Constelação FamiliarTranstornos e Doenças

Gestalt-terapia: 12 características

gestalt-terapia características

A Gestalt-terapia surgiu nos meados de 1950, mas eclodiu nos anos entre 1960 e 1970, período pós-guerra. Dentro desse contexto, a sociedade estava revendo conceitos e passando por vários movimentos, mudanças, quebra de paradigmas e surgimento de novos.

Para entender melhor sobre a Gestalt-terapia, nada melhor que explicar um pouco sobre a psicanálise e o behaviorismo, pois, juntos, formam a três principais correntes da psicologia. Portanto, possuem características e objetivos opostos.

A Psicanálise

A Psicanálise nasceu com os estudos de Freud. Ele observava, por exemplo, que pacientes quando apresentavam comportamentos histéricos, o faziam justamente por consequência e resposta de acontecimentos traumáticos antigos ou da infância. Assim, surgiu o estudo do inconsciente.

Nesse contexto, foi criado então o conceito clínico de fala-livre, que é uma forma de fazer com que através de falar livremente o paciente possa apresentar aspectos guardados no inconsciente. Dessa forma, é possível entender o porquê de certos comportamentos. A partir do foco na explicação e entendimento da conduta atual do indivíduo.

O Behaviorismo

A segunda corrente da psicologia é o Behaviorismo. Conhecida como Comportamentalismo, é contra a introspecção e aspectos filosóficos. Portanto, abrange o comportamento como algo funcional e reacional de qualquer ser vivo.

Se para ser ciência o objeto estudado precisa ser mensurável e observável, logo os sentimentos de um indivíduo não podem ser objeto da ciência. Assim sendo, isso faz com que o foco esteja no estímulo para respostas no comportamento. Aina seguindo esse raciocínio, os behavioristas explicam que é completamente possível prever e modular comportamentos.

Já na corrente humanista, que surgiu logo após a esses movimentos da psicologia, não há acordo com o reducionismo do behaviorismo e tampouco com o determinismo da psicanálise.

A Gestalt-terapia

Dentro dessa terceira força dentro da psicologia que é a corrente humanista tem várias abordagens e uma delas é a Gestalt-terapia. A terapia aborda uma linha psicoterapêutica, que sofreu influências e foi se moldando ao longo das décadas até chegar na forma em que é trabalhada de forma clinica.

Nesse contexto, a proposta deste modelo é associar praticas cognitivas com as emoções e sentimentos do paciente. Isso para que ele possa enxergar novos meios de encarar as situações difíceis da vida.

Nesse contexto, a Gestalt-terapia aborda aspectos filosóficos, teóricos e práticos. Dessa forma, são uma de suas filosofias de base a:

  • fenomenologia;
  • o existencialismo;
  • e o humanismo

Portanto, abaixo listaremos 12 características da Gestalt-terapia.

12 características da Gestalt-terapia

Awareness

O termo traduzido do inglês é “conscientização”, e é justamente esse o significado na Gestalt-terapia. Assim, deve-se tomar consciência de elementos como indivíduo/ambiente, seu próprio organismo, suas emoções, e quem você é.

Resumindo, refere-se à capacidade de aperceber-se do que passa dentro e fora de si no momento presente. Isso nos três níveis, simultaneamente: corporal, mental e emocional.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    Aqui-agora

    Enquanto a psicanálise pesquisa causas do passado a Gestalt-terapia foca no presente. Nesse contexto, define-se o termo aqui-agora: significa lugar (aqui) e tempo (agora) presente.

    Dessa forma, lembranças e projetos futuros deveriam, então, ser compreendidos como vivências atuais nas circunstâncias atuais. Tudo que está contido no agora apresenta uma concepção de tempo que não é a do tempo linear, trabalha com a ideia de presente e passado presentificados.

    Atenção e aceitação da experiência

    Consiste em atentar-se e aceitar todas as experiências, boas ou ruins, afinal todo ser humano passa por uma infinidade delas. Pois o que constitui o indivíduo como pessoa é a soma de todas as experiências.

    Responsabilidade

    Livres e responsáveis pelas nossas escolhas, enquanto a psicanálise busca “culpar” de certa forma o comportamento presente com acontecimentos do passado. O que realmente importa não é o que aconteceu no passado, o importante é o que fazer com isso.

    Ação

    Junto com a responsabilidade, a Gestalt-terapia encoraja o paciente a escolher uma abordagem ou várias delas. A ação é o principal objetivo. De acordo com a evolução das sessões são evidentes as mudanças de atitudes depois da tomada de consciência de questões antes despercebidas.

    Consciência corporal

    O costume das situações diárias desde que o ser humano nasce junto com o foco em objetivos externos fez com que o corpo em si passasse despercebido. Muitas pessoas não conhecem a si mesmas e deixam a pressa atrapalhar a consciência corporal.

    Essa consciência própria de sentimentos próprios podem evitar muitos problemas como:

    • depressão;
    • doenças físicas;
    • psíquicas;
    • psicossomáticas;
    • e conflitos internos.

    Desenvolvimento pessoal

    A Gestalt-terapia, assim como toda a corrente humanista da psicologia, possui a crença de que o ser humano tem uma potencial capacidade inata de se desenvolver. No entanto, essa linha não se atém a diagnósticos fixos e determinantes.

    Cada indivíduo a cada instante está em constante mudança. Biológica, fisiológica e fisicamente somos programados para evoluir e melhorar. A Gestalt explora esse fato como alvo principal na terapia.

    Existência precede a essência

    Primeiro o indivíduo existe para posteriormente construir a sua essência. Ninguém é tímido de forma definitiva. Alguém pode ser assim na infância e desinibido na fase adulta. Portanto, a expressão certa seria “estou tímido”.  Afinal, a timidez não faz parte da essência assim como todas as outras características.

    O homem é um ser em construção e não possui uma essência sólida. Também não se prende numa essência predeterminada. Fatores externos mesclados com situações internas geram certas atitudes. Por isso, todos os elementos da Gestalt trabalham para melhorar e encorajar boas ações para a vivência do sujeito em todos os aspectos.

    Criatividade

    A Criatividade abre um leque infinito de opções para tratar quaisquer situações. Geralmente a psicologia tende a generalizar pessoas, tipos, patologias e situações. O ajustamento criativo tem a finalidade de não se prender aos padrões e a tomar medidas necessárias.

    Autorregulação organísmica

    A Autorregulação organísmica consiste na capacidade do corpo de autorregular-se. Se algo não vai bem, o corpo fica doente. Essa manutenção acontece porque somos seres sociais, biológicos, psicológicos e espirituais.

    O organismo possui uma automação em manter essas quatro dimensões saudáveis. Cada uma delas tem necessidades próprias e quando uma não vai bem, a carga é dividida, pois funcionam como um todo.

    Ciclo de contato

    É a forma como nos relacionamos. Nem todo contato é bom e nem toda fuga é negativa. É preciso avaliar em quais circunstâncias o indivíduo exerce tanto o afastamento quanto a aproximação. Então, patologias podem se evidenciar nesse processo.

    Relação horizontal entre paciente e terapeuta

    O terapeuta está a serviço do dialógico, sem julgamentos. A Gestalt-terapia parte do princípio de que ninguém sabe melhor de si do que si mesmo. Assim, o terapeuta é visto como alguém que ajuda e guia o paciente.

    Dentro de uma abordagem dialógica, o terapeuta tenta entender a pessoa em sua totalidade. Ginger e Ginger (1995) defendem a ideia de que, apesar de possuírem estatutos e papeis diferentes, terapeuta e cliente são parceiros que estão envolvidos em uma relação dual autêntica.

    Nessa relação o papel que apontam como sendo do terapeuta é o de permitir e favorecer, de acompanhar o cliente, conservando a sua alteridade.

    Conheça nosso curso de Constelação Familiar

    Para aprender mais sobre essa e outras alternativas de terapia, conheça nosso curso de Constelação Familiar EAD! Confira mais informações clicando aqui.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    oito + quatro =