Constelação e ProfissõesConstelação e vida diáriaConstelação FamiliarFormação em Constelação

O que são Constelações Sistêmicas?

significado de constelações sistêmicas

As Constelações Sistêmicas são um instrumento terapêutico, cultivado pelo alemão Bert Hellinger, baseado principalmente na Terapia Familiar Sistêmica e filosofia fenomenológica.

Vale frisar que Bert Hellinger nasceu em 1925, estudou filosofia, teologia e pedagogia. Além disso, ele viveu por 16 anos na África do Sul como membro de uma ordem missionária católica.

Posteriormente,  Bert Hellinger se tornou psicanalista e através de seus estudos com dinâmica de grupo, terapia primária, análise transacional e diversos métodos de hipnose ele desenvolveu sua própria terapia sistêmica familiar.

Raízes da constelação sistêmica

O método de constelações sistêmicas é um ramo original da psicologia, mas ao mesmo tempo também tem suas próprias raízes. Por sua vez, a essência desse método é analisar as situações de vida de cada pessoa.

Bert acreditava que cada pessoa tem seu próprio cenário de vida, segundo o qual se movimenta e está envolvido. Portanto, prara ele, o cenário é formado na infância sob a influência dos pais e do meio ambiente, e que, no futuro, só pode ser ligeiramente ajustado.

Significado de constelações sistêmicas

As constelações são uma metodologia simples, breve e focada em soluções que pode ser usada para investigar e resolver questões difíceis e aparentemente intratáveis que parecem resistentes às mudanças.

Ou seja, enquanto as terapias tradicionais normalmente se concentram apenas no cliente, a abordagem da constelação trabalha com toda uma imagem do indivíduo como parte de um conjunto maior de sistemas.

O método constelação pode ser usado para ajudá-lo a resolver desafios sem a necessidade da presença física de outras pessoas que possam estar envolvidas.

O que é constelação sistêmica

A constelação sistêmica procura compreender a pessoa inserida em seu sistema familiar, na qual são criados os primeiros vínculos afetivos e vínculos de pertencimento. Com o tempo fazemos parte de outros sistemas: escola, grupo, trabalho e social, que também serão campos de experimentação e aprendizado ao longo de nossa existência.

Como funciona o trabalho com Constelações sistêmicas

No trabalho com as constelações sistêmicas, os membros de um sistema, sejam familiares, de trabalho ou estruturais, são colocados em um espaço procuram fazer uma história ou encenação.

Paralelo a isso, o objetivo do trabalho é que o indivíduo inicie um processo que cure conflitos ou desequilíbrios, e que cada membro do sistema encontre um lugar apropriado e pacificador.

Pontos básicos das constelações sistêmicas

  • As ordens do amor: estas são as leis ou princípios que compõem clãs familiares. Eles geralmente indicam onde as bagunças e dinâmicas ocultas estão localizadas.
  • O campo do conhecimento: é o que unifica o representante com a pessoa que ele representa. Isso é evidente quando a configuração sistêmica é feita. É como um tipo de inconsciente coletivo que tem uma memória e que permite que movimentos sistêmicos ocorram.
  • A abordagem fenomenológica: é colocado no presente sentindo o externo e o interno, percebendo os fatos de nossa existência como eles ocorrem no momento presente. Nesse sentido, a força para a mudança vem do movimento no presente.

A constelação sistêmica na prática

O sistema de origem (Família) ou o sistema atual (casais, crianças) podem ser incluídos. E as seguintes etapas são geralmente seguidas com certas variações dependendo do estilo do constelador:

  • a pessoa que quer consistir em montar sua família, pode fazê-lo sabendo o que ele ou ela está representando, ou pode fazê-lo às cegas e dizer sem saber o que cada membro ou estatueta representa. Ele também escolhe um representante para si mesmo;
  • o consultor pode atribuir uma vaga para cada participante ou para cada figura;
  • o caixa pede-lhes para se deixarem levar pelas sensações do lugar que ocupam;
  • uma vez que todos estejam no lugar do cliente, observe o movimento ou compartilhe como ele se sente sobre os números;
  • depois de certo período de tempo, ele pede a cada um deles suas percepções e as tensões presentes nesse sistema ou família. Você também pode observar apenas os movimentos e fazer todo o processo em silêncio;
  • ocasionalmente, uma sentença resoluta pode ser dada.
Leia também:  Constelação Corporativa: Constelação Familiar para Empresas

2 formas para fazer a constelação sistêmica

Existem duas formas para a constelação sistêmica. Portanto, são elas:

NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

Constelação em grupo

Uma constelação é realizada em grupos quando uma pessoa expõe um tema que gostaria de resolver. A partir desse momento o constelado pede que ele escolha representantes para as pessoas envolvidas nesse assunto. Paralelo a isso, os representantes começam a relatar emoções, sensações e movimentos que revelam a dinâmica oculta do assunto levantado.

O constelador cuidará de dar uma ordem ao sistema, procurando, reconhecendo e honrando os excluídos. Além disso, devolve encargos, faz assumir as responsabilidades a fim de encontrar a melhor solução para todo o sistema.

Constelação individual

A constelação na terapia individual proporciona uma boa oportunidade para que tanto a si mesmo quanto aos pacientes entrem em contato com o pensamento sistêmico e seus efeitos.

Constelações em sessões individuais permitem que experiências sejam feitas com base em estágios curtos e em um quadro limitado por dinâmicas úteis. Além disso, no encontro pessoal sobre o paciente, o terapeuta pode experimentar a estruturação do processo com frases e seus efeitos sobre a percepção e sentimentos corporais.

Quais os pontos que a constelação sistêmica pode ajudar

Existem diversos conflitos que a constelação pode ajudar e melhorar o indivíduo, individualmente ou dentro de seu sistema familiar. Os conflitos podem ser:

  • dificuldade de relacionamento entre parceiros, pais e crianças;
  • solidão e outros padrões comportamentais e emocionais;
  • suicídio, luto e adoção de perda, aborto, estupro, violência, assassinato, acidentes, vícios em traumas, obsessões e segredos familiares;
  • relacionamentos do mesmo sexo, divórcio e separação;
  • ajudando a resolver questões de aprendizagem dos filhos;
  • incapacidade de alcançar o que quer na vida;
  • falta de propósito.

Constelações sistêmicas comprovada cientificamente

Pesquisas científicas mostram que as experiências de seus ancestrais podem determinar seu comportamento hoje e afetar as gerações futuras. Entretanto, significa que a experiência traumática altera a estrutura genética e cria condicionamentos invisíveis que poderiam ser passados para as gerações futuras.

A abordagem sistêmica pode expor essas questões que emergem do seu sistema familiar, proporcionando um espaço seguro e confidencial e iniciar um processo de cura.

Considerações Finais

Como podemos ver as Constelações Sistêmicas viajaram o mundo com Bert Hellinger e inúmeras pessoas que, através de sua experiência pessoal, viram mudanças em suas vidas.

portanto, que tal mudar de vida hoje mesmo praticando a constelações sistêmicas? para isso, se inscreva em nosso curso online de constelação familiar e se torne um profissional dessa área repleta de conhecimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze − 10 =