TranstornosTranstornos e Doenças

TDAH: o que é, sintomas e tratamentos

tdah transtorno do déficit de atenção e hiperatividade

TDAH significa Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade. É um problema que ficou muito conhecido nos tempos atuais. Nesse contexto, seus sintomas se confundem com a nossa falta de capacidade de lidar com os diversos estímulos que temos, como o celular. Dessa forma, dificultando a concentração. Além disso, esse transtorno merece atenção, já que acomete crianças, principalmente na idade escolar. Porém, há muitos pais que confundem “ser criança” com transtorno de hiperatividade, o que prejudica a vida dessas crianças.

No entanto, há técnicas terapêuticas, como a Constelação Familiar, que auxiliam pessoas com TDAH, e tem resultados positivos. Assim, quando os pais precisam cuidar de um filho diagnosticado com o transtorno, a Constelação se faz importante.  Nesse contexto, cada um entende seu papel naquela situação e como proceder para lidar com ela.

Portadores do transtorno possuem sintomas associados à falta de atenção, que são usados na hora do diagnóstico. Nesse cotexto, alguns deles são a impulsividade e a necessidade de estar em movimento. Todos temos um grau de desatenção, no entanto, não é por isso que o diagnóstico será de TDAH. Leia mais sobre o tema e como a constelação familiar pode ajudar.

O que é TDAH?

Sintomas de TDAH

Um especialista diagnosticará o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade com uma série de perguntas e testes. Contudo, chegar a essa conclusão não é fácil, seja adulto ou criança, pois todos temos um pouco deles. Nesse contexto, alguns dos sintomas são:

Dificuldade de ficar parado – Estar sempre andando ou mexendo uma parte do corpo;

Parar de prestar atenção quando o interesse acaba – Seja em uma conversa ou em uma leitura;

Impulsividade – Tendência a tomar decisões sem planejamento adequado, de modo que essas decisões impulsivas começam a atrapalhar a vida da pessoa;

Irritabilidade – Quando coisas pequenas para uns se tornam gigantes para os portadores do transtorno;

Problemas de concentração – A tarefa de simplesmente focar em algo é tão árdua que muitas vezes os portadores não conseguem fazer suas obrigações.

Claro que há muito mais fatores envolvidos. No entanto, se você já detectou alguns deles em si mesmo ou em uma criança de sua responsabilidade, existe uma tendência forte para diagnóstico positivo de TDAH.

As crianças, quando apresentam esses sintomas, estão buscando formas de exteriorizar o que há de errado nelas, como se fosse uma busca por ajuda. Nesse contexto, quando os responsáveis não percebem que há algo de errado, a criança cresce convivendo com o transtorno. Isso sem saber que tem capacidade para diminuir seus sintomas.

Por muito tempo, pessoas acreditaram que crianças com déficit de atenção e hiperatividade iriam ter seus sintomas amenizados conforme o crescimento. Contudo, não é isso o que acontece.

O transtorno sem tratamento causa problemas no adulto, como uma dificuldade de concentrar tão grande que até pequenos barulhos no ambiente do trabalho tornam-se motivos de extrema irritação. Assim, os sintomas continuam lá, mas talvez não se exteriorizem tanto quanto na infância.

NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

A importância da constelação familiar

Em termos de transtornos mentais, os tratamentos não necessariamente precisam ser os mesmos para todas as pessoas. Existem remédios que são bons e eficazes. No entanto, é possível conseguir resultados eficazes por meio de tratamentos alternativos. Ademais, é preciso também incorporar à rotina atividades físicas, bons hábitos e noites de sono bem dormidas. Nesse contexto, a terapia também é importante.

Uma técnica que vem mostrando bons resultados é a constelação familiar. Nesse contexto, o profissional vai analisar todos os membros de sua família. Além disso, investiga a relação com eles para determinar causas de problemas que você nem imaginava.

Leia também:  Déficit de atenção: O que é e como a Constelação pode ajudar

Adultos com TDAH podem ter desenvolvido o problema a partir de certas situações na infância, envolvendo seus pais ou irmãos. Nesse contexto, ressignificar esses momentos pode ajudar o paciente a conviver melhor com os sintomas.

No caso de crianças diagnosticadas, os pais precisam entender a influência que podem ter sobre o transtorno. Assim, a família inteira da criança com TDAH terá papel importantíssimo para ajudá-la a crescer convivendo com o transtorno. Dessa forma, evitará problemas para o filho em sua vida adulta.

O que diz a constelação familiar sobre TDAH?

TDAH pode ter origem genética ou de uma má formação na parte do cérebro responsável pela concentração. Geralmente, filhos de pais fumantes podem ter mais chances de apresentar o transtorno por causa dos efeitos da nicotina.

No entanto, não é somente a formação do cérebro que causa o problema. Sistemas familiares complicados e emaranhados podem provocar na criança a manifestação de alguns sintomas.

Para a Constelação Familiar, o desenvolvimento do TDAH pode está atrelado à grandes perdas na infância. Assim, um relacionamento conturbado na família ou casos de depressão negligenciados podem ter influência sobre o transtorno.

Influência da família na convivência do transtorno

Como vimos, a relação dos pais, perdas ou problemas mentais na família levam a criança a externalizar cada vez mais sintomas do transtorno.

Nesse contexto, apenas levar ao psiquiatra e medicar a criança com remédios controlados também é uma forma de negligência. Dessa forma, os medicamentos “curam” os sintomas na perspectiva de quem convive com a criança. No entanto, para ela é apenas um paliativo. As causas do transtorno continuarão lá, sem serem tratadas, sendo que uma hora ou outra virão à tona.

Crianças com TDAH

Crianças com o transtorno parecem estar sempre agitadas, trocando de atividades com frequência e muitas vezes não ouve quando chamam seu nome. Na cabeça em formação delas, parece que estão procurando algo essencial o tempo todo. Assim, por essa razão precisam resolver o assunto com pressa e largam tudo que estão fazendo para isso.

Para a constelação familiar, a criança desatenta está, na verdade, trabalhando em algum problema familiar. Dessa forma, está buscando resolver do jeito como ela sabe fazer.

Quando a escola e a família não conseguem interpretar esses padrões comportamentais, isso pode gerar muitos problemas para a criança na fase adulta. Assim, terá dificuldades de se manter em um mesmo trabalho, dirigir será uma situação de perigo e não conseguirá finalizar seus projetos.

Essas situações podem levar a um quadro de ansiedade e depressão, que possuem origem em um transtorno que foi negligenciado pelos pais e escola.

Tratamento

Tanto para crianças quanto para adultos, o tratamento precisa ser um conjunto de:

Remédios: sim, às vezes o uso do medicamento é necessário. Busque sempre um profissional competente e questione a necessidade. Nesse contexto, tenha em mente que nem sempre os remédios são boas respostas.

Terapia: existem muitas formas de fazer terapia para lidar com os sintomas de TDAH. Nesse contexto, como mencionamos anteriormente, a Constelação Familiar é uma técnica que vem mostrando muitos resultados. O diferencial dela é trabalhar com a família inteira para aliviar os sintomas, buscando a causa do problema e resinificando-o.

Exercícios físicos: além de gastar energia excessiva, exercícios ajudam a melhorar a concentração.

Boas noites de sono: um corpo cansado não funciona bem. Assim sendo, é de extrema importância cuidar da qualidade do sono, para que possamos estar funcionais em todos os aspectos de nossas vidas!

Gostou do artigo e quer aprofundar seus conhecimentoes na técnica terapêutica da Constelação Clínica? Então se inscreva agora no nosso curso, 100% online, de Constelação Familiar e Sistêmica. Não perca essa oportunidade de alcançar autoconhecimento!

Leia também:  A visão sistêmica do Transtorno Mental

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete + 10 =