Constelação e Relacionamentos

Sami Storch: práticas em Direito Sistêmico

Sami Storch e direito sistêmico

Em 2006, Dr. Sami Storch atuava na Comarca de Itabuna, Bahia, sendo o primeiro juiz brasileiro a usar as constelações para resolução de conflitos em processos judiciais.

Anos depois, o próprio criador da constelação, Bert Hellinger, convidou Sami Storch a apresentar os resultados do seu trabalho na Alemanha para um público acima de 450 pessoas de vários países. Isso aconteceu em 2015.

A sua apresentação mostrou que as taxas de pessoas que aprovam e aplicam o Direito Sistêmico são surpreendentes. Atualmente, 11 estados brasileiros usam com sucesso as mesmas técnicas de constelação familiar para facilitar a resolução nos seus tribunais.

Complicações no sistema familiar segundo Sami Storch

Segundo Sami Storch, existem numerosas questões enfrentadas por um indivíduo. Ele defende que elas podem vir de fatos graves acontecidos no passado. No entanto, eles podem não ter acontecido na própria vida dessa pessoa, mas na dos seus parentes de gerações antecedentes, que acabaram deixando uma marca familiar. Tais questões incluem bloqueios, abalos e problemas de relacionamento.

Dessa forma, ruínas fatais ou prematuras, solidões, distúrbios complexos, segredos, culpa, imigrações, relações desfeitas de forma “mal resolvida” e abortos são algumas das circunstâncias que podem acarretar emaranhamentos no sistema familiar, estimulando complicações na família.

Como a técnica de Direito Sistêmico pode ser útil hoje para o judiciário?

Defensores, advogados, juízes e promotores notam que a constelação traz inúmeros benefícios a elementos envolvidos nos casos judiciais.

As constelações sistêmicas permitem que essas pessoas vejam a situação sistematicamente, analisando o que estava fora de ordem a muito tempo, bem como aquilo que estava fora de equilíbrio. Dessa forma, a dinâmica permite que tais indivíduos admitam as suas falhas e considerem as suas responsabilidades na formação do problema.

Nesse contexto, o profissional não precisa aconselhar ou utilizar qualquer forma didática de ajuda. Isso porque a própria pessoa é capaz de olhar para o próprio problema e encontrar a solução. Assim, essa mudança virá de um processo de autorreflexão.

Outras informações sobre Sami Storch

Sami Stock afirma que há tempos que observamos a incapacidade do poder judiciário de processar e julgar os problemas que lhe são solicitados. De acordo com ele, em geral, há um grande vácuo na estrutura pessoal do governo. Por outro lado, a sociedade e o meio jurídico já reconhecem que existem novos tratamentos e métodos em resolver os conflitos familiares que ocorrem no poder judiciário.

Esses novos meios de solução devem estabelecer meios de apenas não resolver o conflito pessoal, mas também fazer com que as pessoas envolvidas no meio judicial permaneçam em união estável, mantendo o clima de paz mesmo depois de uma discussão.

Discórdias entre famílias segundo Sami Storch

Um julgamento de mérito decidido pelo juiz muitas vezes causa discórdia e desarmonia nos laços familiares. Em diversos casos, a posição que a família se põe em eventos processuais acaba prolongando o sofrimento para as ambas partes.

Tal caso é ainda mais claro nos problemas familiares, que envolvem filhos. Qualquer testemunha que depõe a favor de uma outra parte acaba trazendo à tona momentos de infelicidade para todos os envolvidos devido à sua posição com relação ao tribunal.

Logo, mesmo depois do julgamento, os conflitos entre ambas permanecem, acarretando em instabilidades para toda a família.

NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

Soluções trazidas por Sami Storch

Há 12 anos, Sami Storch utiliza técnicas de constelações familiares sistêmicas almejando manter a quietude e equilíbrio entre os envolvidos.

Ele optou por usar o método das constelações familiares com o objetivo de alcançar prontidão nos resultados de conciliações entre famílias, amigos e profissionais da área. Assim, ele busca minimizar os conflitos tão comuns ao ambiente judiciário brasileiro.

Leia também:  Resolvendo conflitos usando a Constelação Sistêmica

Direito Sistêmico segundo Bert Hellinger

A abordagem das constelações familiares sistêmicas foi empregada como método terapêutico pelo filósofo e terapeuta Alemão Bert Hellinger.

Hellinger adotou o modelo de constelações familiares para a abordagem moderna usando influências da terapia primária, da análise transacional, da hipnoterapia, da psicologia da Gestalt e de várias formas de terapia de grupo.

Os direitos sistêmicos são aplicados com sucesso em todos os continentes. No trabalho da constelação, o ponto focal é o sentimento que os participantes experimentam quando são selecionados para representar os membros do sistema do cliente (família).

Resultado satisfatório em direito sistêmico

O Brasil é pioneiro na utilização dessa técnica no Judiciário, que já está presente em dezessete tribunais do país. Entre 2012 e 2013, o juiz Sami Storch obteve 100% de êxito nos acordos em processos de esforços conjuntos. Neles, ambas as partes estiveram presentes.

O tema está crescendo no Brasil por sua relevância humanitária e social. Os resultados parciais obtidos até agora são satisfatórios. No momento, o estudo está nos seus estágios iniciais, sendo feito por meio da coleta de dados.

Sami mostra que o direito sistêmico está vinculado às ciências sociais aplicadas e merece ser analisado profundamente porque, por meio dele, podemos identificar situações pessoais e ocultas que acabam interferindo diretamente na decisão das petições. Uma vez que a sua aplicação prática revela resultados reais e eficazes, ele é entendido como uma forma positiva e alternativa de pacificação social e cura individual.

Importância da prática do Direito Sistêmico

Como pudemos avaliar, a abordagem sistêmica de Sami Storch nos permite olhar a realidade com outros olhos. Através do direito sistêmico, conseguimos revisar os nossos erros e falhas que nos impediam de reconhecer como as ações que acontecem hoje comprometem futuros distantes como o de nossos filhos.

Além disso, também conseguimos enxergar como eles afetam, ao mesmo tempo, o que acontece além dos nossos horizontes de visibilidade. Abrimo-nos, portanto, a uma realidade diferente daquela que observamos anteriormente.

Ao reconhecer como as nossas ações afetam os outros e a nós mesmos, tanto de uma perspectiva estrutural quanto temporal, podemos ter a certeza que precisamos mudar os nossos conceitos sobre determinados assuntos.

Considerações finais

Agora é possível reconhecer que temos o poder de afetar os nossos familiares e principalmente as pessoas ao nosso redor. É possível que você não conseguisse perceber esse ponto de vista do Direito Sistêmico. Agora que você o conhece, isso te dá a responsabilidade de zelar pelos seus relacionamentos de modo a torná-los cada vez melhores.

Nesse artigo podemos conhecer um pouco da história de Sami Storch e como surgiu o Direito Sistêmico. Se você tem interesse em conhecer mais sobre esse universo de constelações familiares e melhorar os seus relacionamentos, nós convidamos você para fazer o curso online de constelações familiares.

Você não precisa sair de casa para obter conhecimento de qualidade! Basta escolher o seu próprio horário de estudos e você poderá ter acesso a muitas aulas e materiais que poderão te ajudar a se inteirar sobre o mundo da constelação e sobre assuntos relacionados a Sami Storch. Tendo isso em vista, não perca essa oportunidade! Se matricule hoje mesmo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − 6 =