Constelação e vida diária

O que é Libido e por quê não Devemos Reprimi-lo? Entenda

Homens e mulheres cresceram rodeados de pré-conceitos que causaram inibições, traumas, neuroses e psicoses em relação a própria energia corporal conhecida por libido.

Essa prática cultural repressora é evidente conforme a evolução civilizatória humana caminha conforme crenças e um senso de “ordem” castradora.

A ordem castradora na inibição da libido

Essa castração é perceptível quando relacionamos a energia criativa e construtora da libido com relações sexuais assimiladas como “pecado”. Crianças são alvos fáceis para a propagação dessas crenças inibidoras. Essas crenças podem causar o enfraquecimento do autoamor, da consciência do próprio corpo e da assimilação do que é satisfação e prazer.

Quando esse primeiro portal para a vida é obstruído, podemos presenciar neuroses e psicoses. Também é possível verificar manias depressivas, castradoras e inibidoras de autoaceitação e realização.

O conhecimento sobre o próprio corpo é culturalmente desaprovado por ser considerado “anormal” ou contrário a alguma regra divina e compartilhada no inconsciente coletivo.

Desse modo, pessoas que saem desse padrão podem ter a tendência de culparem e de punirem a si mesmas. Da mesma forma, também podem praticar a sua própria destruição.

As consequências da repressão à libido

Pessoas com comportamentos depressivos e melancólicos guardam dentro de si um desejo de autorrealização. Quando essa autorrealização não alcança o padrão de idealização sobre esse desejo, a tendência é guardarem essas frustrações dentro de si.

Inconscientemente, o cérebro correlaciona o fato a uma tendência de auto sabotagem de pensar ser algo “ruim” ou “depravador”. Ou seja, o inconsciente humano, por ser rodeado de pré-conceitos da libido, pratica a autocastração de desejos. Também pode ocorrer a autossabotagem das realizações pessoais.

Religião versus libido

A libido sempre foi colocada na caixinha de “pecado”: coisas horríveis acontecerão à pessoa que ultrapassar essas ordens sociais. Uma vez que a libido é tirada desse contexto irracional, podemos trabalhar com a satisfação e realização de conquistas e vitórias pessoais.

Sendo assim, começa o tratamento de neuroses, psicoses e traumas obtidos por causa dessas castrações de desejos.

Nas religiões e filosofias que aceitam a autoexpressão sexual, podemos observar pessoas com a mente mais organizada e capazes de autocura e elevação da autoestima.

Essas religiões compreendem que a felicidade está também atrelada à expansão da consciência e à satisfação.

Espiritualidade e libido

A libido na espiritualidade é relacionada ao potencial de cocriação, de felicidade e de pertencimento atrelado ao corpo físico e à existência.

NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

Desse modo, está relacionada a um portal de abertura para o autoconhecimento, para expressão corporal e artística e para a realização como ser.

Sendo assim, a libido também é considerada o primeiro portal para conexão com a essência espiritual do Universo e de si mesmo.

Então, precisamos abordar a libido como algo natural ao corpo humano. Desse modo,poderemos trazer uma resolução para o problema apresentado nas terapias.

O papel da Constelação Familiar

Na Constelação Familiar Sistêmica, podemos observar como essa repressão e castração social dada a sexualidade está presente no contexto familiar.

Além disso, existe uma má interpretação da libido em nossas vidas, principalmente, nas crenças que a família cria sobre o assunto. Geralmente, são os familiares que ajudam a desenvolver na criança boa parte de estrutura social e pessoal.

O que se pode realizar numa sessão é trazer para fora esse emaranhamento. Desse modo, o Constelado pode observar por si mesmo onde começou e o porquê de ter criado essa repressão.

Sendo assim, o Constelador poderá trabalhar internamente no paciente. Ele conseguirá trazer luz ao dilema interno que ele compartilha com a família de maneira inconsciente.

Desse modo, acabará a auto sabotagem e iniciará o processo de cura para a auto culpa e a destruição interna. Isso ocorrerá independentemente de qual for o tipo de doença psicológica que o paciente apresenta.  

Seja um Constelador!

A libido é parte primordial para um bom desenvolvimento psicológico em qualquer ser humano. Reprimir essa parte natural é como amputar um membro importante do corpo humano.

Ao trazer à luz essa questão, podemos ajudar diversas pessoas que sofrem com angústias internas, principalmente em relação a própria identidade e à imagem que ela tem de si mesma.

Você também gostaria de ajudar essas pessoas e ainda melhorar o seu relacionamento interpessoal? Então inscreva-se no nosso curso e faça parte da Constelação Familiar e Sistêmica.

 

Leia também:  Mantra da Manhã: tenha um dia leve e feliz

Este artigo foi feito pela aluna Yasmim Carvalho Romero, especialmente para o Blog Constelação Clínica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze + 6 =