Constelação e ProfissõesConstelação e Relacionamentos

Relacionamento no trabalho dá certo?

É inevitável: a convivência diária dentro de empresas pode acabar unindo sim grandes amores ou até mesmo gerando amizades coloridas. Não importa o grau do relacionamento do casal, alguns cuidados em relação ao ambiente de trabalho precisam ser tomados para que tudo dê certo, tanto do lado profissional quanto pessoal.

No entanto, como conciliar tudo isso? Ter chefe, colegas, hierarquias, conflitos profissionais e um relacionamento funcional?

Se você está se perguntando como um relacionamento no trabalho dá certo, confira no artigo algumas dicas que separamos!

A convivência do casal

Cada caso é um caso. Portanto, nunca fique se comparando com outros casais de outras empresas ou com alguém que você ouviu falar. O contexto de cada um é único e precisa levar em conta as funções exercidas. Ademais, entram na equação o tipo de trabalho, a relação de hierarquia e por aí vai.

Juntos, os dois precisam conversar e avaliar como o relacionamento pode afetar o trabalho e como o trabalho pode afetar o relacionamento. Dessa forma, vocês podem se planejar, discutir limites, fazer concessões e estar em completa sintonia.

Especialmente se um dos dois for superior na hierarquia do trabalho, é preciso ter muito cuidado na hora de saber separar as situações. Nesse contexto, o outro precisa entender que o seu superior no trabalho não pode dar nenhum tipo de tratamento exclusivo em detrimento de outros. Ademais, não passar por cima de erros, por exemplo.

É muito importante também que todos os problemas do trabalho acabem assim que chega o fim do expediente. Assim, fora do escritório, qualquer ressentimento profissional deve ser deixado de lado. Nesse contexto, saiba separar as situações.

Converse com seus colegas sobre o relacionamento no trabalho

Se vocês como casal estão fazendo todo o planejamento e discussão para saber separar os lados, não adianta nada se seus colegas de trabalho ficam relembrando que vocês estão juntos, fazendo brincadeiras ou que até mesmo se sintam incomodados com a situação. Assim sendo, converse com eles, explique que vocês estão separando o profissional do pessoal e que esperam que seus colegas façam o mesmo.

Vocês também precisam pensar em seus colegas quando assumem o relacionamento. Caso o casal não consiga separar as coisas, eles vão se sentir constrangidos estando na presença de vocês. Assim, com uma reação em cadeia, o comportamento indevido de um casal pode afetar a produtividade dos mais próximos no escritório. Nesse contexto, pensem em como vão lidar com essa situação antes de assumir o relacionamento e definam um código de conduta dentro da empresa.

Informe aos seus chefes

Algumas empresas possuem políticas sobre relacionamento, mas nenhuma delas deve proibir o inevitável. De qualquer forma, é sempre bom informar aos seus superiores para que eles não saibam através de terceiros. Tomar a a decisão de comunicá-los revela profissionalismo e ajudará vocês a ter uma ideia de como se portar na empresa no futuro.

Se for o caso da empresa do casal, conversem com os funcionários. Dessa forma, expliquem que vocês estão separando as situações e que não há motivos para preocupação em relação à produtividade e rendimento no trabalho. Deixem claro que nada irá mudar e vocês continuarão sendo excelentes profissionais.

Contudo, continuem provando no dia-a-dia que, de fato, não há motivos para preocupação. Assim, se comportem sem demonstrações de afeto durante o expediente, sem conversas pessoais e sem tratamento especial. Do inicio ao fim do expediente, vocês devem se portar como colegas de trabalho. Isso principalmente de modo que o seu chefe(a) esteja ciente disso.

Façam acordos

Não há garantias de que tudo que vocês combinam e planejam no inicio do relacionamento vai funcionar. Assim sendo, separar as coisas é algo extremamente complicado e algo que você não pode se cobrar de acertar de primeira. Nesse contexto, planejamentos são feitos para serem ajustados. Dessa forma, é isso que vocês devem fazer ao longo do relacionamento: ajustar-se.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    Analisem tudo: se há brigas, se seus colegas estão interferindo, se seu chefe não está gostando, se o comportamento dos dois está adequado. Assim sendo, conversem posteriormente e façam acordos. Alguns deles, já mencionados, podem ser:

    1.Não levar brigas para casa:

    Os tópicos das brigas de casa devem ser outros e precisam ser resolvidos em suas próprias particularidades. Misturar tudo vai causar um grande estresse aos dois.

    2.Continuar sendo colegas como sempre:

    Lembre-se da cordialidade com a qual vocês se tratavam nos primeiros dias de trabalho. Assim sendo, resgate esses momentos e compare com o comportamento atual de vocês. Se estiver muito diferente, está na hora de rever a postura do casal. Nesse contexto, perder a paciência com pequenos erros do outro ou cometer deslizes e demonstrar afeto não é algo muito profissional. Portanto, tenha cuidado!

    3.Sem ressentimentos com feedbacks ou ordens:

    Especialmente se um dos dois for superior na hierarquia, todo o ressentimento com ordens deve ser deixado de lado. Assim, ambos também precisam continuar abertos a receber feedbacks de forma profissional. Dessa forma, fora do trabalho, a pessoa que está subordinada não pode pedir concessões, tratamento especial ou aumento de salário. Nesse contexto, esses pedidos podem gerar um enorme tumulto e constrangimento entre todos os colegas.

    4.Não levar brigas para o trabalho:

    Vocês brigaram na noite anterior? Bem, a resolução disso vai ter que ficar para depois. Assim, a missão é não deixar nenhum de seus colegas ou superiores perceberem que vocês estão brigados. Mesmo que vocês não morem juntos, ainda assim podem se estranhar por motivos que não dizem respeito ao trabalho. No entanto, esses problemas precisam ser resolvidos na hora certa. Esse momento não é o horário do expediente.

    Limites no relacionamento no trabalho

    Estabelecer limites é um conselho que deve ser dado a todo casal. Ambas as partes precisam estar cientes dos limites do outro e fazer concessões, se for preciso. No caso de relacionamentos em ambiente de trabalho, os dois precisam traçar limites em duas situações: como profissionais e como casal. Nesse contexto, são limites diferentes, mas complementares.

    Por exemplo, digamos que vocês estejam ficando menos tolerante aos erros do outro no trabalho e acabam aumentando o tom de voz ou sendo menos sútil nos feedbacks. Isso em comparação ao que fazem com outros colegas. Esse pequeno desgaste continuará afetando até mesmo momentos posteriores ao expediente, porque você se sentiu magoado pelo tratamento do outro ou vice-versa.

    Então, vocês precisam também estabelecer limites sobre tom de voz. Nesse contexto, é comum que o casal perca esse filtro ao longo do tempo por se sentir mais confortável com seu par. No entanto, em ambiente de trabalho isso não pode acontecer de jeito nenhum, especialmente para não constranger seus colegas.

    Sejam felizes!

    O principal de tudo é ser feliz, sim! Com amor, respeito e carinho, um relacionamento mesmo no trabalho pode fluir tranquilamente para os dois.

    Contudo, caso um de vocês não esteja preparado para lidar com as complicações em relação a separar conflitos pessoas e profissionais, talvez não seja a hora de arriscar seguir um namoro assim. Isso até mesmo pela alta probabilidade dessa falta de entendimento prejudicar o emprego dos dois.

    Revisando: façam acordos, separem os lados e sejam felizes. Não deixe que as opiniões dos seus colegas ou até de familiares prejudiquem o relacionamento que você está construindo. Não vai ser fácil e será preciso fazer muitas concessões, mas qual relacionamento não é assim? O que importa é que haja respeito, cumplicidade, amor e muita felicidade.

    Caso se interesse pelo tema e queira entender como lidar com o tema de relacionamento no trabalho, faça nosso curso totalmente EAD! Sserá uma ferramenta útil para implementar em sua empresa, o que melhorará a interação entre sua equipe. Assim sendo, conheça mais sobre nosso curso clicando aqui.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    dezessete − 10 =