Constelação e RelacionamentosConstelação e vida diária

Ser criança: significado e melhores práticas para pais

ser criança

Embora hoje em dia a infância tenha um papel fundamental no desenvolvimento humano, nem sempre foi um assunto levado a sério. Ser criança no século XXI tem relação com uma série de direitos, como saúde, lazer e educação. Para entender mais sobre o assunto, te convidamos a ler o nosso post.

O que é ser criança?

“Ser criança é ter a capacidade de ser feliz com o pouco ou muito que a rodeia.” (Autor: desconhecido)

“Ser criança é o estado mais puro do ser humano!” (Autor: desconhecido)

Essas duas frases citadas acima conseguem traduzir de forma simples o conceito de ser criança. O termo pode abranger outros aspectos, afinal é algo que parece fácil de explicar, contudo apresenta várias variações conforme o ponto de vista.

No dicionário, o significado de ser criança está relacionado a o período da infância, que está entre o nascimento e a puberdade. Ou ainda, a expressão pode ser utilizada para designar uma pessoa que não tem experiência ou é inocente demais.

Ser criança é ser feliz: o que os pais podem fazer?

Ainda falando sobre ser criança, discutiremos o que os pais podem fazer para ajudar os seus filhos a terem uma infância mais feliz. Sabemos que criar um outro ser humano não é nada fácil, afinal garantir que aquela criança tem todas as oportunidades exige tanto dos pais quanto da sociedade.

Então, para te ajudar a ter melhores práticas, te trouxemos algumas dicas. Confira!

1. Esteja presente e reserve um tempo de qualidade com os seus filhos

A primeira dica que trazemos aqui é sobre a importância de estar presente na vida de suas crianças. Embora achemos que os pequenos só gostam de ganhar presentes materiais, como brinquedos, não só isso que traz um sorriso ao rosto deles.

Afinal, as memórias que o seu pequeno terá desses momentos tão especiais ao seu lado o ajudarão a moldar a sua personalidade. Aqui vale de tudo, pode ser uma manhã no parque, uma tarde no shopping ou até mesmo fazerem um almoço de final de semana juntos.

Sabemos que na correria do dia a dia não é possível ter uma presença integral nas atividades dele. Contudo, quando estiver com o seu filho, busque valorizar este momento e, de fato, estar presente na atividade.

2. Aposte na comunicação não-violenta

Antes de mais nada, a comunicação não-violenta tem as seguintes premissas:

  • respeito;
  • empatia;
  • atenção;
  • segurança emocional

Tudo isso ocorre por meio da linguagem.

A comunicação não-violenta ajuda a reforçar a autoestima e a relação de confiança entre pais e filhos. Por isso, ela é bastante benéfica, pois ajuda o seu filho a crescer de forma feliz e sem traumas e, com isso, ser uma criança feliz.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    3. Desenvolva a inteligência emocional

    A inteligência emocional é uma habilidade que é muito importante, por isso deve-se trabalhá-la desde a infância. Aliás, não pense que uma criança feliz é aquela que apenas tem momentos de felicidades e não tem sentimentos de tristeza e raiva.

    Quando a criança tem uma inteligência emocional, ela reconhece os seus sentimentos, e sabe lidar com eles. Por exemplo, ao receber um “não” de seus pais, obviamente ela se sentirá frustrada, mas conseguirá verbalizar essa sensação e não fará birras.

    Então, os pais precisam ajudá-la a desenvolver esse tipo de inteligência para que ela possa crescer de forma saudável. Tornando assim, um adulto mais consciente de seus sentimentos.

    4. Estimule o contato com o meio ambiente

    Sabemos que a natureza tem um papel fundamental na nossa saúde seja ela física ou emocional. Assim, estimular as suas crianças a respirarem um ar puro e terem uma conexão com o meio ambiente é uma dica bastante valiosa.

    Por exemplo, aproveite para relaxar na sombra de uma árvore num parque. Essa experiência não é apenas sensorial, mas também uma forma de interação entre pais e filhos.

    5. Ajude o desenvolvimento infantil por meio de brincadeiras

    As brincadeiras e os jogos são formas de estimular o desenvolvimento da criança, em especial quando a iniciativa parte de seus pais. Aliás, é muito importante que você respeite o tempo de cada um e que não pule etapas para que ele não se sinta “apressado” ou “que ficou para trás”.

    6. Estimule a criatividade do seu filho

    A imaginação e a criatividade são importantes para o crescimento da criança, por isso é fundamental que os pais sempre a incentivem. Aliás, a criatividade ajuda no desenvolvimento cognitivo do seu pequeno. Então, entre no clima das imaginações dele e sempre esteja criando novas brincadeiras.

    Outra questão importante é que você evite cortar esses momentos de criança de seu filho já que ser uma criança feliz dependerá disso.

    7. Evite fazer comparações

    É muito comum os pais fazerem comparações entre seus filhos ou com outras crianças. Então, evitar fazer isso é muito importante, afinal cada criança é única e possui particularidades em muitos aspectos.

    Alguns exemplos dessa particularidade são uns conseguem falar mais cedo do que outros ou aprendem andar mais rápido. Por isso, nunca compare a sua criança com as demais, não importa se é algum comportamento ou alguma característica física.

    Essa situação quando ocorre entre irmãos pode gerar um clima de rivalidade. Aliás, é esse ambiente que impede que seus filhos cresçam de forma saudável e pode causar tristeza e angústia nos pequenos.

    8. Ensine-o a valorizar as pequenas coisas

    Essa dica vale até para nós mesmos, mas é muito importante que, desde a infância, a criança aprenda isso. Então, ensinar essa lição é um papel dos pais! Uma dica é que ao final do dia, juntamente com seu filho, você crie o hábito de relembrar as coisas boas que aconteceram no dia e agradecê-las. Com isso, você irá ajudar a sua criança a ser mais feliz.

    9. Valorize os talentos da sua criança

    Por fim, valorize os talentos de seu filho! Por exemplo, se a sua criança tiver habilidades musicais ou for mais voltada para a tecnologia, não poupe elogios. Já que ter essa atitude o incentivará a colocar em prática os seus talentos únicos e os ajudaram a serem crianças felizes.

    Ser criança feliz: atitudes simples que os pais podem adotar

    Para finalizar o nosso post trazemos algumas atitudes simples que os pais podem fazer no dia a dia para ajudar o seu filho a ser uma criança feliz. Então, confira:

    • acordá-lo com muitos abraços e beijos;
    • participar da rotina dele, como nas tarefas escolares;
    • brincar ao ar livre com ele, pelo menos uma vez por semana;
    • abraçar sempre que possível.

    Considerações finais sobre ser criança

    Com o nosso post, você pode entender melhor sobre o que é ser criança. Mas caso precise saber mais sobre como resolver os conflitos que surgem nessa fase da vida, temos um convite: conheça o nosso curso completo de Formação em Constelação Familiar e Sistêmica. Então, não perca essa oportunidade e inscreva-se já!

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    12 + oito =