Constelação FamiliarTranstornos e Doenças

Déficit de atenção: O que é e como a Constelação pode ajudar

Ao revisitarmos a nossa memória, certamente poderemos lembrar de alguém que se saía mal no colégio. Não que fosse uma pessoa ruim, mas o seu comportamento vago e impulsivo prejudicava o seu desenvolvimento. Descubra o significado de déficit de atenção e como a Constelação familiar pode ajudar.

O que é déficit de atenção?

Déficit de atenção é um transtorno de origem neurobiológica que provoca atraso no desenvolvimento. Estudiosos apontam que a genética influencia fortemente na aparição do transtorno, de modo que pais com o problema possam passar aos filhos. Até o momento, não foi encontrado uma cura para ele.

Em geral, o indivíduo se mostra mais impulsivo quanto às atividades que pratica. Além disso, há uma falta de concentração bastante evidente que prejudica o seu desenvolvimento. As crianças são as que mais sofrem no colégio, visto que não possuem o mesmo ritmo das outras. É bastante comum suas notas serem baixas e seu envolvimento ser escasso.

Conhecida também por TDAH ou DDA, o transtorno não possui cura, se enquadrando em um estágio crônico. O tratamento alivia os sintomas e permite maior independência por parte do indivíduo. Contanto que não desista ou falte ao tratamento, ele poderá levar uma vida mais sadia.

Sintomas

Aos pais é necessário sempre prestar atenção a alguns sinais que podem denunciar o déficit de atenção. Embora alguns pareçam características naturais da juventude, outros servem de alerta para estudar o comportamento. São eles:

Inquietação

É como se ficar parada causasse algum mal-estar à sua mente em constante movimento. Assim, as crianças exacerbam a sua inquietação natural e se tornam voláteis quanto ao movimento. Elas acabam fazendo de tudo para não permanecem quietas. Mas cabe ressaltar que isso não é falta de educação, mas, sim, como ela reage ao mundo esterno.

Dificuldade em ouvir

Não se trata de ignorância ou desrespeito com o próximo. O que acontece é que a criança não consegue elaborar uma resposta em sua mente para atender outras pessoas. É como se as palavras passassem por ela como ecos de rádio mal sintonizados. Ela não consegue ouvir porque não sabe como dar atenção.

Apatia

Devido à sua hiperatividade, poucas coisas prendem a sua atenção. Como resultado, percebemos que a criança acaba deixando de lado algumas atividades. Não termina o que começa e não consegue construir objetivos claros. Isso inclui também uma sensação de vazio com o passar do tempo.

Fases

Quando criança, um indivíduo tem uma tendência maior a mostrar hiperatividade, o que já preocupa alguns pais. Dada à época em que vivem, isso pode conduzir a um diagnóstico precipitado ou negligente. Muitos pais acreditam que toda energia excessiva pode ser sinal de algum problema. Já outros, ignoram o fato por conta da idade.

Em adultos, a hiperatividade se mostra como um sinal bastante incomum. Devido à própria maturidade, quase todos os indivíduos manifestam o transtorno de forma mais controlada. Aos poucos, esse sintoma pode até ir desaparecendo, acompanhando o crescimento do indivíduo. Ainda assim, é preciso se atentar aos demais.

Independente da idade, o cuidado com o TDAH precisa ser constante. Os demais sintomas podem prejudicar a sua rotina, bem como atrapalhar o seu progresso. Em crianças, a escola se torna um desafio e um tormento físico e emocional. Já nos adultos, o trabalho entra em declínio, impedindo qualquer contato mais profundo com a atividade.

Problemas educacionais

Uma pesquisadora determinou que uma escola e pais pouco preparados acabam por afetar o progresso do indivíduo com desvio de atenção. Alunos com déficit de atenção se mostram involuntariamente como vítimas, sensibilizando os educadores e afetando o seu julgamento. Por conta disso, acabam se envolvendo mais do que devem, como mostrado em:

Alteração de função

Isso acontece quando o educador nota que há uma falta dos pais no estudante. A partir daí, ele se sente impelido a ficar nesse papel. Como resultado, a aprendizagem do indivíduo fica prejudicada. O professor esquece sua função de instrutor e passar conteúdo, passando a consolar uma criança enquanto as outras ficam esquecidas.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    O problema infantil

    Os pais e educadores precisam se perguntar onde se concentra a atenção da criança na escola. Por qual motivo ela está preocupada ou distraída? A partir daí, poderão obter a resposta para encontrar a origem do tédio e agitação que acometem esses indivíduos.

    Os pais

    Segundo a especialista, os pais precisam se manter próximos da escola para efetivar o aprendizado. A origem da família precisa ser trabalhada e mantida na sala de aula. Se uma criança não conhece um dos pais, os professores devem trazê-lo até a sala. Diga ao pequeno que ele é metade dessa figura e pode representá-la por desenhos.

    Culpa

    Quando os pequenos se saem mal no colégio, começa um jogo de empurra-empurra para culpar alguém. Os pais apontam aos professores e estes, por sua vez, acusam a ausência deles no ambiente. Entretanto, o respeito deve prevalecer acima de tudo nessa relação entre família e escola. Isso vai permitir que a própria criança não se culpe e tenha espaço para tentar de novo.

    Violência

    Por fim, a violência na família mostra o quanto ela é desestruturada. A criança acaba reproduzindo na escola o que passa em casa, afetando os colegas e suas famílias. Como consequência, acaba nutrindo mais violência através de castigos e medidas punitivas. A partir daí, a intervenção da terapia sistêmica se faz necessária.

    Como a Constelação familiar pode ajudar?

    O tratamento do déficit de atenção é feito de forma conjunta. Os medicamentos servem para regular a atividade cerebral do indivíduo, atuando no lugar da dopamina, um neurotransmissor. A partir daí, é possível que o indivíduo com TDAH tenha mais foco e concentração enquanto o medicamento está ativo. Isso varia entre 12 e 24 horas.

    Além disso, a psicoterapia proporcionada pela Constelação familiar entra em ação para efetivar os remédios. Os sintomas passam a ser melhor trabalhados, o que inclui também o seu comportamento. Por conta disso, o indivíduo tem mais controle sobre as emoções que sente. Cada impulso é medido por meio de uma disciplina contínua.

    Ao contrário do que muitos pensam, a agitação em algumas crianças é justificada. O déficit de atenção impossibilita que elas tenham controle sobre si, dando o máximo que tem nos impulsos. Ainda que não pareça, o descontrole sobre o próprio corpo já está presente nessa idade. Por conta disso, seu aprendizado pode ficar bastante prejudicado.

    Aos pais, principalmente, e aos tutores é solicitado prestar atenção às atitudes e comportamento dos pequenos. Incapazes de falar o que sentem, procuram demonstrar. Assim, atentem-se aos sinais e montem estratégias conjuntas para amenizar isso nas crianças. Vocês estarão garantindo que tenham o futuro mais próspero que merecem.

    Curso de Constelação

    Como visto acima, a Constelação familiar pode auxiliar no controle e recuperação da plenitude da criança. Portanto, inicie o quanto antes o seu curso de Constelação familiar online conosco. Graças à ferramenta, poderá direcionar a energia do indivíduo a um caminho onde ele possa crescer.

    Os professores qualificados trabalham as ricas apostilas por meio de aulas online. Graças a isso, você tem total liberdade para estudar quando e onde quiser. O melhor é que o estudo se molda às suas necessidades, fazendo com que não perca nada. Ao fim, receberá um certificado que comprova sua competência na área e liberdade para trabalhar.

    Não perca a chance de fazer diferença na vida de alguém que tenha ou não um déficit de atenção. Faça já o seu curso de Constelação familiar e comece a atuar na área!

    2 thoughts on “Déficit de atenção: O que é e como a Constelação pode ajudar

      1. Danielle, tudo bem? Obrigado por sua mensagem. O curso tem duração de 18 meses, mas você pode concluir em menos tempo (6 meses), você estuda no seu ritmo, sem cobranças adicionais. O certificado habilita você a atuar como consteladora, é enviado via correio sem custo adicional, na conclusão do Curso. Você pode se inscrever pelo endereço: https://constelacaoclinica.com/ Gratidão.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    nove + dezessete =