Constelação e Profissões

Constelação Para Médicos: 4 Principais Benefícios da Técnica

A rotina dos médicos pode variar muito, em função do ambiente em que eles atuam. Basicamente, porém, seja trabalhando em consultório, seja em pronto-socorro, a  sua função principal é diagnosticar um problema ou uma doença. Por meio de conversas, perguntas e exames, o médico é capaz de prescrever um tratamento, que pode ser feito à base de medicamentos ou cirurgias.

Assim, sob esse enfoque, os médicos que conhecem a Constelação Familiar podem melhor atender os seus pacientes. Isso ocorre porque eles têm mais recursos à disposição para montar um quadro mais amplo da situação a ser averiguada.

Benefícios da Constelação para os Médicos

Dentre os muitos benefícios da Constelação Familiar para os médicos que a estudam, podemos destacar quatro principais, a saber:

  1. Autoconhecimento.

O médico que conhece melhor a si mesmo consegue ser um profissional mais destacado e respeitado em seu ramo de atuação. Isso ocorre porque ele auto-regula as suas emoções e escolhe como vai reagir à raiva, ao estresse e aos aborrecimentos do dia a dia.

  1. Saber diagnosticar com mais precisão.

Conhecedor da Constelação Familiar, o médico tem melhores condições de enriquecer a anamnese, aquela entrevista inicial, e, assim, compreender o quadro mais amplo da vida do paciente. Portanto, ele fará perguntas mais direcionadas à sua vida familiar e hábitos das pessoas que procuram atendimento médico-hospitalar.

  1. Melhorar a interação com os pacientes.

Os médicos que conhecem a Constelação Familiar têm mais chances de melhor se relacionarem com seus pacientes. Estes adquirem mais confiança na entrevista e no diagnóstico mais preciso realizado pelo profissional de saúde.

Desse modo, também acontece o mesmo na leitura e interpretação dos resultados dos exames. Nessas situações, os médicos podem utilizá-los como suplementos aos conhecimentos advindos da Constelação de cada paciente.

  1. Tratamento Mais Eficaz.

O médico que faz uso dos conhecimentos da Constelação Familiar em sua prática curativa consegue obter melhores resultados nos tratamentos. Ele alia os seus conhecimentos medicinais aos pontos evidenciados nos exames e também às situações apontadas pelos conceitos das constelações. Assim, consegue aplicar medicamentos mais eficazes ou mesmo indicar e realizar cirurgias mais precisas.

Exemplo de caso em que o médico usará conceitos da Constelação Familiar

Um médico que conhece Constelação Familiar pode, por exemplo, atuar na prevenção de paciente com tendência familiar de ataque cardíaco. Esse paciente chega ao consultório queixando-se de dores no peito, já tendo passado por outros profissionais de saúde, que não apresentaram cura.

Recebendo o paciente em seu consultório, ao realizar a anamnese, o médico consegue descobrir que o avô e o pai do paciente em questão já morreram de ataque cardíaco. (Desde que um desequilíbrio familiar aconteceu junto aos antepassados, quando um membro da família foi excluído por ter se apaixonado fora do casamento, concretizando uma traição).

Esta última parte pode até não ser revelada pelo paciente. Porém, a primeira parte da narrativa já é suficiente para o enriquecimento da entrevista feita pelo médico e para despertar seus insights acerca da Constelação Familiar.

Sabedor de que esse padrão – ataque cardíaco – está prestes a se repetir também com seu cliente, o médico pode aconselhá-lo a procurar um constelador. Além de realizar os exames preventivos necessários e habituais com seu paciente. Ou seja, o médico não substitui seus conhecimentos técnicos pelos da Constelação.

Todos esses conceitos, no entanto, unem-se suplementarmente, oferecendo ao paciente melhor saúde e qualidade de vida.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    Em suma, o médico terá conseguido aproximar-se de seu paciente com mais empatia, despertando-lhe a confiança. Sendo assim, fará um encaminhamento mais eficaz para o tratamento da doença em sua raiz, não apenas agindo nos sintomas, mas garantindo vida longa e saudável ao seu cliente.

    Aprimore você também os seus conhecimentos profissionais

    Como você pôde ver nesse texto, a Constelação Familiar pode auxiliar na atuação profissional de um médico e também de diversos outros tipos de profissionais.

    Advogados, professores, gerentes de empresas e outros profissionais da área da saúde. Esses foram apenas alguns exemplos de profissionais que precisam, diariamente, lidar com relacionamentos.

    Por meio dos conhecimentos adquiridos na Constelação Familiar, você conseguirá criar mais empatia com o seu público. Além disso, desenvolverá melhor a comunicação com o seu chefe, os seus superiores e os seus colegas de trabalho.

    Se você também gostaria de aprimorar os seus conhecimentos e melhorar a sua carreira, matricule-se no nosso curso.

    O artigo presente foi produzido por Ândrei Clauhs, um de nosso alunos do curso de Constelação Clínica. Exclusivamente para o nosso Blog.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    16 + 2 =