Constelação e RelacionamentosConstelação Familiar

O que é uma pessoa altamente sensível e como ajudá-la?

Existe um grupo de pessoas capaz de captar mais estímulos do ambiente e dos outros e de interpretá-los conscientemente. Caso isso não seja bem trabalhado, pode ser bastante prejudicial constantemente perceber o mundo dessa maneira. Entenda melhor o que é uma pessoa altamente sensível, algumas características e como ajudá-la.

O que é uma pessoa altamente sensível?

Uma pessoa altamente sensível é alguém capaz de notar os mínimos detalhes do ambiente onde está inserida. Isto porque consegue perceber com mais precisão as emoções e os pensamentos de outras pessoas, bem como sentir mais intensamente os seus. Mesmo diante de movimentos sutis, quando eles são executados, elas serão os primeiros receptores a captar tudo.

Esse indivíduo tem uma resposta imediata e intensa a estímulos físicos, mentais e emocionais, sejam eles internos ou externos. Graças a isso que acaba se comovendo com facilidade, já que constrói uma ligação poderosa com o outro, além da sensibilidade que traz. Esse tipo de resposta costuma ser altamente desagradável quando diante de  situações que envolvem tragédias e eventos ruins.

Dessa forma, faz-se necessária uma desconexão com o restante do mundo e isolamente para que possa se recuperar. Aliás, os momentos de solidão experimentados por ela costumam ser muito agradáveis e necessários. É a maneira que esse tipo de pessoa tem de cortar esses estímulos que  produzem drásticas mudanças na sua rotina .

Não significa ser o tipo de pessoa que chora o tempo inteiro

A pessoa altamente sensível acaba sofrendo uma certa discriminação e sendo apontada como “sensível demais”. O desconhecimento a respeito desse aspecto emocional acaba por tornar o sujeito que é mais sensível alvo de críticas e piadas. Nota-se aqui uma clara distância entre ambos os lados em que um entende tudo aquilo que o outro não se dispõe a fazer.

Embora seja mais comum do que pensamos, essa sensibilidade natural acaba expondo o indivíduo a situações acusatórias e constrangedoras. Por exemplo, pense em alguém que chora vendo tragédias na televisão ou vivencia as emoções das personagens de um drama no cinema. Além dos comentários, ruídos externos costumam causar um grande incômodo também.

Ainda que seja muito sensível, essa pessoa não vai chorar sem controle ou será incapaz de se conter. Muito pelo contrário, já que sabe reconhecer suas emoções com clareza e passa a se controlar com o passar do tempo. Claro, parte disso se deve bastante ao meio social, já que este repudia qualquer manifestação emocional exagerada.

Gente grande não chora… Mas deveria

Mencionado anteriormente, a sociedade enxerga de modo muito negativo o comportamento de uma pessoa altamente sensível. Isso porque as pessoas extrovertidas são muito mais valorizadas por sempre quererem fazer parte do coletivo. Nesse caminho, quem gosta de ficar sozinho ou é mais sensível acaba sendo regulado como “problemático”.

Quando alguém escolhe se recolher por pura vontade, ele é instruído a seguir na direção contrária. A pressão em manter uma rede em que todos sejam expansivos, liberais e presentes exclui quem deseja momentos de pura reflexão. Isto é mais comum em determinados ambientes e fases da vida, como a adolescência.

Dessa forma, nossa cultura molda os cidadãos para que escondam a sua essência e se entreguem à demanda coletiva. Há um lema latente: “esteja conosco ou contra nós” que afasta dos holofote quem tem coragem de dizer “não”. Caso seja uma pessoa sensível, evite ceder a esse movimento que não te aceita e desrespeita seu modo de ser.

Características

Na convivência é relativamente fácil reconhecer uma pessoa altamente sensível justamente por sua postura. Por mais que não queira, ela se destaca e chama atenção pelo aspecto único de sua personalidade. As características mais comuns são:

1) Forte empatia

Existe uma inclinação natural e muito forte para compreender e assistir aos sentimentos e emoções do outro. O sensível acaba vivenciando de verdade tudo aquilo que o outro sente, colocando-se sempre no lugar dele. Com isso, pode dar conselhos e sugestões de mudança que realmente façam a diferença ao outro.

2) Controle emocional

Pessoas sensíveis lidam diariamente com diversas emoções e, às vezes, de uma única vez. Ainda assim, são capazes de gerenciar e encontrar o ponto de equilíbrio da razão e emoção. É quase um degustador das próprias emoções, e manifesta-as muito bem.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    Análise

    Conseguem processar rapidamente informações sobre o ambiente para chegar em conclusões mais contundentes.

    1) Menos é menos e isso basta

    Ambientes calmos e com pouca interferência são os ideais para desfrutar da vida sem se cansar. Um bom exemplo disso é a reunião intimista com poucos amigos, em vez de um grande evento social.

    2) A solidão é uma amiga

    Uma das maiores características de alguém sensível é apreciar a solidão e transformá-la em solitude. Embora não tenha companhia, não sente incômodo com isso e nem busca ficar junto de alguém sempre. Contudo, conseguem trabalhar em equipe satisfatoriamente.

    É preciso conhecer os seus limites

    Embora citemos grandes aspectos positivos, a pessoa altamente sensível precisa se dedicar ao autoconhecimento com frequência. Isto porque precisa se adaptar melhor ao meio externo e entender como tirar proveito de sua postura. Enquanto trabalha a sua reformulação, aproveite para avaliar os seus limites e os meios de comunicação.

    Uma pessoa altamente sensível, ou PAS, tem de alcançar um equilíbrio entre interagir com o mundo e se fechar em si. Veja até que ponto tem de se proteger, mas sem deixar passar aspectos valiosos da vida. Ao mesmo tempo em que regula os seus excessos, utilize dessa força que poucos têm acesso em seu crescimento.

    Vantagens

    Observando uma pessoa altamente sensível, é possível encontrar qualidades grandiosas e que poderíamos espelhar para nos desenvolvermos. Ainda que existam limitações e riscos, os sensíveis possuem um leque de vantagens que os projetam mais para a frente dos demais. Dentre as mais notáveis, citamos:

    • conseguir enfrentar os próprios problemas sem maiores dificuldades;
    • já que entendem as suas próprias necessidades, alcançam um equilíbrio emotivo grandioso;
    • são claros em mostrar a sua sensibilidade sem dificuldades;
    • a autoestima é muito bem trabalhada e recorrente juntamente com a autoconfiança;
    • a empatia é muito bem usada e direcionada aos outros para que também consigam usá-la;
    • mesmo trabalhando em grupo, consegue ter força de vontade em priorizar a si mesmo quando necessário; e,
    • os relacionamentos sempre duram bastante e construídos sobre compreensão e respeito.

    Socialize com seus semelhantes

    Uma pessoa altamente sensível se dá muito bem quando está só, mas encontrar pessoas com caráter semelhante é algo maravilhoso. Se apenas um sensível é capaz de coisas grandiosas, procure pensar no que um grupo pode fazer. Além de se ajudarem, conseguem projetar algo às demais pessoas.

    Utilize das mídias sociais para se comunicar e encontrar grupos específicos que realizam encontros e eventos. Mesmo que não interaja com intensidade, o ambiente será ideal para construir reflexões poderosas. No Brasil há comunidades específicas que reúnem essas pessoas para o compartilhamento de experiências.

    Isso inclui grupos para pessoas da chamada melhor idade, famílias, casais e, claro, LGBTQI+. Ademais, você também pode montar a iniciativa e reunir um grupo para se encontrar e, assim, estabelecer uma convivência. É um modo sadio de se sintonizar com pessoas parecidas e promover crescimento em conjunto.

    Considerações finais sobre pessoa altamente sensível

    Uma pessoa altamente sensível não reage do modo que faz por ser fresca, antissocial ou seletiva. A verdade é que o mundo é um diário aberto para o qual esse tipo de pessoa não se pode fechar as páginas. Durante cada segundo o sensível é bombardeado por impressões com as quais tem de conviver e lidar.

    Por causa disso que se cansam muito em ambientes agitados e precisam de um tempo a sós para se recarregarem. Caso não se identifique como um sensível, perceba os que estão à sua volta e desenvolva uma relação com eles. Se é um deles, sinta a sorte de entender e viver melhor o mundo, mas também se preserve.

    Se você se considera uma pessoa altamente sensível, se inscreva em nosso curso online de Constelação Clínica e aprenda a refinar suas capacidades. Através das aulas, poderá maturar seu autoconhecimento, lidando adequadamente com as suas necessidades e pendências. Em pouco tempo, encontrará a melhor versão de si e saberá como fazer a diferença em qualquer lugar.

    One thought on “O que é uma pessoa altamente sensível e como ajudá-la?

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    dois × cinco =