Constelação e RelacionamentosConstelação Familiar

Para Que o Amor Dê Certo: resumo do livro

Para que o amor dê certo se mostra um ensaio valoroso da dinâmica de uma relação amorosa. A reflexão que nos propõe mostra o quanto as nossas raízes familiares interferem no sucesso de qualquer relacionamento. A fim de que entenda melhor a sua proposta, confira a análise dos pilares que apoiam uma relação.

Sobre a obra

Para Que o Amor Dê Certo condensa relatos de diversas sessões com casais para fazer uma análise de suas relações. Graças a isso, Hellinger nos mostra os caminhos a percorrer quando um casal decide se unir. Isso inclui as direções para a relação dar certo, bem como o que contribui para sua dissolução.

Trata-se portanto de uma terceirização existencial, no melhor sentido da palavra. Ao longo de todas as histórias, Bert nos convida a refletirmos sobre nós mesmos como indivíduos e parte de um casal. Por causa da excelente construção do material, conseguimos nos conectar com cada pessoa ali estudada e entender suas motivações.

A partir dessa reflexão, podemos enxergar os pilares reais da relação que mantemos conosco e com o outro. Ou seja, é um livro não apenas para ser lido, mas também para ser estudado. Mesmo que as relações enfrentem problemas diferentes umas das outras, a base é a mesma. Nosso campo familiar continua ativo e nos influenciando nessa nova etapa.

Adição sistêmica

O livro Para Que o Amor Dê Certo esclarece pontos que mesmo um constelador pode esquecer. Uma família é a junção de dois campos familiares em um mesmo ponto. Ou seja, tudo o que somos com o nosso companheiro é a reunião de vivências, dores e amores dos antepassados. Continuamos algo que já existia.

Quando duas pessoas se unem, a história desconhecida delas faz o mesmo movimento. Além de lidar com o próprio campo, somos encaminhados a lidar com o campo familiar do parceiro. Infelizmente, a falta de preparo vai fazer com que cada um entre em conflito com o campo do outro. Eis que surgem os emaranhados nessa nova fase dos dois campos.

Além disso, a clareza dessa realidade permite que a dupla se sinta mais à vontade a trabalhar a questão. Sem essa percepção, os conflitos se tornam parte da rotina e são ligados ao desencanto do amor. Por isso que o conhecimento dado pelo livro elucida movimentos comuns, mas que causam grandes impactos em nossas vidas conjugais.

O desejo e a realidade

Um dos pontos importantes abordados em Para Que o Amor Dê Certo é o conceito do desejo com a realidade. Quando duas pessoas estão se conhecendo é alimentada uma projeção. Ou seja, idealizamos no outro algo que queremos ter para nós. Esse indivíduo se torna um objeto de nossa materialização do que é perfeito.

Ainda que pareça duro, a paixão acaba rotulada por um prazo de validade com o tempo. Isso porque, à medida em que conhecemos o parceiro, a verdade quebra com essa ilusão. Com a verdade, um grau de decepção se faz presente e começa a interferir na vida dos dois em conjunto. É nesse ponto que os campos mostram o que guardavam.

Dessa forma, é preciso que o casal se disponha a deixar para trás padrões limitantes. Com isso, podem criar algo novo e que abrace os dois com amor e bondade. Todavia, não é fácil, já que terá de se ver independente de sua origem. Ainda assim, não podem viver presos a papéis reprisados e que magoam os dois ao mesmo tempo.

Representação

Para que o Amor dê certo tem uma receptividade tão positiva pois a obra é verdadeiramente humana ao olhar para nós. Através dos relatos dos cônjuges, conseguimos nos observar com clareza e honestidade. Para os casais que fazem a leitura em conjunto, é possível alimentar uma:

Identificação

O livro consegue passar a sua mensagem porque foi construído em cima de histórias que nos espelham. Por meio dessa identificação conseguimos encontrar o benefício da cura para nós mesmos. Estudando a formação emocional e energética desses casais, ficamos mais sensíveis a encontrar soluções para nós mesmos.

Empatia

A obra carrega um conteúdo extremamente empático, já que conseguimos nos colocar no lugar do outro. Felizmente, a leitura move internamente nossos sentimentos e nos conecta com quem esteve do outro lado. Mais uma vez ficamos movidos a olhar para nós mesmos através dos sentimentos dos outros.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    Simplicidade

    Mesmo que o trabalho seja um pouco mais complexo para quem não é constelador, ele é simples no geral. As diretrizes abordadas são facilmente reconhecidas de modo que o leitor pode entender. Da mesma forma que os leitores mais envolvidos com a terapia, um casal mais leigo obterá a ajuda que precisa.

    O casamento como unidade construtiva

    Para Que o Amor Dê Certo nos mostra de uma vez por todas que uma relação é unidade. As decisões envolvendo esse nicho devem ser tomadas em conjunto para favorecerem o casal. Por meio dessa negociação, ambos poderão crescer lado a lado. Tudo começa em:

    Reconhecer que há um novo sistema atingindo você

    Em hipótese alguma você deve impor a sua vontade ao parceiro como um ultimato. A clareza permitirá entender que ambos carregam campos familiares que estão se encontrando. Dessa forma, entender como cada um funciona dará a clareza que precisam ara lidar com os empecilhos da relação.

    Trabalhar a culpa

    É comum que cada parceiro queira envolver o outro em determinada atividade, como visitar as respectivas famílias todo domingo. Infelizmente, também é rotineiro que deixem de fazer algo em favor do outro. Nisso, acabam criando um sentimento de culpa por estarem traindo o próprio campo familiar que o moveu a um lado. É preciso dialogar e trabalhar esse sentimento quando ceder algo.

    Desconstruir para construir

    Como dito linhas acima, vocês fazem parte de campos familiares diferentes que estão se unindo. Se essa adição não for bem analisada e trabalhada, vocês terão problemas durante a relação. Assim, é preciso se livrar de cada ato desses campos que se mostre infrutífero aos dois. A partir de agora, vocês construirão um círculo mais positivo e bem trabalhado.

    Considerações finais sobre Para que o Amor dê certo

    Para Que o Amor Dê Certo se trata da verdade oculta que banha nossas relações. O livro expõe o conflito interno e ancestral que recaiu sobre o momento presente. Mesmo que a gente não perceba, nossa fidelidade ao nosso histórico familiar impede que possamos construir a nossa própria família.

    Por isso que se conhecer e conhecer o outro é fundamental para que tudo possa caminhar bem. Descobrindo como os seus campos funcionam, vocês se desvencilham do que não funcionam. Não só isso, mas também montam ações para incluir intervenções positivas aos seus futuros.

    Conheça também nosso curso online de Constelação Familiar

    Além de aproveitar os conhecimentos do livro, se inscreva em nosso curso online de Constelação familiar. Essa formação virtual permite que estude de qualquer lugar e a qualquer hora já que o acesso é ilimitado em relação a todo o material.  Use esse conhecimento aliado com o livro Para Que o Amor Dê Certo e perceba o seu poder de mudança nas relações humanas!

    One thought on “Para Que o Amor Dê Certo: resumo do livro

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    7 − seis =