Constelação FamiliarFormação em Constelação

Constelação familiar: como funciona?

Conduzidos pelo ceticismo da nova era, bem como a necessidade de ter algo nas mãos, muitas pessoas ainda duvidam da Constelação familiar. Parte dessa descrença se deve ao formato da terapia, gerando resultados diferentes para problemas semelhantes. Entre em 2020 já sabendo responder à pergunta: “Constelação Familiar: como funciona?”

O início

Bert Hellinger, criador da Constelação familiar, enfrentou muita rejeição quando começou a implementar esse trabalho. Muitos profissionais de outras áreas criticavam a estrutura da terapia sistêmica, dando pouco valor para ela. Ainda que ela fosse bem estruturada em sua proposta, recebia muitas críticas dos mais conservadores.

Entretanto, a Constelação familiar mostrou o seu valor. Devido à sua natureza, conseguia tratar os problemas que outros campos não atingiam. Justamente quem era “marginalizada” de certa forma, acabou por se mostrar uma saída terapêutica viável, saudável e nada invasiva. Assim, dados alguns tratamentos praticados na últimas décadas, foi um excelente aditivo.

Com o passar do tempo, mesmo com as oscilações comportamentais, a terapia sistêmica continua atribuindo um tratamento de valor. Seus aspectos e estruturas enrijecidos se mostram perfeitamente capazes de lidar com qualquer barreira e já são reconhecidos por órgãos públicos como o SUS. É uma via de mão dupla, já que o paciente necessita da guia do constelador e esse precisa das ferramentas proporcionadas pelo cliente.

O que a Constelação pode tratar?

Qualquer problema de origem familiar. Ainda que não percebamos, muito de que somos aqui fora, ou quase tudo, se origina na nossa família. É por meio do campo familiar que muitas impressões, crenças, desejos e comportamentos são repassados e revividos por nós. De forma infantil até, é como se fossemos uma reprise dos nossos ancestrais.

Por um lado, essa herança pode ser benéfica, visto que conseguimos herdar aspectos positivos que são úteis em nossas vidas. São bons exemplos disso a empatia, capacidade de lidar com o outro e a amabilidade. Contudo, da mesma forma, recebemos impressões negativas, como estresse, agressividade e tristezas. Nesse contexto, é justamente esse polo negativo que declina as nossas vidas.

Nossos relacionamentos são pautados nas trocas. Independente de onde estamos, seja em casa ou no trabalho, essa herança maculada é o que envenena nossas ações. Graças a isso, ficamos inaptos a conseguir qualquer chance de prosperidade na vida. Observando como funciona a Constelação familiar, temos um raio-x de nós mesmos e da nossa própria história.

Enfim. Constelação Familiar: como funciona?

Muitas pessoas se perguntam como funciona a Constelação familiar. Isso se deve pelo formato da terapia, que diverge de outras sessões mais convencionais. Outro diferencial dela é que também é possível assistir sem se envolver diretamente no processo. Dessa forma, caso esteja em dúvida, pode entender as engrenagens dela e tirar algumas dúvidas antecipadamente.

Durante a sessão, o constelador irá pedir que você posicione alguns objetos na sala, de forma que representem seus parentes. Aqui entra a representação de quem está diretamente ligado aos seus traumas e outros problemas. Com algumas perguntas, o constelador averiguará sua condição emocional ao se aproximar daquela representação.

A sessão acaba por ativar todo o fluxo familiar, de modo que os pacientes captem conscientemente as impressões que os afetam. Muitos reagem positivamente a isso ou denunciam o desconforto através das lágrimas ou da raiva. Assim, em face do que encontraram e viveram, conseguem elaborar um caminho para um bem-estar duradouro e replicável.

Benefícios

Entender como funciona a Constelação familiar pode te colocar no caminho que deseja. Graças a ela, os clientes conseguem construir e manipular os tijolos de seu crescimento pessoal numa rota de prosperidade. A mudança começa por dentro, mas afeta o seu corpo físico, bem como as pessoas próximas e importantes a você.

Se ainda tem dúvidas do que pode ganhar com ela, veja alguns benefícios da Constelação:

Autoconhecimento

Dificilmente chegaremos a um lugar sem saber de nossa essência e origem. Nossas relações e projetos pouco se frutificam, visto que não sabemos de nossas atribuições e capacidades. Quando uma pessoa recorre na Constelação, ela consegue entender suas bases e objetivar suas ações. Ela entende quem ela é de fato e onde pode chegar.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    Relacionamentos

    Muitas pessoas negligenciam suas relações por vários fatores. A cada dia, uma bola de neve se acumula até que elas não pareçam mais necessárias. A terapia sistêmica é uma excelente ferramenta de retorno. Graças a ela, você consegue ver os pontos defasados de sua relação e trabalha para renová-los.

    Trabalho

    Organizações empregatícias dependem exclusivamente da interação dos funcionários para operar. É graças a essa troca contínua que a empresa continua a funcionar, já que um setor depende de outro. Naturalmente, um dos setores apresentará discordância devido a um movimento negativo de um membro.

    A Constelação aplicada  a esse ambiente pode reestruturá-lo, tornando saudável e produtivo, graças ao trabalho feito com a parte conflitante.

    Onde pode ser inserida?

    Em qualquer relacionamento que precise ser revisitado. A Constelação quebra bastante o tabu da aplicação terapêutica em ambientes fora de um consultório. Isso dá mais liberdade aos indivíduos para se envolverem. Devido ao sucesso, muitas pessoas recorrem na Constelação em lugares como:

    • Escolas;
    • Empresas;
    • Tribunais;
    • Workshops.

    Exemplo

    Um casal enfrentava problemas por conta da separação. A relação com o ex-parceiro se mostrava completamente desgastada e dolorosa, isso porque ele havia cometido uma traição. O contato se inflamava cada vez mais por conta do convívio que o ex-marido tinha e precisava manter com a filha pequena.

    Dando uma chance para o apaziguamento, os dois escolheram uma sessão coletiva para ver como funciona a Constelação familiar. Escavando a relação familiar, o homem contou que seu pai, quando ele mesmo era criança, havia sido infiel com a mãe. Sem uma figura que lhe conduzisse na direção oposta, ele repetiu a atitude do seu genitor. Esse é um padrão muito recorrente e há até estudos comprovando o quão poderoso ele é.

    Durante a sessão, o homem desculpou o erro cometido pelo pai, fazendo as pazes com a figura dele. Sua ex-mulher decidiu se livrar da própria dor, também perdoando o ex-marido. Ela percebeu que a ferida cicatrizaria se deixasse esse fato em seu lugar no passado. Não o bastante, o caminho escolhido foi a decisão certa para a filha do ex-casal.

    Comentários finais sobre a pergunta “Constelação familiar: como funciona?”

    A Constelação familiar é bem dinâmica quando aplicada. Independente da situação, os envolvidos sentem o efeito da terapia ondulando por suas vidas. É como uma lanterna desbravando nossa escuridão interna e expondo tudo o que guardamos por dentro. Ainda que muitos resistam, o trabalho sistêmico é extremamente benéfico.

    Dados os resultados obtidos ao longo de décadas, não há o que contestar o funcionamento da Constelação familiar. É a chance que temos de olhar para nós de forma consciente e entender nossas motivações diante do mundo. Conhecer-se e se entender nos transforma em uma ferramenta de mudança agindo plena e continuadamente em sociedade.

    Dê uma chance a você mesmo se inscrevendo em nosso curso 100% online de Constelação familiar. O Constelação Clínica garante a formação do constelador de qualidade, atuando de forma precisa no mercado. As aulas online dão a comodidade que precisa nesses tempos corridos, mas mantêm a garantia de aprendizado em um tempo conciso. Não perca mais tempo! Em 2020 responda você mesmo à questão “Constelação familiar: como funciona?

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    13 − oito =