cidade

Nem só de trabalho vive alguém, ainda que seja muito necessário. Em momentos de lazer, se proponha a ir em encontros em sua cidade e interagir com os demais. Festas de época, feiras culturais, congressos e até shows de música e poesia. É nesses nichos que terá a abertura perfeita para se envolver com os outros.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    Simples almoços ou jantares

    Até simples reuniões na casa dos seus amigos com os parentes deles conta. Em geral, é nesses momentos em que a experiência de cada um é revelada e você pode usar isso pessoalmente. A vivência deles se torna algo colaborativo a construção da sua própria.

    Exponha suas opiniões e aprenda a aceitar feedbacks

    Mesmo que tenha medo de julgamentos, pratique o hábito de promover a sua opinião aos demais. Ao demonstrar coragem em falar, você indica o que pode ser visto e mudado numa situação. Em uma simples conversa no bar, por exemplo, a solução de um problema pode ser alcançada. Ademais, também aceite feedbacks, já que te ajudam a crescer.

    Aprenda a ser independente

    Eventualmente, acabamos deixando de fazer algo porque não temos a família ou os amigos por perto. Com isso, deixamos de aproveitar bem o nosso tempo com algo que queríamos fazer e não fizemos. Tenha em mente aproveitar de sua própria companhia quando tiver vontade de algo e torne isso um hábito.

    Criação de metas

    Por fim, para sair da zona de conforto, faça uma lista com cada meta que quer ver realizada. As metas servem para induzir alguém a um processo natural de crescimento pessoal e profissional. Quando as coloca no papel, você promove um entendimento maior e melhor do que você precisa. Vá aos poucos, de modo a fazer tarefas realizáveis.

    Naturalmente, dada às dificuldades que enfrentamos, muitos escolhem se privar de uma mudança. A ideia aqui é se preservar e evitar frustrações, de modo a manter seu lado emocional intacto. Contudo, isso se mostra como um tiro pela culatra, já que se priva de absolutamente tudo. É preciso entender que até as coisas ruins têm um lado bom.

    Considerações finais sobre vencer a zona de conforto

    Com tudo o que leu aqui, acredita que ainda vale a pena ficar na zona de conforto? Passe a se arriscar mais em prol do seu próprio desenvolvimento. Caso continue assim, nunca saberá quais as chances positivas de mudança pode estar perdendo. Vença o seu medo e conquiste o que tem vontade.

    Uma forma de trabalhar a sua insegurança em tentar é através do nosso curso de Constelação familiar. Por meio dele, você identifica quais fatores o levaram a ter uma postura tão evasiva e retraída. Com isso, pode trabalhar alternativas para reverter esse comportamento e finalmente progredir.

    Nossas aulas são totalmente virtuais, o que possibilita um encaixe perfeito com qualquer rotina agitada. Você estuda quando e onde quiser e ainda pode contar com a ajuda de nossos professores qualificados. Por meio deles, você encontra os caminhos que precisa para trabalhar nossas ricas apostilas e explorar seu potencial.

    Garanta a oportunidade de fazer bem a si mesmo, sair da zona de conforto e quebrar as barreiras que te impedem de ir a frente. Faça nosso curso de Constelação familiar!

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    14 + 16 =