Constelação Familiar

O que descubro nos meus relacionamentos familiares?

relacionamento familiar

A família é um núcleo extraordinário de descobertas, se assim nos permitimos encontrá-las. Mesmo que aconteça de modo gradual, entender as próprias relações familiares pode fortalecer e favorecer o destino desse grupo. Entenda como a constelação familiar pode ajudar com o que descubro nos meus relacionamentos familiares.

O que podemos aprender na família?

Entender o que descubro nos meus relacionamentos familiares é vital para ser uma pessoa com uma vida equilibrada. Naturalmente, a família é uma pequena comunidade onde os membros aprendem, se ajudam, se confrontam e dividem suas emoções. Contudo, o aprendizado mais recorrente que podemos ter a partir dela se resume a:

  • buscar o compartilhamento do amor entre todos os familiares;
  • que o respeito seja algo recorrente e inviolável na família e fora dela;
  • ser compreensivo em relação aos momentos de dificuldades e alegrias partilhados por todos;
  • ensinar aos jovens como serem adultos honrados, que se amam e possam amar uns aos outros;
  • entender que cada um possui os seus defeitos e que não são iguais a ninguém.

Problema de um, problema de todos

Entender o que descubro nos meus relacionamentos familiares envolveu a consciência a respeito do que é apoio familiar. Nem sempre estaremos em um bom momento de nossas vidas. Assim como qualquer outra pessoa, passaremos por alguns períodos de dificuldades onde nós ficaremos mais vulneráveis e sensíveis.

Em vista disso se mostrou necessário abandonar o orgulho e ser solidário com os familiares necessitados. Acima de tudo, a família deve ser um núcleo de suporte mútuo e recorrente entre os membros. Com essa compreensão compartilhada com a família, fica muito mais fácil enfrentar os problemas que surgirão com o tempo.

A fragilidade humana

Com certeza você já deve ter entrado em alguma discussão com um familiar, seja por algo banal ou mais sério. Para que provasse o seu ponto de vista você deve ter argumentado da maneira que pôde para convencer o outro. Ao se perguntar “o que descubro nos meus relacionamentos familiares” é possível perceber uma necessidade em ser superior ao outro.

E tudo bem se acontecer, pois essa sensação é parte de nossa fragilidade como seres humanos. Nós temos medo da agressão e por isso buscamos apontar os defeitos de alguém em momentos de conflito. Contudo, é preciso que o indivíduo aprenda a olhar para si mesmo e enxergue os seus próprios erros antes de julgar alguém.

Nos conflitos da família os membros devem reconhecer o quão falhos são antes de condenar o outro. Saber olhar para as próprias fraquezas ajuda a se libertar de julgamentos e da recusa de quem somos. Afinal, todos nós também erramos, ferimos e fazemos outras coisas que impedem nossa evolução pessoal.

O poder de uma família unida

Aprender com o que descubro nos meus relacionamentos familiares trouxe clareza sobre o poder de uma família unificada. Quando uma família sabe perdoar, se escuta e celebra as próprias conquistas seguramente torna o lar produtivo. Desse modo, é concentrada nessa família uma força capaz de realizar mudanças de verdade a todos os membros dela.

Não deve existir competição, mas sim uma comunhão onde todos os familiares se apoiam. Assim como os elos ligados de uma armadura, uma família conectada é resistente aos desafios que surgem. Logo, quando todos os familiares estão de mãos unidas, as chances de prosperar em grupo aumentam bastante.

Pode não ser ouro, mas nossos relacionamentos têm um valor grandioso

Ao se perguntar “o que descubro nos meus relacionamentos familiares”, considere enxergar os indivíduos à sua volta. Em outras palavras, a riqueza que está em cada um de nós nos convida a celebrar o amor em comunhão. As pontes que ajudam a firmar esses valores pessoais são:

  • a capacidade de comunicação;
  • um coração que acolhe;
  • disposição para viver e fazer a diferença;
  • capacidade de compartilhamento.

Algumas pessoas entendem os relacionamentos como pequenas oportunidades de celebração, acolhimento e dedicação ao outro. Porém, esse encontro deve acolher também os que foram excluídos ou afastados de nossas famílias. Se o amor é vivido com verdade e respeito ele liberta cada pessoa que fez ou fará parte da família.

O perdão cura

O que descubro nos meus relacionamentos familiares quando busco entender o que nos faz evoluir é que o perdão cura. Em suma, quando uma pessoa perdoa alguém ela está aceitando as fragilidades e falhas que qualquer um pode ter. Além disso, essa aceitação traz a ideia de que podemos melhorar, mudar e crescer com o perdão.

Perdoar alguém é possível quando nós superamos a nossa dor e desejamos que ela se afaste de nossas vidas. A medida que amadurecemos passamos por conflitos familiares que, por diversas vezes, revelam as nossas feridas internas. Contudo, esses mesmos conflitos ajudam os membros da família superarem as suas dificuldades e viverem mais unidos em amor.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    Além das outras pessoas, é preciso amar a si mesmo e, portanto, saber perdoar os próprios erros e defeitos. O processo de autoaceitação não é fácil, mas o aprendizado é recompensador e transforma cada indivíduo. Assim, quando você aprende a perdoar a si e aos outros acaba abrindo espaço para que o amor preencha a sua vida.

    Conexão e celebração

    O que descubro nos meus relacionamentos familiares ao buscar prosperidade é a necessidade de comunicação para perdoar. Dialogar e escutar o outro familiar são escolhas importantes para se ter uma vida mais livre e com propósito. Dessa forma, quando não falamos e não mostramos nossos sentimentos, perdemos qualquer oportunidade de criar conexões.

    Logo após nós entendermos o valor do perdão, do diálogo e da escuta, por que não celebrarmos essa reconexão familiar? Em outras palavras, deixar de lado os olhos sobre as telas de celular e cruzar com os olhos das pessoas próximas. Comunicar-se com os outros é uma ligação fundamental para que todos possam se desenvolver e ficar unidos.

    Entretanto, é preciso que os familiares possam se alinhar no presente e aproveitarem o agora de maneira produtiva. Certamente a rotina pode dificultar esse encontro, mas celebrar com a família costuma ser bastante recompensador para todos. Afinal, a conexão que partilhamos com uma família que se apoia e é feliz, com certeza, é algo a ser celebrado.

    Considerações finais sobre o que eu descubro nos meus relacionamentos

    O que descubro nos meus relacionamentos familiares tem ajudado a superarmos nossas dificuldades na vida familiar. Todos nós sabemos o quanto os conflitos, problemas e distanciamento afetam a maneira como nos relacionamos com alguém. Entretanto, ter disposição para superar esses desafios em conjunto nos tornou muito mais fortalecidos.

    Em grande parte devemos essas descobertas ao processo de autoconhecimento proporcionado pela constelação familiar. Não é fácil enxergar as dores que escondemos em nossas almas, mas ressignificá-las e nos libertar proporcionou uma revolução na forma de viver. Mais do que nunca estamos preparados para vivermos em comunhão e crescimento pessoal.

    Para que você alcance essa mesma conquista se inscreva no curso online de Constelação familiar do Constelação Clínica. Uma vez que as aulas ensinam como desenvolver autoconhecimento, você e a sua família poderão trabalhar suas demandas pessoais e desbloquear o potencial interno de cada um. O que descubro nos meus relacionamentos com a ajuda da constelação ajuda a minha família a entender o valor de estarmos unidos e celebrarmos.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    3 × 2 =