Constelação Familiar

Direito Sistêmico e Constelação Jurídica: guia completo

Por vezes alguns problemas familiares assumem uma grande proporção e só podem ser resolvidos dentro de um tribunal. Contudo, o sistema jurídico enfrentava problemas com as demandas contínuas e processos acumulados, além do atendimento, por vezes, ineficaz. Entenda melhor o que é a Constelação jurídica e como o Direito sistêmico tem ajudado nos tribunais.

O que é a Constelação jurídica?

A Constelação jurídica leva os conhecimentos da Constelação familiar aos tribunais para dissolver os conflitos da família. O propósito é procurar a raiz dos problemas apresentados e encontrar as causas do conflito entre as partes. Desse modo, se alcança uma nova perspectiva e muda de paradigma quanto ao contato familiar em julgamento.

Nisso, é possível alcançar mais facilmente uma solução sem que os lados envolvidos se sintam pressionados a isso. O Direito sistêmico acaba por ajudar em uma reconciliação das partes e evitar novos conflitos pessoais.

Em suma, esse tipo de abordagem trabalha em cima da integração de pessoas para se chegar a um caminho comum e sadio. A justiça pode ser feita de modo mais adequado e que possa satisfazer ambas as partes. Dessa forma, temos uma olhar mais sensível e menos mecanizado, algo que dificultava o andamento de várias causas.

A humanização dos processos

A principal conquista da Constelação jurídica é o olhar mais humanizado para as causas apresentadas no tribunal. Durante muito tempo, o sistema jurídico do Brasil experimentava um acúmulo amargo de casos e mais casos. Consequentemente, uma pilha gigantesca de processes se multiplicava a cada dia, dificultando a vida de todos.

A inclusão da Constelação nos tribunais ajudou a dar um novo olhar aos problemas apresentados. Não existia uma harmonização desse trabalho, o que gerava desconforto a todos os envolvidos. Além dos participantes ficarem insatisfeitos pela inflexibilidade, os profissionais se desgastavam em tentar uma solução ao momento.

Contudo, o direito sistêmico ajudou a dar conforto aos queixantes, fazendo com que se sintam acolhidos. Assim, o entendimento da composição ajudou todos os envolvidos em um problema a caminharem juntos rumo à solução. Em vez de transformar pessoas em armas, os advogados e juízes se tornam porta-vozes de uma nova era no que diz respeito à convivência.

Reestruturando os laços familiares

Grande parte do sucesso da Constelação jurídica se deve ao momento livre de qualquer julgamento. Nisso, os participantes são devidamente assistidos e aceitos nesse momento de resgate familiar. Aqui se dá a construção do pertencimento, solidariedade e empatia para que todos sejam ouvidos, avaliados e devidamente assistidos.

Felizmente, essa proposta é bem dinâmica e o Judiciário e Constelação familiar se adequam a qualquer ambiente de atendimento. Com isso, hospitais, escolas, presídios, postos de saúde e espaços comunitários podem se valer dessa abordagem. Para que se alcance a compreensão humana, atividades terapêuticas específicas serão bem aplicadas.

Ademais, será fixado nesse trabalho a necessidade de crescimento contante nos vínculos afetivos e sociais. Dessa forma, será possível estabelecer uma integração mais elevada e garantir a diminuição de disfunções e problemas coligados.

O equilíbrio alcançado na Constelação

A compreensão do momento permite ampliar detalhes que antes não foram assistidos e se mostram vitais ao entendimento do problema. O trabalho com a Constelação jurídica também conecta o facilitador e seu cliente, de modo que tudo seja mais claro possível. Além de ser o canal para dissolver o conflito, pode ajudar na reconstrução do equilíbrio sistêmico.

Uma das melhores respostas do Direito sistêmico é a facilidade de entender o movimento natural dos campos familiares. Isso porque o facilitador ajuda na identificação e correção daquilo que está em desacordo dentro do campo energético. Regularizando cada peça no lugar, restabelece o equilíbrio e pertencimento ao sistema.

Gradativamente, os passos alcançados aproximarão os dois lados em direção ao ideal comum. De um modo geral, é uma busca pelo interior para entender as necessidades, a verdade e a cura também. Nesse contexto, o equilíbrio alcançado reforçará os laços familiares e ajudará as pessoas a encontrarem a comunhão de um modo complementar.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    De que maneira isso contribui com os advogados durante o julgamento?

    Além das pessoas envolvidas no processo, a Constelação jurídica se direciona abertamente aos advogados no trabalho. De maneira bastante positiva, isso reflete diretamente nas suas capacidades, fazendo com que se elevem como profissionais e seres humanos. Isso fica mais evidente quando:

    Ajuda-se o coletivo

    O Direito sistêmico não abrange apenas o seu lado como profissional, mas também a sua postura como ser humano. Dessa forma, você consegue ajudar as pessoas e criar um efeito dominó positivo e inspirador aos demais. É possível ajudar os outros de maneira direta e indireta, refletindo isso na sua imagem e comportamento.

    Adquire-se bagagem para educar quem precisa ser guiado

    Além dos clientes, os advogados possuem vida própria e dependentes, em geral, seus filhos. Uma nova geração precisa ser guiada e ele, com o conhecimento sistêmico que possui, pode agregar muito ao processo de criação. A educação rfrá a diferença e será um excelente reforço social, já que você estará criando para o mundo pessoas com inteligência mental e emocional.

    Torna-se um orientador mais completo

    Os clientes de um advogado se beneficiam muito quando o profissional se dispõe a elevar sua postura e mentalidade ao aprender coisas extra-judiciais. Com a ajuda da Constelação, o advogado pode trazer para seu cliente orientações mais produtivas e assertivas  nas reuniões de trabalho. Uma vez que o foco é resolver problemas, estamos unindo aqui o útil ao agradável.

    Quem pode ser o mediador sistêmico no tribunal?

    Ao contrário do que parece, um mediador em Constelação jurídica não precisa ser psicólogo ou advogado. Contanto que a Comarca ou Vara autorizem, qualquer pessoa devidamente formada pode auxiliar nos processos. Com a sua formação e Constelação completa e legalizada, auxiliará na condução dos processos internos.

    Qualquer pessoa que lide diretamente com o público se beneficia largamente da proposta e conhecimento da Constelação familiar no Judiciário. A prova disso são os resultados obtidos com centenas de casos encontrando uma resolução positiva e construtiva aos envolvidos. O próprio Conselho Nacional de Justiça exibiu os resultados como favoráveis.

    Quem pode se beneficiar desse serviço?

    A lista de beneficiários da Constelação jurídica, felizmente, é enorme. Dessa forma, atinge as diversas camadas humanas. Independente do problema, existe um espaço adequado para ser trabalhado e resolvido. O trabalho pode ser desenvolvido com:

    Adultos

    Os conflitos inerentes dessa faixa podem encontrar um ponto de equilíbrio para receberem a atenção adequada no tribunal. Os mesmos aprenderão a cederem e se dispor a enxergar o outro lado da moeda. A empatia se torna uma das maiores conquistas aqui, trazendo aos dois uma compreensão mútua do caso.

    Idosos

    As pessoas de idade mais avançada têm um lugar neutro para trabalharem as suas queixas de maneira mais confortável. Sendo mais sensíveis, o ambiente e o descaso de alguns anos atrás afetavam muito esse público. A partir de agora passam a receber maior atenção, espaço para argumentar e apoio necessário para proceder em suas necessidades.

    Crianças e adolescentes

    Por serem jovens, é preciso utilizar uma linguagem acessível para que esse público se sinta compreendido em causas judiciais. Eles recebem tudo com mais intensidade, o que pode abalar sua estrutura mental, emocional e comportamental. No Direito sistêmico, além da proteção, ganham espaço adequado para se expressarem e serem quem são.

    Considerações finais sobre Constelação jurídica

    A Constelação jurídica foi a chave para reformular o sistema Judiciário brasileiro e trazer alívio a todos os envolvidos. Assim, graças a ela, foi possível adquirir e desenvolver um novo olhar a respeito da condução humana em relação as suas pendências emocionais.

    Dessa forma, diversos casos puderam ser revisitados e uma nova solução satisfatória aos participantes foi conquistada. Além das pessoas, o próprio sistema ganha credibilidade por se propor a implementar técnicas novas ao tratamento social humano.

    A fim de alcançar os mesmos resultados se inscreva em nosso curso 100% online de Constelação Familiar. Assim como o Judiciário, você se habilitará a enxergar os problemas de um novo modo e trabalhar suas peças internas enquanto isso. Seja a Constelação familiar ou Constelação jurídica, o direcionamento que escolhe após as aulas mudará sua vida em definitivo.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    19 − dois =