Constelação e Relacionamentos

Tenho medo do meu namorado me trair

como saber se meu marido está me traindo

Estar num relacionamento pode ser uma experiência maravilhosa. Entretanto, nem sempre isso acontece. Se você é do tipo que sempre tem aquele pensamento insistente: tenho medo do meu namorado me trair, saiba que esse artigo é para você.

Nós vamos falar sobre o sentimento de insegurança que muitas vezes tenta nos auto sabotar.  Ainda, traremos algumas dicas sobre o amor próprio e bem-estar emocional. Então, não perca o que preparamos para você a seguir.

Descubra quais são os gatilhos da sua insegurança

Ademais, antes de pensar em sair acusando o seu namorado, tente refletir: por que você se sente insegura? Outra questão que deve ser analisada: seu companheiro ou companheira já fez algo que pudesse te deixar desconfiada? E por fim, com que frequência você tem esse tipo de sentimento?

Bagagens emocionais

Entenda que todos nós carregamos bagagens emocionais. Isso significa que todas as nossas experiências anteriores acabam influenciando nos nossos relacionamentos do presente. Se você foi traída no seu último relacionamento é normal se sentir insegura com o seu atual parceiro.

Entretanto, outras bagagens acabam por tornar qualquer relação mais complicada. Se os seus pais ou parentes mais próximos se separam por traição talvez você carregue esse trauma. Assim, sua mente e seus sentimentos tendem a te fazer acreditar que o mesmo irá acontecer com você.

Afinal, você já viu que as coisas não são tão fáceis como parecem ser? Uma vez que você não tenha resolvido essas questões consigo mesmo, dificilmente você terá condições de seguir com qualquer relacionamento. Isso pode acontecer com todas as pessoas com quem você se relacionar.

Falta de amor próprio

Sabia que a falta de amor próprio pode causar insegurança? Talvez sua mente tente o tempo todo dizer que você não é suficiente. Assim, você só passa a enxergar seus defeitos em detrimento das suas qualidades.

Isso diz respeito tanto à aparência física e a frustração de não se enquadrar em determinados estereótipos de beleza. Se você nunca está satisfeita com o seu peso, a cor da sua pele e seus traços físicos e até mesmo o seu cabelo, saiba que isso interfere na sua autoestima.

O mesmo também se aplica aos seus talentos e habilidades. Achar que não é inteligente o suficiente pode causar frustrações enormes. Assim, você sempre acaba se sentindo inferior que seu parceiro. Já seus questionamentos podem ser algo como “por que ele está comigo se tem tanta mulher mais bonita e/ou mais interessante que eu?”

Aprenda a enxergar o seu valor

Entenda que independente das suas bagagens emocionais e das suas características físicas você tem valor. O primeiro passo para se sentir bem o seu relacionamento é sentir-se bem consigo mesma.

Nós estamos querendo dizer que a sua felicidade e infelicidade não podem estar ancoradas no seu parceiro. Você precisa curar suas feridas para não despejar todas as suas frustrações e inseguranças no seu namorado ou marido.

Questione-se também por que você está se relacionando com seu parceiro? Será que é pra não ficar sozinha ou porque vocês compartilham de objetivos e ideias semelhantes? Você está nesse relacionamento para curar alguma ferida ou por que de fato se sente bem e quer permanecer junto?

Como controlar o medo de ser traída?

Você já pensou em buscar ajuda? Compreenda que falar sobre o assunto com algum profissional pode ser a melhor solução. Muitas vezes esperamos que o nosso companheiro resolva nossos problemas, quando na verdade somos nós mesmos que precisamos resolver nossas questões internas.

NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

Buscar ajuda psicológica ou terapia te dá condições de falar e ser ouvida imparcialmente. Você descobrirá quais são os gatilhos que te tornam infeliz no seu relacionamento. Compreenda que isso não te torna inferior, porque na verdade todos nós deveríamos tratar das nossas aflições.

Leia também:  As 3 Consciências da Constelação Familiar

Entenda que tentar controlar todos os passos do seu namorado pode sufocá-lo. Portanto, evite controlar os horários do seu parceiro, seu círculo de amizade e suas atividades nas redes sociais. Isso porque tais atitudes só demonstram o quanto você pode ser possessiva, uma vez que seu companheiro não é seu objeto.

Como saber se meu marido está me traindo?

O medo de ser traído ou traída é tão grande que muitas pessoas fazem de tudo para descobrir se sua intuição está certa. Vigiar o parceiro, exigir o uso da aliança, ligar o tempo todo e até mesmo segui-lo comprovam o quanto a pessoa pode estar mal.

Antes de tomar qualquer atitude mais drástica, entenda se de fato o comportamento do seu marido mudou. Os atos de carinho mudaram? Quando foi a última vez que vocês tiveram um tempo sozinhos? Aqui estamos nos referindo ao tempo de qualidade: sem os filhos, conversando
de verdade e olhando nos olhos, por exemplo.

Portanto, cair na rotina é natural, ainda mais de um tempo juntos e com as responsabilidades da vida adulta. Mas, seu marido tem evitado ficar contigo, mesmo nos momentos de descanso? Ele tem preferido ficar mais tempo fora de casa? Reflita sobre esses aspectos.

A falta de diálogo e problemas de comunicação

Em muitos casos os parceiros nem sabem o que o cônjuge está passando. Isso ocorre devido à ausência de diálogo. Uma vez que vocês não conseguem conversar sobre seus problemas e aflições dificilmente saberão o que o outro está passando.

Compreenda que toda a relação depende de confiança e honestidade. Sem esses dois pilares será complicado levar o relacionamento adiante. Saiba falar e ouvir o que o outro tem a dizer, e num momento mais calmo, porque no calor das emoções só pode desencadear mais conflitos.

Assim, conversar pode evitar brigas e desentendimentos desnecessários. Não espere que seu parceiro venha adivinhar o porquê de você estar insegura. Sente com ele e aponte os motivos e atitudes que ele/ela tenha que te deixa insegura. Assim, você ouvirá também o lado dele e poderá
compreender uma perspectiva diferente da sua.

Considerações finais sobre: “tenho medo do meu namorado me trair”

Em síntese, nesse artigo abordamos sobre a insegurança nos relacionamentos. Em vez de partir para um duelo com seu par, tente primeiro compreender os seus sentimentos e aflições. Também
mencionamos a necessidade de você se valorizar antes de despejar as suas bagagens emocionais.

Por fim, perceba se seu parceiro não te dá abertura para o diálogo e não te trata com respeito. Às vezes você pode estar num relacionamento abusivo e nem se dá conta. Ainda, você mesma pode ser a abusiva da relação e não percebe achando que seu comportamento obsessivo de controle é
normal.

Assim, para entender melhor sobre os conflitos nos relacionamentos amorosos, faça nosso curso online de formação em constelação familiar e sistêmica. Assim sendo, você poderá encontrar ferramentas para eliminar ações e pensamentos negativos do tipo: tenho medo do meu namorado me trair.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze − sete =