Constelação e RelacionamentosConstelação Familiar

Terapia de casal na Constelação Familiar

Ainda que ser um casal signifique estar em união com alguém, comumente os envolvidos entram em atritos devido às próprias particularidades. Com o tempo, essas disparidades atingem o ponto de bola de neve e aumentam em intensidade e frequência. Assim, entenda a natureza desses conflitos e como a Constelação familiar pode ajudar na terapia de casal.

A união

Todos os casais experimentam um vínculo muito forte, independente do sexo de ambos. Naturalmente, isto motiva que cada um se desvincule fisicamente da sua família para criar uma nova. Esse laço pode alcançar até a alma, se tornando aparentemente inquebrável. Isto faz com que cada um crie um espaço no próprio corpo ao parceiro. No entanto, o tempo pode ter efeitos desgastadores para relações aparentemente tão profundas.

De acordo com a Constelação, ainda que existam vários mecanismos para a desvinculação dessa relação, como o divórcio, esse laço permanece. Assim, mesmo que algum dia venhamos a nos separar, o vínculo continua a existir em nosso interior. Um exemplo disso é quando comparamos alguns aspectos de uma relação nova com a antiga, como forma de parâmetro.

A cada relação, o vínculo diminui

Bert Hellinger afirma que nos envolvemos cada vez menos quando encontramos um novo parceiro. Por termos dado tantas coisas aos parceiros que chegaram antes, disponibilizamos menos para o atual. Assim, de acordo com o autor, a nossa disposição aos relacionamentos diminui a cada tentativa. Apesar da essência de cada relacionamento, esse é um movimento natural.

Vale ressaltar aqui que este trecho não se resume a bens materiais e outros objetos. Este fenômeno é oriundo diretamente da alma. É a disponibilidade para se relacionar que regirá as ações do indivíduo em um novo relacionamento. Para assimilar, é mais fácil terminar um segundo namoro do que o primeiro, pois este último estará mais ligado quanto à questão de vínculo.

O que motiva as discussões

Muitas pessoas recorrem à terapia de casal quando suas diferenças ou assuntos inacabados se interpõe entre eles. A magnitude desses pontos em discussão tomam um tamanho maior do que deveriam, afetando a saúde conjugal daquele relacionamento. Assim, se não são tratados, certamente continuarão a servir para inflamar aquela relação.

Nesse contexto, veja alguns dos motivos apontados pela Constelação Familiar:

Equilíbrio

Partindo de um dos princípios da Constelação familiar, o equilíbrio mantém existindo uma troca de forças equivalentes. Assim, enquanto um dá, o outro recebe na mesma medida. E o quadro deve se inverter, de modo que quem recebeu também deve doar. Isso mantém o fluxo da relação seguindo de forma saudável e prazerosa.

Entretanto, se um dos parceiros apenas dá, sempre cedendo algo, costuma desequilibrar uma relação. Para quem sempre recebe, essa é uma situação de extrema pressão e intimidação, pois fica a procurar uma compensação à altura. Dessa forma, a pressão faz com que essa pessoa se afaste daquela relação, o que pode acabar de modo desagradável para ambos.

Equivalência

Em um relacionamento, cada membro tem um papel específico a cumprir. No entanto, nenhum é melhor que o outro. A hierarquia é igualitária, pois os dois possuem o mesmo grau de relevância. É esta equivalência que permite que a relação continue, já que sem uma das partes fundamentais, fica deficiente.

Família

Um dos motivos mais frequentes que perturbam os cônjuges na terapia de casal é a interferência da família. É impossível se desvincular do seio familiar original, visto que nosso direito de pertencimento é irrevogável. Contudo, esse mesmo elo pode interferir na construção da nova família.

Portanto, devemos entender que o parceiro cresceu e foi criado em uma estrutura diferente da nossa. Ele tem uma linguagem única e precisamos tomar cuidado quando nos colocamos à frente dele. Se assim o fizermos, nossas culturas podem ser ferramentas de conflito.

Consequências

Aos indivíduos que preferem enfrentar sozinhos os conflitos da relação, sem uma terapia de casal esbarrão em muitos obstáculos. Assim, os conflitos entre temperamentos e visões distintas geram problemas para aquele plano familiar, bem como para as futuras gerações. Em geral, os mais notáveis são:

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    Desconfiança

    Devido às constantes brigas, um casal perde a confiança que nutria um pelo outro. Se antes haviam certezas, agora, devido às discussões, ambos simulam situações para culpar o parceiro. Assim sendo, nestes casos, é comum o aumento do ciúmes e cobranças quanto aos horários de chegada e saída do parceiro.

    Comunicação

    Esses atritos constantes afetam a comunicação do casal. Se antes bastava um olhar para se entenderem e conversarem, hoje nem se olham mais. Permanecer diante de uma figura que não retribui mais com o amor de antes costuma deixar um ar de tensão. Dessa forma, para evitar esse desconforto, toda a comunicação é resumida ou até ignorada.

    Saúde

    O estresse produzido pelas constante brigas afeta diretamente a saúde dos envolvidos. Desde sintomas físicos, como o coração, até psíquicos, como ansiedade, acaba por adoecer um dos parceiros. Ninguém quer continuar perto de um indivíduo que o envenena física e mentalmente.

    Terapia de casal: dicas

    Reverter esse quadro de conflitos em uma relação é possível, se ambos concordarem em seguir esse caminho. Não é uma tarefa tão simples, já exige a participação e boa vontade do casal. Contudo, é fundamental para evitar um destino dividido. Veja algumas dicas de como melhorar a sua vida com o parceiro segundo a Constelação familiar:

    Terapia

    Não há problema algum em recorrer a uma terapia de casal. Isso não significa inteiramente que você é um fracasso em relacionamentos, mas é sensível o suficiente para procurar ajuda. A visão proporcionada por alguém que está de fora e entende de relacionamentos pode ajudar você e seu cônjuge a atravessarem esse caminho tortuoso que estão vivendo.

    Expandir nosso ponto de vista

    Dessa forma, acabamos por nos colocar no lugar do parceiro. Isso faz com que enxerguemos nossas atitudes sob um novo olhar. Assim, podemos nos livrar de pré-julgamentos que quase sempre estão enviesados.

    Respeitar a origem

    Como dito linhas acima, cada indivíduo cresce em um ambiente diferente do nosso. Dessa forma, devemos entender as diferenças quando estas forem postas na mesa. Entender que o respeito mútuo é uma ferramenta apaziguadora pode permitir que os conflitos ganhem uma força que não merecem.

    Não banalizar

    Muitas pessoas focam exclusivamente no defeitos do parceiro. No entanto, isso acaba por levar a relação num estado banalizado e difícil de ser conduzido. É preciso que os dois se encontrem, relevando o que não for importante e trabalhando no que precisa ser mudado. Isso deve ser feito em conjunto.

    Uma relação pode ser difícil de seguir se levarmos em conta as heranças que herdamos do campo familiar. Ao reproduzir essas ações, tendemos a entrar em um estado de declínio e envenenar nosso relacionamento. Quando isso ocorrer, precisamos da ajuda de uma terapia de casal.

    Graças a ela, podemos ver onde estamos errando com o cônjuge. De forma sistêmica, ela é capaz de detectar quais peças estão fora do eixo na relação. Se abrir para o parceiro e manifestar o desejo por uma terapia de casal já mostra o seu poder para a recuperação. Dessa forma, é possível resgatar o futuro que merecem ter juntos.

    E você? Já recorreu a uma terapia de casal? Se sim, conta para a gente como foi a experiência de ter alguém de fora ajudando na manutenção do seu relacionamento. No mais, conte como o seu Eu de agora se comporta. Histórias de mudanças sempre serão fonte de inspiração a quem busca por elas.

    No entanto, pode ser que você tenha o interesse de trabalhar com casais. Assim, tem o desejo de ser o constelador em uma terapia de casal. Se essa for a sua vontade, nós podemos ajudar. Matricule-se em nosso curso de Constelação Clínica EAD. Dessa forma, você poderá trabalhar com o que deseja e ajudar muitas pessoas.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    catorze − onze =