Constelação e RelacionamentosConstelação Familiar

Viver em paz com a família: 12 dicas

A relação que montamos com a nossa família tem muito a dizer sobre a nossa construção social. Por meio dela, estabelecemos parâmetros de comunicação, mas isso sempre se chocará com a visão dos outros membros. Para evitar qualquer empecilho maior nessa relação, veja algumas dicas de como viver em paz com a sua família.

Sobre a família

Podemos enxergar a nossa família como a fábrica de nossos relacionamentos e de nossa visão de mundo. O círculo é o primeiro contato que mantemos com o Outro, aprendendo gradativamente o conceito de personalidade e individualidade. Naturalmente, aprendemos que possuímos afinidades e diferenças que se alinham ou se chocam conforme o momento.

Graças a ela, estabelecemos o conceito básico sobre a vida, como o certo e errado, por exemplo. Por meio disso, surge a capacidade natural de fazer escolhas e lidar com as suas consequências. Independente de errarmos e/ou acertarmos, a família nos dará conforto e apoio. Se mantemos a harmonia, ela serve como um estimulante natural para seguirmos em frente.

Ainda assim, precisamos ter em mente que alcançar uma imagem perfeita é impossível. São justamente as nossas diferenças que nos colocam em conflito, provocando atritos e contrastes de ações. É preciso muita resiliência para sobressair juntos de uma situação conflitante.

A comunicação

Com o passar do tempo, a imagem da família vem se deslocando para um quadro totalmente diferente. Se antes era preferível que todos sentassem à mesa e conversassem abertamente, hoje alguns optam por evitar isso. Seja pelos celulares, trabalho ou compromissos adiáveis, a comunicação se corta por um fio.

Graças a isso, muitos se sentem pouco à vontade para se abrir com o familiar. A ideia que prevalece aqui é a de invasão a qualquer sinal de interesse maior. Cada um constrói a sua própria bolha e trabalha para que o outro não interfira nisso. O movimento cultural também empurra as pessoas em direção a esse resultado, já que classifica como uma situação rotineira.

Entretanto, devemos acabar imediatamente com esse comportamento. Ainda que não percebam, esses membros alimentam uma terra para facilitar o nascimento de conflitos fáceis. Sem se conhecerem, não hesitam em se enfrentarem para garantir seu ponto de vista. Viver em paz com a família aqui se torna um objeto negligenciado por conta de uma comunicação defasada.

Conflitos

Continuando o que foi dito acima, os conflitos derivam das ligações pouco desenvolvidas, ainda que sua natureza em si seja natural. Isso quer dizer que uma família trabalhou pouco para se integrar, de modo que os membros acabam se tornando estranhos morando em um mesmo ninho.

Os conflitos devem ser vistos como uma forma de identificar as suas falhas e trabalhar para mudá-las. Aqui não deve caber que está certo ou errado, mas o que precisa ou não ser acrescentado. O primeiro passo para isso e viver em paz é um pedido de desculpas a qualquer parte afetada. A humildade em se reconhecer como um agente negativo abre as portas ao que vem depois.

Bases

Para viver em paz, toda família precisa de uma estrutura a ser seguida. A ideia aqui não é montar um regime, mas uma conduta onde todos possam entender e aceitar os termos. Isso vai garantir uma harmonia maior naquele seio, servindo de base ao que está sendo feito. São coisas simples, mas que fazem toda a diferença, começando por:

Ordem

Em toda família, biológica ou não, há uma hierarquia a ser seguida. Graças a isso, conseguimos estabelecer uma relação entre respeito e responsabilidade, corrente mútua entre mais velhos e os jovens. A ordem na família serve para ensinar que há autoridades a serem respeitadas, se não em casa, no mundo externo.

Apoio

Sem motivação não chegamos a lugar algum. Precisamos de alguém nos incentivando a seguir em frente ainda na infância. Graças a isso, conseguimos aprender e criar a nossa própria motivação. O apoio dado pela família ajuda a construir um dos pilares fundamentais propostos pelo seio.

Amor

Eis uma das peças mais importantes quando queremos viver em paz com a família. O amor conduz nossos relacionamentos de forma primorosa, mostrando o que podemos manter de bom com o devido esforço. Por meio dele, conseguimos estabelecer as relações de confiança que precisamos com cada indivíduo que convivemos.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    Dicas para viver em paz com a família

    Viver em paz com a família pode ser uma tarefa muito complexa, mas ainda assim é realizável. Todo o processo dependerá do esforço de cada membro, onde as responsabilidades e ações serão compartilhadas. Para alcançar essa graça, o trabalho em conjunto será essencial, onde cada um deverá entender perfeitamente o seu papel.

    Geralmente, começa por:

    • Agente pacificador

    É bastante fácil agarrar todas as ferramentas e atirar ao alto. Entretanto, precisamos de alguém que apazigue qualquer tensão existente naquele círculo. Opte por ser o pacificador da família. Encontre o equilíbrio em si para saber levar corretamente as adversidades que vão se apresentar em alguns momentos.

    • Hábitos

    Já mudou um objeto de lugar e sentiu que essa nova posição ficou bem melhor? Com os hábitos são a mesma coisa. Quando mudamos o nosso comportamento, sendo capazes de fazer pequenas ações, acabamos criando grandes movimentos. As reações positivas serão aprovadas pelo consenso da família e todos escolherão permanecer assim.

    • Promova encontros

    Aprender a viver em paz com a família também tem a ver com o toque, com o contato. Os encontros são convites para agregar pequenas mudanças com o tempo.

    • Evite julgamentos desnecessários

    Ninguém aprova um juiz na sua cola reprovando tudo o que faz, certo? Portanto, trabalhe para mudar qualquer ação julgadora. Procure entender o que aconteceu e o que levou um ente a cometer algum ato.

    • Sem cobranças

    Cada um tem o próprio jeito e ritmo de conduzir a própria vida. Apressá-lo ou exigir algo nunca será a saída para obter melhores resultados. Evite cobranças em excesso.

    • Ajude a família

    Sempre que possível ajude sua família. A ideia não é interferir sempre nas discussões, mas dar apoio sempre que precisarem.

    • Persista

    Grandes mudanças levam tempo e exigem esforço. Portanto, nunca desista de mudar a estrutura da sua família.

    • Sugestões

    Ainda que não concorde, procure ouvir sugestões para melhorar o seio familiar. Avalie outras ideias e cheguem juntos a um consenso sobe o que é melhor para o grupo.

    • Divida tarefas

    A família funciona como uma equipe e deve se portar como tal. Incentive todos a dividirem as tarefas domésticas. Indique que cada um tem a sua parte e que isso ajuda a harmonizar a casa.

    • Otimismo

    Um quadro não melhora se nós não acreditamos neles. Devemos ser otimistas como uma forma de criar incentivo à mudança.

    • Enalteça

    Por vezes, esquecemos o quanto um ente consegue ser incrível em determinada área. Mostre que você sabe de suas qualidades e chame atenção para isso eventualmente.

    • Se divertir

    A vida não é só responsabilidades. Tire sempre um tempo para que possam sair e se divertir sem impedimentos.

    Considerações finais sobre viver em paz

    Aprender a viver em paz com a família é um exercício diário. A cada momento, somos testados e levados ao limite entendo o quão complexo pode ser o outro. Devemos ser resilientes e tentar trabalhar essa situação de forma construtiva.

    Sendo assim, mãos à obra. A mudança também acontece quando saímos de nossa zona de conforto e adentramos em águas turbulentas. Um bom navegante sabe que uma tempestade assusta, mas que não dura para sempre.

    O que você faz para viver em paz com a família? De que forma o círculo de vocês funciona e como suas ações reverberam nos outros? Nos mande uma mensagem e ajude a expandir essa roda de conversa. Por fim, sabe o que mais ajuda? Aprender e aplicar os conceitos da Constelação Familiar em sua casa! Se quiser saber quais são, se matricule em nosso curso de Constelação Clínica online!

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    14 + 7 =