Constelação e ProfissõesConstelação Familiar

O que é storytelling? Saiba tuso sobre esta técnica

Quando falamos em temas como autopromoção, branding e marketing pessoal, é indispensável saber um pouco de storytelling.  Contudo, esse termo pode parecer um pouco estranho para quem está por fora desse vocabulário mais especializado. Se esse é um problema para você, não se preocupe. No artigo de hoje, destrinchamos o que essa palavra significa para que você possa usá-la com confiança. Não deixe de ler tudo até o final!

Storytelling literalmente

Bom, nós imaginamos que parte de nossos leitores realmente não tenha nem ideia do que significa storytelling porque a palavra faz parte do vocabulário da língua inglesa. Não se trata de um termo popularmente conhecido, então faz todo o sentido começarmos esse texto explicando a palavra em seu sentido literal.

Em inglês, a palavra story significa ‘história’, isto é, tipo as narrativas que contamos para as crianças antes de dormir. É importante ressaltar que não estamos falando de História com “h maiúsculo”, pois essa palavra faz referência aos marcos que constituem a linha do tempo. Por outro lado, a palavra telling é um verbo cujo significado é ‘contar’. Assim, temos que a combinação ‘story+telling’ significa ‘contar história’.

Esse é o básico que você precisa saber antes de conseguir compreender como esse conceito é importante para sua vida pessoal e profissional. Se não consegue enxergar como contar histórias pode ser relevante para a sua vida adulta, basta continuar lendo este artigo para descobrir!

E na vida pessoal, o storytelling serve para alguma coisa?

Para começo de conversa sobre a aplicação do storytelling, saiba que se trata de saber como transmitir mensagens e ideias de modo eficiente.

Por acaso, será que você já tentou ter uma discussão razoável com alguém, mas foi acusado de não saber se explicar direito? Bem, se você aperfeiçoar a sua maneira de se comunicar, é possível que isso venha a ocorrer com muito menos frequência.

Na verdade, a habilidade de storytelling não envolve saber contar historinhas infantis, mas ter facilidade de trabalhar com elementos da arte de contar uma narrativa. Nesse contexto, a sua trajetória profissional é uma narrativa. No entanto, o motivo que te levou a encerrar um relacionamento também pode virar uma história. Tendo isso em vista, fica difícil encontrar algo que não possa virar uma história com as habilidades certas.

Nosso foco de hoje: storytelling na vida profissional

Contudo, é fato que um dos ambientes mais propícios para conhecer o poder do storytelling é o espaço profissional. Nem sempre temos de trabalhar nossas narrativas diante das pessoas que amamos. Contudo, para crescer profissionalmente, é importante aperfeiçoar a narrativa que contamos sobre a nossa trajetória profissional.

Se você parar para pensar, o nosso currículo é uma oportunidade de contar uma narrativa. Uma entrevista de emprego também configura uma oportunidade. Até mesmo um pedido de promoção é uma chance de contar aquilo que tem feito.

O conceito mais conhecido de de storytelling

Para falar a verdade, o storytelling é uma técnica mais conhecida no âmbito da escrita. Com ela, você aprende a dominar elementos como:

  • personagem,
  • ambiente,
  • conflito,
  • mensagem.

A ideia é trabalhar essas questões em narrativas que tenham começo, meio e fim. Além disso, é importante ter um objetivo ao contá-las, que seja manifesto por meio de um encadeamento lógico e adequado de ideias. Nesse contexto, é importante saber se comunicar com assertividade para evitar qualquer tipo de mal-entendido. Na vida pessoal a falta de compreensão já é chato, imagina no trabalho!

Para aprender como fazer isso, você pode se inspirar em profissionais que admira. Provavelmente, em palestras e textos, essas pessoas contam como chegaram onde chegaram. Aprenda a identificar os elementos sempre presentes nessas narrativas e veja se consegue adaptar a sua história no mesmo padrão. Com a prática, você acabará chegando em um modelo de se expressar bastante original.

Ocasiões em que aprender storytelling pode ser relevante

Entrevistas de emprego

Como nós dissemos, uma entrevista de emprego é uma oportunidade de contar a história da sua trajetória. Não necessariamente ela precisa ser extensa. É perfeitamente possível ser um estudante sem experiência, mas contar uma história convincente sobre o que te motivou a se candidatar para um cargo específico.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    Nesse contexto, é muito importante gerar emoção e identificação em quem te escuta. É certo que uma entrevista nem sempre fornece o espaço para o candidato falar abertamente. Contudo, sempre vá preparado para assumir o controle da sua narrativa. Se tiver a oportunidade de falar, aproveite!

    Planejamento de carreira

    Caso já esteja trabalhando, mas não esteja satisfeito com o cargo atual, é possível que esteja almejando subir mais um degrau em sua carreira. Para isso, quase sempre é necessário negociar uma promoção com seus chefes. Nesse contexto, você também precisa saber lidar com o storytelling para conseguir atingir seus objetivos.

    Já comentamos que é importante emocionar. No entanto, é importante não permitir que a sua narrativa se torne um dramalhão que venha a trazer a reação errada em quem escuta. Lembre-se que a história que você está contando tem um objetivo, mas precisa ser adequada para o ambiente profissional. É como escrever um texto emocionante para o LinkedIn, entende? Tocante e profissional. 100% de um e 100% do outro.

    Branding

    Bom, caso você trabalhe com qualquer tipo de marca, também é importantíssimo ter conhecimento sobre os elementos do storytelling. É adequado que as marcas consigam transmitir para os potenciais clientes a história da marca, seus valores e seu posicionamento.

    A questão aqui é que agora não estamos mais falando da sua história individual. Trata-se da história por trás da marca que você representa ou para a qual trabalha.

    Nesse contexto, alertamos que todo o conceito de branding é algo que merece ser estudado. Geralmente são os publicitários e marqueteiros que costumam fazer isso. Porém, hoje em dia, conceitos como esse estão cada vez mais populares e acessíveis ao grande público. Aqui no Constelação Clínica temos um blog que mostra como associar a Constelação Familiar na profissão de publicitário e vale a pena dar uma lida para começar a aprender.

    Conquista de novas oportunidades

    Por fim, julgamos importante abordar a conquista de novas oportunidades, o que pode envolver trocar de empresa ou de carreira de modo geral. Nesse caso, observe que, por si só, o desejo de mudar já é um fator bacana para ser abordado em sua narrativa. Aprenda a identificar os elementos de sua trajetória para conseguir pontuá-los de maneira sensata em qualquer abordagem de storytelling que aderir.

    Considerações finais sobre storytelling

    Esperamos que este texto tenha aguçado a sua curiosidade sobre como usar o storytelling a seu favor. Caso queira aprender um pouco mais sobre comportamento humano e solução de conflitos, não deixe de checar o nosso curso de Constelação Clínica 100% EAD. Lembre-se que adquirir essa informação extra pode ser bacana para conseguir fazer transições de carreira ou se realizar no trabalho com mais facilidade. Assim sendo, confira nosso curso!

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    dezesseis − 7 =