Constelação FamiliarFormação em Constelação

O que é a constelação familiar?

Por várias vezes nos perguntamos o porquê de agirmos de tal forma, tomando consciência depois de uma ação. Nos sentimos levados a praticar tal ato, como que induzido por mãos invisíveis no corpo e na mente. Entenda o que é a Constelação familiar, como isso atinge sua vida e como se beneficiar dela. Se você quer modificar suas ações e decisões em 2020, esta terapia pode ser fundamental e exatamente o que você precisa.

Conceito do que é a constelação familiar

A Constelação familiar é uma terapia alternativa criada por Bert Hellinger. Segundo ele, nós somos dotados de crenças e características comportamentais que foram herdadas de nossos antepassados. Tais impressões se manifestariam através de um campo familiar, local que registrou as ações e comportamentos de nossos antepassados, bem como as nossas.

Após um retiro de 16 anos na África do Sul, Hellinger passou a enxergar o comportamento de tribos Zulus sob outra perspectiva. Isso porque percebeu que o problema de um único membro passava a ser problema de toda a comunidade. Aliando essa vivência à sua formação como psicólogo, concluiu que nós temos ligação direta com os ancestrais através de um campo morfogenético.

Podemos definir o que é a Constelação familiar como o raio-x da família. A terapia é capaz de realocar os membros em diferentes posições, de modo a entender o sofrimento que os aflige. Dessa forma, conseguem enxergar as próprias falhas, encontrando um caminho em comum para o bem-estar geral.

Objetivo

A Constelação familiar serve para trazer à tona dinâmicas ocultas que afetam física e mentalmente uma família. Por meio dela, conseguimos revelar o que está implícito em nosso relacionamento parental. Os problemas atuais são estudados de forma a enxergar uma raiz enterrada na história da nossa família, entendendo suas razões.

As sessões dificilmente se prolongam, já que a terapia atua de forma enérgica para acabar com o problema de vez. Na sessão é recriado o sistema familiar, de modo que cada envolvido entre em contato com as peças que o afetam. De início, o cliente apenas assiste a representação, mas posteriormente é convidado a participar.

Sendo assim, o paciente, ou cliente, encara de frente o que tanto o atormenta. Ao invés de apenas sentir os efeitos negativos desse campo, ele pode entender a natureza desses fatos. Isso permitirá que ele aceite o que aconteceu, faça as pazes com aquilo e siga em frente sem amarras. Sabendo de onde veio, encontrará um caminho para seguir feliz.

Leis

Para entender melhor o que é a Constelação familiar, devemos entender a estrutura da terapia. Bert Hellinger encontrou três leis básicas, as Leis do amor, que, segundo ele, servem para equilibrar a família. Por conta disso, seria possível alcançar a harmonia e melhor interação entre os membros.

Uma lei não é mais importante que a outra. São peças que se complementam a fim de gerar um resultado satisfatório. Sendo assim, veja quais são:

Ordem

Hellinger afirma que deve haver uma hierarquia no seio familiar, pois isso permitiria melhor interação entre os membros. Segundo ele, quem nasceu antes tem a preferência do que quem veio depois. Na hierarquia, uma avó vem antes da mãe e essa vem antes da filha. Ainda que os mais novos devam respeitar os mais velhos, esses últimos são encarregados de ensinar a nova geração.

Equilíbrio

Esta lei se pauta na troca equivalente de ações entre os membros. Em suma, significa que um membro não pode dar em excesso enquanto o outro recebe passivamente. Ainda que haja uma esforço de uma das partes em agradar, isso acaba por gerar um desequilíbrio entre as partes. Caso a violação dessa lei se mantenha, a relação pode entrar em declínio.

Pertencimento

E por último, a lei do pertencimento. Hellinger afirma que cada um de nós nasce com um direito irrevogável de pertencer ao ciclo da família. Ainda que se construa um consenso e que sejamos expulsos, não podemos ser excluídos. Nosso afastamento físico, mental e sentimental, caso assim seja, só ocasionará dor e sofrimento.

Benefícios

Ao entendermos o que é a Constelação familiar, podemos aproveitar melhor seus benefícios. A terapia pode ser um divisor de águas para quem precisa de ajuda com os problemas familiares ou até profissionais. Veja alguns dos principais benefícios:

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    Integração

    Não só o membro que participou da terapia sente seus efeitos, mas também as pessoas próximas dele. Isso porque o campo morfogenético interage entre seus integrantes. Sedo assim, quando um melhora, os mais próximos conseguem sentir.

    Aceitação

    Entendendo os movimentos trágicos em nossa família, podemos nos livrar do incômodo. O mal-estar provocado pelos fatos que eram escondidos são expostos. Quando isso acontece, podemos aceitar a sua natureza pertencente ao passado e seguir com a nossa vida.

    Perdão

    Ainda que não percebamos, guardamos mágoas de alguém por atos que nos afetaram diretamente. Uma briga, abandono e traição são os motivos mais comuns. Podemos guardar resíduos desses traumas em nosso íntimo, relevando chistes no mundo externo. Contudo, a terapia consegue fazer com que descubramos novas prioridades.

    Conseguimos olhar para trás sem dor ou remorso e seguimos em frente. Com um caminho positivo à frente, nos livramos do passado por meio do perdão.

    Autoconhecimento

    A Constelação permite um estudo sobre nós mesmos. Conhecemos uma parte profunda do nosso ser, até então escondida e brigando para sair. Sendo assim, entendendo a nós mesmos, podemos descobrir melhor qual o nosso papel nesse mundo. Isso nos permite enxergar além e ajudar outras pessoas.

    Quando procurá-la

    A partir do momento em que sentir as engrenagens da sua vida enferrujando. Muitas pessoas alcançam um status de estagnação em sua vida amorosa e profissional. Elas são capazes de sentir o mal-estar, mas não conseguem identificar as razões dele. Neste caso, a Constelação familiar atua de forma certeira.

    Ao entender o que é a Constelação familiar, o mesmo se torna mais receptivo a ela, potencializando os resultados. Ainda que alguns desconfiem inicialmente, pouco a pouco descobrem os próprios caminhos com a ajuda dela. Como dito no início do texto, você se torna capaz de fazer um raio-x pessoal. Isso mudará sua vida.

    Considerações finais sobre o que é a Constelação Familiar

    Ainda que pareça complicado de início, saber o que é a Constelação familiar pode alterar os rumos da sua vida para melhor. Ao entrar em contato consigo mesmo, você consegue enxergar a própria estrutura comportamental e sentimental. Dessa forma, se coloca em um estado de autoconsciência permanente.

    Contudo, o próprio paciente deve contribuir ao tratamento. À medida em que a sessão prosseguir, o mesmo deve se mostrar resiliente ao que pode encontrar. Algumas dores são tão profundas que o esquecimento nos priva de lembranças. Mas ainda assim, a Constelação oferece apoio e o conforto necessário.

    Caso esteja em busca de um aperfeiçoamento pessoal, se inscreva em nosso curso de Constelação familiar 100% online. Com a formação em Constelação Clínica você sai na frente, obtendo uma das melhores certificações do mercado. Os professores são profissionais treinados para captar o melhor do aluno, aproveitando do potencial individual de cada um. Se quer saber o que é a Constelação Familiar em sua profundidade, nós ajudamos!

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    1 × três =