Constelação e ProfissõesConstelação FamiliarDepoimento

Terapia Corporal e Constelação Familiar

A terapia corporal é uma terapia orientada para o corpo de uma pessoa. Sua tradição começa na Psicanálise e trabalhos de Reich e outros autores. Eu decidi trabalhar com essa terapia por conta de pensar a integração entre corpo e mente. E, agora que estou complementando minha atuação com os estudos em Constelação Familiar e Sistêmica, vejo que é importante integrar também um terceiro fator: a história de um sistema familiar como influenciador da mente, comportamento e saúde de uma pessoa.

Os primeiros contatos com a terapia corporal

Trabalho com terapia corporal há mais de 20 anos. Iniciei meus estudos quando tive meu quarto filho e machuquei minha coluna ao me abaixar para pegá-lo no colo. Procurei por uma shiatsu terapeuta. Desse encontro surgiu uma paixão que até hoje me acompanha. Isto é, a terapia corporal.

Fiz um curso de shiatsu em 1996. Já nessa época, cursava a faculdade de filosofia, e fui direcionando meus estudos para o conhecimento do pensamento oriental. Durante o curso, fiz uma formação livre em filosofia clínica. Isso me abriu um horizonte novo na prática do trabalho corporal.

Em meados de 2001 fui trabalhar numa clínica de acupuntura e lá conheci um médico que estudava constelações. Ele levou para um workshop seu mestre, foi quando fiz minha primeira constelação. Fiquei bastante decepcionada, pois não entendi nada do que aconteceu na dinâmica. No entanto, fui a última a ser constelada num fim de semana de extenso trabalho.

Uma busca pelo desenvolvimento pessoal e profissional

Então, atribuí ao fato de nada ter acontecido no sistema que montei, ao cansaço do terapeuta. Por ele nisso, o “quis” continuar com o meu trabalho. Mas, hoje compreendo as razões do acontecido. Eu não estava pronta para compreender os desdobramentos do sistema.

Depois disso, participei como colaboradora em várias constelações nos encontros periódicos que aconteciam na clínica. Fui me encantando cada vez mais com a técnica. O curso para me tornar consteladora foi sendo protelado em função de outros cursos com o qual havia me comprometido. Além disso, não me achava competente para assumir uma postura totalmente neutra num trabalho terapêutico de tamanha responsabilidade.

O desejo de ser uma mãe melhor, o amor dedicado aos meus filhos me fez buscar diversos conhecimentos na área da educação. Fiz uma pós-graduação em psicologia da educação. Compreendi que o autoconhecimento e autorrealização é que me fariam ser a mãe que gostaria de ser, pois o exemplo é que ensina. Assim, o objetivo também foi compreender porque a infância, considerada a melhor parte da vida, se fazia tão dolorosa para tantas pessoas.

Meu aprofundamento nas teorias orientais

Paralelamente a formação acadêmica fiz cursos de:

  • leitura corporal
  • alquimia interna taoísta
  • psicomotricidade relacional

Assim fui tecendo um mosaico, junto com meu marido, de uma vida mais verdadeira.

Ainda assim, meu espírito estava inquieto. Voltei aos cursos, dessa vez aprofundando nas terapias orientais. Cursei então acupuntura e dietoterapia chinesa.

Encontrando o nosso lugar por meio da terapia corporal associada a Constelação

Mas, o que mais me tocou foram as vivências de renascimento experimentadas durante a formação com Fanny Van Laere. Elas aconteceram juntamente com os insights vindos da construção de minha árvore genealógica durante a pós graduação em psicogenealogia com Mônica Justino ainda em curso. Sendo assim, hoje considero que estou pronta para atuar com as constelações.

Nos trabalhos terapia corporal que hoje desenvolvo, seja ele acupuntura, toque e intenção, consciência celular ou renascimento, me encontro diferente. Cada vez mais ajudando meus clientes a integrar sua história familiar, honrando tudo que aconteceu de forma amorosa. Ou seja, resgatando a alegria de viver.

Leia também:  Auriculoterapia: o que é, como funciona?

Os pilares da Constelação Familiar ensinados por Bert Helinger são um norte para minha intervenção. Vejo cada vez mais as pessoas encontrando seu lugar no mundo e dentro delas mesmas.

NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

O Retiro Bíblico Corporal de Purificação

Um outro grande objetivo desse aprendizado será o trabalho com os grupos que fazem parte do Retiro Bíblico Corporal de Purificação. Sou eu a organizadora dele. Esse retiro acontece uma vez ao ano e reúne pessoas sedentas de um novo conhecimento dentro do ensinamento bíblico. Além disso, temos um mentor que é:

Retiros purificam nosso saber religioso e nos convidam a uma espiritualidade real.

Já uma equipe maravilhosa preparada para atuar dentro da purificação nos aspectos físicos do corpo. Fazemos renascimento com o grupo e vamos realizar dinâmicas de constelação para fechar com chave de ouro a semana que passamos juntos.

Conclusão

Agradeço a oportunidade que tenho agora de aprofundar meus conhecimentos em Constelação Familiar e terapia corporal. Sei que o chamado agora vem vindo da alma, e me coloco a disposição dos seres de luz para realizar cada vez mais trabalhos de paz e de crescimento. Meu próprio crescimento, de minha família e de todos aqueles que me procuram. Isto é, com amor e alegria, sempre!

O artigo sobre psicoterapia corporal ou terapia corporal foi escrito pela autora Angela Oliveira, exclusivamente para o blog Constelação Clínica.

Inscreva-se no curso de Constelação Familiar e comece uma revolução interna que culminará em uma ascensão em sua carreira.

Em nossa FAQ ou Dúvidas Frequentes sobre o Curso de Constelação Familiar, há uma lista com os módulos que compõem o curso, que pode te fazer conhecer mais sobre a sua própria constituição familiar e, consequentemente, auxiliar pessoas que estejam passando pelo mesmo problema. Com atendimentos presenciais e onlines e com o auxílio de bonecos, o constelador poderá fortalecer os laços existentes entre os membros de uma família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze − seis =