Constelação e RelacionamentosConstelação Familiar

O que é codependência? Entenda o termo

Atualmente tem se falando muito sobre relacionamentos e independência emocional. Há milhares de dicas por aí em como alcançar essas coisas. Porém, é preciso falar também da codependência. Afinal, ela é diretamente o antônimo da liberdade emocional. Nesse artigo, falaremos sobre a definição do termo. Além disso, citaremos as características de uma pessoa codependente, as consequências da codependência e como a constelação pode ajudar.

O que é Codependência

A codependência é uma condição psicológica em que uma pessoa se apega emocionalmente a outra. É importante afirmarmos que isto não é nada positivo para nenhuma das pessoas envolvidas em uma relação.

Você já se perguntou por que você, ou alguém que você conhece, não consegue aprender a tomar uma decisão sozinho? Por que precisa ter tudo sob controle e quando algo lhe escapa o mundo cai sobre a sua cabeça? Se a pessoa que você tanto precisa vier faltar, o que você faria? Tudo isso faz parte de nossos medos. Uma pessoa codependente tem todos e cada um deles.

Codependência como transtorno

Outro ponto importante a dizer é que a codependência é um transtorno emocional. Ela foi classificado assim entre as décadas de 70 e 80 e, primeiramente, foi relacionada aos familiares de dependentes químicos. Hoje em dia, ela já é entendida como qualquer quadro de dependência ou transtornos graves de personalidade.

Como identificar

A principal característica de quem é codependente é a “atadura emocional”. Isso significa que a pessoa está atrelada à patologia do outro, não conseguindo colocar limites no comportamento do outro.

A maioria dos codependentes são pais ou cônjuges. Esses vivem em função da pessoa dependente e assumem a responsabilidade por todos os comportamentos problema desta pessoa. Além disso, eles se preocupam excessivamente pelo bem estar deles.

Outro ponto importante é que o codependente não percebe que cuida excessivamente do outro. Por consequência, ocorre um processo de autoanulação: A pessoa esquece de si mesma, de seus sonhos e projetos. Concluindo: o sujeito se torna dependente da dependência do outro.

Mais características de uma pessoa codependente

Além das características que já citamos, vamos falar de algumas outras que vemos na pessoa com codependência.

Insegurança

Como dissemos, o codependente vive para os outros e abandona a si mesmo. Ele se apoia nas decisões dos outros, se alimenta das opiniões do resto das pessoas e não acredita no seu valor.

Para a pessoa codependente, os outros são sempre mais importantes do que ela mesma. Além disso, não consegue pensar em si só ou por si mesma.

Controle

Como a pessoa precisa sempre do outro para viver a sua vida, ela não consegue viver sem isso. Por esse motivo, ela se torna controladora e manipuladora para manter tudo e todos sob o seu controle. Ela faz isso, pois não quer que ninguém saia do seu lado, já que não pode ficar sem eles.

Dúvida

O mundo é um lugar muito perigoso na cabeça dessas pessoas. Elas não conseguem enfrentar a vida, a sociedade e o mundo sozinhas. Esse tipo de indivíduo sempre dúvida que saberá viver sem depender de alguém emocionalmente. Isso reduz sua capacidade de decisão, de modo que sempre procurará alguém para se apoiar.

Consequência da codependência na vida de uma pessoa

Conforme a pessoa com codependência abandona suas necessidades e objetivos, ela entra num processo de abandono de si mesma. Isso gera uma autodestruição. Porém, esse fim não é imediato. Trata-se de um padrão que ocorre a longo prazo, normalmente durante vários anos. Consequentemente, resulta em muitas perdas.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    Dentre essas perdas podemos citar:

    • Perda do tempo que deveria ter sido investido em si mesmo, no seu lazer, nos projetos pessoais;
    • Perda de relações que poderiam ter sido saudáveis, perda de esperança em resolver o problema do outro.

    Todas essas perdas podem desencadear alguns danos para a saúde tanto no aspecto físico (doenças psicossomáticas) ou no campo psicológico (quadros depressivos ou ansiedade acentuada).

    Codependência e a constelação sistêmica

    Bert Hellinger estabelece que uma das ordens para que o amor flua numa relação é a igualdade do dar e receber:

    “… em primeiro lugar, faz parte das ordens do amor entre pessoas iguais que reconheçam o outro como alguém de mesmo valor”.

    Para Bert, se penso que posso ajudar alguém, estou me colocando acima deste alguém. Me acho melhor que ele, e portanto, não há amor. Para qualquer relacionamento dar certo, devemos equilibrar o dar e receber. Dou o tanto que recebo. E vice-e-versa.

    O que diz a Psicologia

    Nos casos que isso não acontece, ocorre o desequilíbrio. Isto vem em conformidade ao que diz a psicologia sobre isso:

    “O codependente almeja ser, realmente, o salvador, protetor ou consertador da outra pessoa, mesmo que para isso ele esteja comprovadamente prejudicando e agravando o problema do outro.

    A constelação sistêmica vem para ajudar a restabelecer esta ordem.

    A codependência na Constelação

    Para constelação, a codependência é um impulso inconsciente causado por uma identificação da pessoa com algo do seu passado familiar. Por esse motivo, o codependente não deve se sentir culpado por ter atitudes de codependente.

    Diante da situação é preciso ter atitude de mudança. Em linhas gerais, é necessário querer mudar. Simplesmente é chegado o momento de dar um basta nesse sofrimento. Você precisa escolher pela sua felicidade.

    Além disso, é muito importante entender que há linhas que não podemos ultrapassar. Ou seja, a cura tem que ser uma opção da pessoa. Você não pode curar o problema do outro. Podemos ajudar as pessoas, mas não curar as suas feridas.

    A escolha de se libertar é sua

    Da mesma forma, só nós podemos trilhar os nossos caminhos. É preciso evoluir e assumir nossas vidas em nossas próprias mãos. Nem sempre é fácil, porém a constelação familiar nos ajudará a identificar a origem dos nossos desequilíbrios. Quando tomamos posse disso, nós conseguimos trabalhar os problemas e nos amar.

    Quando nós nos amamos, aprendemos a respeitar o outro e nos respeitar. Dessa forma, não aceitaremos mais migalhas dos outros.

    Considerações finais sobre codependência

    A codependência é algo que pode machucar muito todas as pessoas dentro de uma relação. Não podemos deixar de viver nossos sonhos para viver a vida dos outros. Então, se você percebe algum sintoma em você ou em alguém conhecido, procure ajuda.

    Além disso, lembre-se que você não é culpado dos erros dos outros. Também é preciso lembrar que você não precisa da outra pessoa para viver. Você é capaz de fazer suas escolhas, decidir seu caminho. Por mais que isso amedronte você, você consegue. Lute por si mesmo.

    Por fim, se você quer conhecer mais sobre a codependência, conheça nosso curso de Constelação Clínica EAD. Nele você vai saber mais sobre problemas sistêmicos e como a constelação pode ajudar a solucioná-los. Além disso, o curso é 100% online, ou seja, você pode estudar quando e onde quiser. Não perca a chance de adquirir esse conhecimento!

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    um + 17 =