Constelação e RelacionamentosConstelação Familiar

Sofrimento emocional: superando com a Constelação

Sensíveis como somos, todos nós vivemos os impactos do mundo e reagimos a eles de forma profunda às vezes. Com isso, as reações que demonstramos podem se acumular e impregnar em nossa mente, causando sofrimento emocional. Descubra como a Constelação familiar enxerga isso e como ela pode ajudar.

O que é sofrimento emocional?

Tão flagelante quanto o sofrimento físico, o sofrimento emocional é uma resposta psíquica a momentos desagradáveis. Enquadrando-o como uma doença apenas para exemplificar, é possível enxergá-lo como um tormento psicológico duradouro, por vezes intenso e angustiante. Embora não seja palpável, consegue nos tocar de forma profunda.

O sofrimento emocional surge de situações com as quais não conseguimos lidar, acreditando que somos os alvos dela. Não o bastante, também se origina daquelas onde há uma situação projetada. Em suma, falamos de criar temores com pequenas ações alheias e se antecipar quanto ao sofrimento que podem causar.

Por mais que tentemos, é praticamente impossível não sentirmos esse tipo de angústia. Somos seres sencientes, de natureza física e psíquica bastante complexas. Todos os estímulos externos nos afetam e trazem à tona o que guardamos por dentro. Sob a perspectiva da Constelação, nosso sofrimento é um espelho do emaranhado que carregamos por dentro.

Por que acontece?

Nossas relações com o mundo afetam a forma como enxergamos ele, conduzindo nossas reações. Estabelecemos uma rotina sentimental para lidar com cada situação. Moldamos a forma de interagir com esses estímulos de acordo com as vivências pessoais e com as que herdamos.

Entretanto, quando se descontrola, certamente caímos em sofrimento emocional. Essa rotina que estabelecemos, inconscientemente, evita com que entremos em contato com aspectos mal resolvidos do nosso ser. Situações anteriores com os antepassados continuam a pressionar o fluxo da família e nos empurram a um desgaste psicológico.

Quando nos expomos a determinadas situações, acessamos uma parte que havíamos escondido. É por meio delas que se manifestam os temores e as dores que sentimos. Dessa forma que descobrimos de forma superficial o que está pendente em nossa vida. As crenças e pensamentos que nutrimos encontram lugares nas rupturas do nosso desenvolvimento social.

Enxergando os relacionamentos

Todos nós imaginamos encontrar alguém que nos faça relacionar bem, trazendo apoio, segurança, carinho e prazer. Ainda que tenha natureza própria, também é alguém que admiremos e que queremos a admiração. Dessa forma, teremos uma ponte para construir e estabelecer laços emocionais.

Contudo, é cada vez mais comum uma intolerância entre as partes, bem como uma cobrança. Isso porque muitas pessoas tentam alterar o parceiro, já que encontram algo que as desagradam ou não compreendem. Com o tempo, passam a ver cada atitude do parceiro como uma agressão ao seu bem-estar.

Sem perceber, ambos estão repetindo papéis que foram de seus antepassados. Assim, enquanto um toma uma atitude mais passiva e recebe aquilo silenciosamente, o outro toma a frente e tenta controlar a situação. A quebra da Lei do Equilíbrio, o dar e receber igualmente, não é respeitada esse caso. Dessa forma, a relação caminha decidida a fracassar.

Consequências

O sofrimento emocional é uma espiral decadente na vida de quem o vive. Ainda que os estímulos sejam provenientes do mundo externo, o seu interior é que reage constantemente a eles. Mesmo que distantes desses catalisadores, seu mundo interno já estará maculado.

Para quem sofre com tormentos psíquicos e não procura ajuda acaba por desenvolver algumas dessas consequências:

Isolamento

O sofrimento pode erguer uma barreira no indivíduo e levá-lo ao isolamento social. Se antes ele gostava de estar perto das pessoas, bem como à vontade numa multidão, se torna alguém recluso. Isso porque a angústia lhe toma a força e desabafar com alguém parece um esforço gigantesco.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    Além disso, muitas pessoas temem ser julgadas. Em suas mentes fraturadas acreditam que serão vistas como fracas e sem vontade de resistir.

    Fixação

    Naturalmente, as pessoas querem se livrar dos seus tormentos, mas note que um vício comum é a obsessão. O indivíduo passa a comentar incessantemente do seu tormento, revivendo momentos passados constantemente. Parte disso se deve a uma culpa que ele carrega também, fruto de alguns pensamentos distorcidos. Assim, fica mais difícil buscar um alívio.

    Alterações no humor

    Com a exposição constante aos contribuintes desse mal-estar, um indivíduo acaba por ser volátil emocionalmente. Explosões de humor, em especial a raiva, passam a ser uma ferramenta de escape àquela situação. Entretanto, esses mesmos chistes podem causar outras feridas, com o abuso de drogas ou noite mal dormidas.

    Autoestima

    Atormentado pelo sofrimento emocional que passa, uma pessoa começa a negligenciar cuidados com ela mesma. Ela se prende exclusivamente as impressões carregadas em seu campo familiar, se mantendo fiel a elas. Começa por coisas simples, como deixar de tomar banho ou fazer exercícios. Assim, seguindo este caminho, acaba por agravar seu estado mental.

    Dicas

    Ainda que seja um momento bastante duro, é possível encontrar uma saída. Toda a reconstrução dependerá do paciente, mas o mesmo pode ter a ajuda da Constelação familiar no tratamento. Graças a ela, poderá entender o porquê de reagir tão mal a algumas situações.

    Com o auxílio do tratamento, confira algumas dicas que podem te ajudar:

    Posicione lugares

    Tente encontrar os reais sentimentos que nutre ao parceiro e veja quais ele nutre por você. Dessa forma, evitará mal entendidos quando alguma situação delicada surgir. Ficará mais fácil de entender quando ela/ele quiser fazer algo sozinho. Um bom exemplo são os exercícios, quando se habituou a fazer algo em conjunto com você.

    Equilíbrio

    Retomando o que foi dito, a Lei do Equilíbrio ajuda a estruturar sua relação com outras pessoas. Através dela, é possível balancear as trocas da relação, não dando em excesso e nem apenas recebendo. Equilibrar as coisas evita o desperdício desnecessário de energia física e emocional.

    Exponha

    Ainda que muitos não percebam, há uma ponta de orgulho em nossas atitudes. Por conta disso, muitos de nós não conseguem se livrar do sofrimento emocional que experimentam ao longo a vida. Procurar a ajuda de um constelador pode ajudar a entender o porquê de reagir tão profundamente a isso.

    Livre-se do passado

    Com o constelador, é hora de se livrar das amarras. A ajuda dele te encaminhará a um lugar onde o passado da sua família não tem lugar. As ações e reações que seus ancestrais imprimiram inconscientemente em você serão revistas e eliminadas. Dessa forma, você entenderá as raízes machucadas que originam o sofrimento emocional.

    O sofrimento emocional é a recompensa para quem se entrega às raízes comportamentais da sua família. Somos o fruto de muitas batalhas, boas ou não, que hoje condensam as marcas que carregamos e nos machucam. Infelizmente, nossa vida está em jogo, entregues para a imprevisibilidade desses vínculos.

    Ainda assim, temos uma excelente chance de quebrar essas algemas familiares. A Constelação pode enxergar e nos ajudar a consertar as feridas que não foram curadas antes e repassaram para nós. Temos o direito de sermos felizes e merecemos essa chance.

    Caso conheça alguém que está em sofrimento emocional e quer ajudar, entre em contato conosco. O curso de constelação online te municia com as ferramentas necessárias para atender qualquer tipo de paciente. Graças a ele, você pode entender o que está por baixo daquele comportamento em particular.

    O certificado ao fim do curso atesta a formação de um excelente profissional em um dos mais respeitados cursos da área. Não o bastante, o valor das mensalidades é bastante atrativo e você estuda quando quiser com as aulas online. Não fique parado e comece agora as suas aulas! Certamente há alguém precisando de ajuda para lidar com seu sofrimento emocional e você pode ser a pessoa responsável por ajudar!

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    9 − 4 =