Constelação e vida diáriaConstelação Familiar

Saúde mental: conceito e dicas da constelação sistêmica

Quando pensamos em saúde, provavelmente associamos isto unicamente ao nosso físico. Contudo, acabamos esquecendo que a nossa mente também é parte vital para ter plenitude. Entenda o que é a saúde mental e como cuidar desse bem tão desprezado.

O que seria a saúde mental?

Diariamente, somos expostos a situações de elevado estresse. Assim sendo, acabamos perdendo bens estruturais, como concentração, foco, produtividade. Com o tempo, se não tratarmos esse tipo de problema, podemos ter problemas mais sérios. Dessa forma, o nosso sistema de defesa fica muito comprometido. Isso acontece porque não temos a saúde mental em sua plenitude.

Portanto, a saúde mental é importante para ter bem-estar. Assim sendo, o indivíduo deve se cuidar de modo a usar plenamente as suas capacidades mentais. Isto inclui a resiliência ao estresse, por exemplo, quando podemos nos recuperar de situações extremamente desgastantes de modo natural. Além disso, também reconhecemos indivíduos mentalmente saudáveis quando são produtivos e ajudam as comunidades em que vivem.

Note que um indivíduo em uma posição de saúde plena é classificado como alguém capaz de alcançar um ótimo estado produtivo. Desse modo, pode dar cabo de suas atividades com disposição para resolver problemas. Quando essa saúde psíquica declina, a pessoa dificilmente se mostrará apta para trabalhar, bem como conviver socialmente.

O que pode afetá-la?

A saúde mental é construída por vários fatores. Assim, como uma cadeia entrelaçada, eles ajudam a estruturar a nossa base psíquica. Nesse contexto, vários objetos podem agir na contramão, quebrando esse laço que foi construído com esforço. Veja o que pode afetar a sua saúde psíquica:

Trabalho

O trabalho é uma de nossas maiores contribuições para a sociedade. Contudo, uma rotina abusiva pode declinar o nosso quadro de saúde física e mental. Aos poucos e implacavelmente cedemos ao dreno que este movimento apresenta, de modo que suga as nossas forças e aspectos positivos.

Internet

Ainda que seja uma das melhores invenções já criadas, a internet tem o seu lado ruim. Cientistas afirmam que quanto mais tempo conectados, principalmente em redes sociais, mais suscetíveis estamos a apresentar problemas. Gradualmente, nos tornamos mais infelizes e desconectados de um padrão saudável de vida.

Drogas

Independente da sua natureza lícita ou não, as drogas prejudicam de forma brusca nosso campo mental. Mínimas ou máximas, as consequências desses químicos conseguem detonar nossa saúde mental, afetando a forma como estamos inseridos na sociedade. Um indivíduo pode facilmente perder o seu emprego devido aos abusos de substâncias químicas.

Clima

Já notou que a conversa sobre o clima anda cada vez mais comum? Isto tem um motivo e a ciência explica: o calor. As alterações no clima durante décadas afetam diretamente a população, bem como a saúde mental dela. Com o aumento do calor, ficamos estressados por um longo período de tempo, desestabilizando a nossa mente.

Consequências

Ser saudável mentalmente pode não ser uma tarefa fácil às vezes. Esse patamar é alcançado quando se constrói uma estrutura de vida dinâmica e distribuída, agregando tudo o que pode trazer valor a um indivíduo. Quando isto não é alcançado, uma pessoa pode vivenciar alguns problemas decorrentes desse estado, sendo eles:

Depressão

Um dos males do século XXI decorre diretamente de uma composição psíquica comprometida. A cobrança excessiva para aderirmos um padrão e nos comportarmos de um jeito faz com que tenhamos uma visão negativa a respeito de nós mesmos. Assim, confundindo com uma simples tristeza, deixamos de lado a importância e consequências dessa bola de neve destruidora.

Produção

O mal-estar psíquico bloqueia inteiramente qualquer motivação que tenhamos para trabalhar. Mesmo os que conseguem, se mostram desmotivados e pouco produtivos na hora de exercer as suas funções. Com o tempo, isso pode afetar a sua posição no trabalho, levando às advertências e até ao pior, demissão.

Relacionamentos

Ainda que a maioria das pessoas entenda a existência de uma debilitação mental, muitas não conseguem lidar com ela. É desafiador ficar com um parceiro entregue para a depressão. Se este não procurar um caminho para se livrar desse mal-estar, o problema acabará interferindo em sua relação, ainda que não conscientemente.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    Dicas

    Como qualquer outro aspecto clínico da nossa vida, é perfeitamente possível manter um quadro de saúde mental estável. Se cuidarmos de nós mesmos diariamente, poderemos ter acesso pleno ao melhor estado de nossas capacidades. Veja como fazer a manutenção:

    Durma

    Nada de se exceder para dar conta de algo. Tenha em mente que uma boa noite de sono recarrega seu corpo, limpa a sua mente e o renova. Não abdique disso.

    Organize a sua agenda

    Trabalhe em um tempo hábil para cuidar de seus afazeres durante o dia. Em horários específicos, tente executar suas tarefas. Desse modo, além de poder acompanhar o andamento delas, pode evitar desvios desnecessários.

    Pausas

    Nunca faça trabalhos contínuos por horas. Da mesma forma que os executa com prazer, a atividade pode drenar sua energia. Assim, faça pequenas pausas enquanto trabalha e, sempre que possível, descanse. Assim, você poderá respirar mesmo na correria de sua rotina e poderá retomá-la um pouco mais descansado.

    Pense em você

    Imersos em uma rotina massiva, acabamos por negligenciar a nós mesmos. Esquecemos que devemos nos dar uma maior atenção e cuidado. Portanto, devemos aprender a sair dessa zona e buscar novos ares, algo que nos agregue valor e que possa nos tornar mais felizes. Esse tipo de atitude pode ser um agente transformador em nossas vidas.

    Exemplos

    Devido ao uso constante da internet, um rapaz afirma que seu quadro depressivo piorou notavelmente. Bombardeado pelas notícias ruins que encontrava todo dia, bem como ao padrão de felicidade imposto pela rede, se sentiu mais oprimido e rebaixado. Com o tempo, isso acabou por trazer outros problemas, como crises de ansiedade.

    A solução para ele, neste caso, foi ter abandonado o uso da rede social. Com o tempo, ele se sentiu mais à vontade para focar em projetos pessoais sem a interferência de problemas internos e externos. Retomou antigos sonhos e traçou novas metas, buscando o equilíbrio interior nessas atividades.

    Ainda que o mundo externo nos afete, devemos reagir a ele de forma a não ceder aos seus impulsos. A negatividade que este possa nos dar pode acabar por declinar nossa vida, afetando nossos relacionamentos e qualquer chance de sucesso. A reação contra isso deve ser uma escolha ao nosso bem-estar.

    Assim sendo, ter uma boa saúde mental significa ter um ótimo equilíbrio emocional, mostrando resiliência diante de qualquer adversidade. Nesse contexto, a autonomia e confiança se mostram ótimos indicativos de que estamos bem conosco e com o mundo. Não é um caminho tão fácil, mas ainda assim dá para buscá-lo.

    Se você também já teve a sua saúde ameaçada, conte para a gente como chegou nesta situação. O que provocou esse quadro e quais as ferramentas que você utilizou para superar isso. Ademais, mostre para todos que eles também podem sair dessa situação e encontrar um ambiente totalmente novo para viver.

    Conheça nosso curso de Constelação

    Por fim, gostaríamos de te lembrar que oferecemos um curso de Constelação Clínica totalmente EAD. Em um mundo em que a saúde mental está tão sensível, saber como lidar com seus relacionamentos é um trunfo. Dessa forma, aplicar os conceitos da Constelação tanto individualmente quanto a nível profissional é algo desejável. Conheça as informações do curso clicando aqui!

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    catorze − três =