Constelação e RelacionamentosConstelação Familiar

Adolescência: conceito e dicas da Constelação Familiar

A adolescência é uma fase de extrema transição aos jovens. Abdicando da sua infância para entrar na fase adulta, esse indivíduo experimenta mudanças e também corre riscos naturalmente. Entenda mais sobre ela e veja como a Constelação familiar pode te auxiliar nessa mudança.

 

O que é a adolescência?

Biologicamente falando, adolescência é o período de maturação sexual de uma criança para a fase adulta. Neste período, seu pequenino corpo recebe uma carga enorme de hormônios e estímulos que o induzem a uma transformação física, biológica e mental. Ademais, também afeta o seu comportamento em sociedade, esboçando o adulto que virá a ser.

Dessa forma, trata-se de um período de descobertas. O jovem na adolescência se afasta da sua figura infantil super protegida e entra no campo de testes da vida adulta. Tudo na sua vida se reestrutura, absorvendo novos conceitos e ideias para a sua vida. Dessa forma, também se torna um acréscimo ao seu campo familiar, visto que essas experiências adicionarão informações a ele.

Há também um desprendimento do pai e da mãe, onde o adolescente busca suas próprias ideias. Despreparado para a vida adulta, essa captação do novo entra em choque com o antigo. Por esse motivo, o período também é conhecido como “aborrecência”, onde a figura do jovem é caracterizada com petulância e desrespeito com as autoridades.

 

papel dos pais na adolescência - infográfico

 

Comunidade

A adolescência é a fase onde tudo se intensifica. As emoções, atitudes, o modo de se vestir são resultados de uma virada na mente do jovem. Assim, ele busca se identificar com as figuras que lhe causam representatividade e que servem de guia. Por vezes, sendo comum até, essas figuras não são representadas pelos pais, cabendo a alguém relevante de fora da família ou alguma onda.

Esse movimento visa a inclusão do jovem em algum círculo onde ele possa se encaixar. Inconscientemente inseguro de suas mudanças, ele busca se integrar em outras famílias para se sentir aceito. Dessa forma, lembra bastante um princípio fundamental da Constelação familiar: o pertencimento. Todos nós temos a necessidade de permanecer em grupo.

Ao mesmo tempo, a visão também muda. Adolescentes costumam ter uma visão mais idealizada do mundo, ajudado até pelas emoções novas que carregam. Tudo é mais intenso, sejam as vitórias, derrotas e desejos. Muitos adolescentes sentem que precisam de algo imediatamente, pois acreditam na momentaneidade de tudo.

 

Papel dos pais de filhos na adolescência

Com o afastamento natural, muitos adolescentes se distanciam dos pais. Em suas mentes, eles acreditam que seus genitores são incapazes de entender as necessidades que possuem agora. Com a inserção em outras tribos, acabam por se afastar do seu seio de origem. Assim sendo, os pais, ainda que conhecidos, passam também a ser desconhecidos.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    Nesta fase de mais independência, os jovens tentam criar uma imagem pessoal longe dos pais. Isso acontece porque, já que estão afastados da proteção familiar, precisam ser aceitos em outra roda. Este campo gira em uma frequência única, só entendida pelos jovens. Manter-se ligado ao genitores é visto como vexame por ele e pela tribo.

    Quando os pais tentam se integrar de forma equivocada nessa fase, são repelidos de alguma maneira. O adolescente sente que está sendo violado de alguma forma. Seja pelas perguntas, sugestões e opiniões, reagirá de forma negativa. Contudo, isso também está ligado com o medo do julgamento, já que, inconscientemente, tem medo de decepcionar os pais.

     

    Riscos na adolescência

    Com essa procura incessante de se encontrar nesse novo corpo e fase, muitos jovens se expõem a riscos. As consequências são inibidas pelo conflito da juventude com a fase adulta. Dessa forma, sentindo que pode dominar o mundo, pode cometer ações que o degradem física e mentalmente. Entre elas, destacamos:

     

    1. Uso de álcool

    Influenciados pelos ideais nesta fase, os jovens ficam mais abertos a experimentar coisas novas. De imediato, as bebidas alcoólicas são os alvos primários. Graças a elas, eles têm um passe para se integrar e conquistar uma imagem mais independente. Contudo, infelizmente muitos se mostram incapazes de exercer um controle sobre si mesmo, exagerando bastante.

     

    2. Drogas

    Pode parecer exagero, mas a adolescência expõe os jovens despreparados a riscos elevados. Os mais suscetíveis buscam nas drogas o que acreditam não encontrar em casa. Dessa forma, ainda sabendo dos riscos, podem iniciar uma jornada de declínio que envenenará seu campo familiar.

     

    3. Relacionamentos abusivos

    Nessa transição, todas as emoções e experiências são vividas ao limite. Em sua mente, o jovem acredita que o amanhã não chegará e, portanto, precisa viver o agora intensamente. Essa lente do imediatismo bloqueia qualquer inibidor social. Dessa forma, o adolescente se expõe com facilidade a relacionamentos que o levem em um caminho tortuoso.

     

    Dicas sobre o papel dos pais na adolescência dos filhos

    Ainda que seu filho passe por mudanças radicais nesta fase, é possível ajudá-lo. Assim, você será visto como um aliado e não um obstáculo a ser vencido. Veja como ajudar a lidar com essa fase crucial ao seu desenvolvimento:

     

    1. Aceite a renovação

    Os jovens sempre encontram um jeito inovador de fazer as coisas. Isso está ligado à época em que vive, bem como o seu contexto social. Isso sempre aconteceu dessa forma e sempre acontecerá. Portanto, não relute e aceite esse jeito novo de lidar com situações.

     

    2. Aceite as mudanças

    Muitos pais procuram cultivar a imagem infantilizada do filho como forma de mantê-lo por perto. Isso acontece também porque é mais seguro se manter na origem do que entender o novo. Entenda que seu filho precisa sair da zona de conforto e navegar em águas desconhecidas. Assim sendo, ajude-o nesta caminhada, guiando sempre que necessário.

     

    3. Privacidade

    Naturalmente, muitos jovens precisarão de um espaço próprio para entender e conhecer a figura que está no espelho. Também é outro aspecto natural da transição. A não ser que seja solicitado ou que apresente casos de risco, jamais invada o espaço dele. Faça-o ver que estará por perto para ajudá-lo, bem como se encontra disponível para dar espaço.

     

    4. Responsabilidade

    Dê espaço e liberdade para que se encontre, mas também ensine o valor da responsabilidade. Agora ele se encontra em um canal onde deverá fazer escolhas e arcar com consequências. Portanto, mostre o peso de cada escolha que este jovem venha a tomar. Mais uma das árduas tarefas de ter filhos.

    A adolescência pode ser resumida em se desprender do antigo e abraçar o novo. O adolescente abandona a sua imagem de criança e precisa entrar na casca adulta, entendendo e absorvendo a carga que esta possui. Isso também significa se afastar dos pais momentaneamente. Eles precisam se descobrir longe das asas dos genitores.

     

    Afinal, como ajudar filhos na adolescência?

    Entretanto, esse caminhada é permeada por riscos. Muitos jovens se perdem no caminho e têm dificuldades em retornar. Por conta disso, os pais precisam encontrar a linha entre invasão e apoio. Pode ser confuso, mas ao mesmo tempo em que precisam se sentir livres, também precisam saber que podem contar com os laços familiares.

    Se você é mãe ou pai de filhos na adolescência e quer entender melhor essa transição, se inscreva em nosso curso de Constelação familiar. Embebido pelos fundamentos e métodos da terapia, você se torna capaz de identificar as necessidades dos seus filhos. Assim sendo, poderá enxergar com maior clareza a hora de impor os limites.

    O fluxo que o cerca continua registrando impressões na família, reverberando até você. Portanto, use da Constelação familiar para caminhar nessa ponte e descobrir o melhor caminho para o seu filho. Os pais não precisam ser apenas vigias, podem ser amigos também.Desa forma, use o nosso estudo flexível na construção desse apoio.

    One thought on “Adolescência: conceito e dicas da Constelação Familiar

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    8 + 12 =