Constelação e RelacionamentosConstelação Familiar

Sucessão familiar: 5 dicas para um processo saudável

Muitas entidades no Brasil são formadas por um negócio de família que, infelizmente, corre bastante risco em sua trajetória. Isso porque quando o assunto envolve o trabalho dos descendentes, muitas empresas encontram o seu fim com a próxima geração. Veja como fazer um processo saudável de soma free saturday delivery sucessão familiar e garantir que sua empresa continue firme como antes.

Planejamento

Um dos erros de várias empresas familiares é não pensar na sucessão familiar como um grande evento. Com isso, acaba-se empurrando a direção do projeto em cima da hora, fazendo com que os herdeiros assumam sem preparo. Segundo as estatísticas, em torno de 30% das empresas continuam firmes quando passam à próxima geração.

Quando se pensa em quem assumirá os negócios, é preciso de tempo para moldar o sucessor. Fazer com que ele integre as atividades do local de forma natural e fluida em sua própria rotina. Com isso, é preciso:

Organização

Bem antes de se passar o manto é preciso pensar nas etapas de sucessão, começando por quem ficará no lugar. O planejamento é importante porque prepara adequadamente a sucessão de maneira saudável e segura. Dessa forma, quem vai ocupar a cadeira deve aprender o quanto antes como o negócio respira.

Acompanhamento constante

Nesse planejamento, quem comanda atualmente a empresa deve guiar o seu sucessor. A ideia aqui é repassar integral e progressivamente o fluxo de operação do negócio ao novo comandante. Tudo isso vigiando seus passos, elucidando suas dúvidas e fortalecendo seus meios de trabalho. Dessa forma estará nutrindo um vigoroso e produtivo líder.

Aptidão dos descendentes

Uma excelente dica à sucessão familiar é juntar a família para chegar a um entendimento, evitando conflitos. Além disso, é justamente essa conversa que detecta quem possui as capacidades e intenções necessárias a levar o negócio em frente. Essa conversa visa esclarecer se o candidato possui aptidão natural para manter o negócio vivo.

Ainda que muitos se incomodem com essa análise, ela é vital para verificar as opções ao seu negócio. Por exemplo: se um dos descendentes não quiser assumir, é viável chamar uma direção externa? Temos que sempre avaliar o que pode ser melhor para a empresa.

Nesse encontro familiar, é colocado em pauta se os candidatos tem amor e ligação ao que foi erguido. Com isso, note se os mesmos já levantam interesse quanto ao que é produzido. É justamente essa fome inicial por novidades e por melhorar que podem indicar a proteção do legado familiar.

Consultoria

Contratar uma consultoria é uma excelente saída quando se pensa na sucessão familiar em uma empresa. Através dela, conseguimos um suporte técnico adequado para planejar corretamente a passagem do manto. O melhor é que a consultoria sendo formada por uma equipe externa pode olhar sob outra perspectiva as necessidades da empresa.

O apoio externo de uma equipe de consultoria elabora por completo um plano eficaz de sucessão familiar. Como dito acima, ela identifica os padrões que fazem sua empresa prosperar e os que a atrasam. Unindo essa parte com a etapa de planejamento, você pode instruir o sucessor com esse novo plano. O líder terá a liberdade para trabalhar, mas tem em mãos algumas diretrizes.

No mercado, existem diversas empresas, algumas até voltadas a nichos específicos. Sendo assim, busque a que se melhor enquadra com suas necessidades e os seus princípios.

Invista na capacitação

Nem sempre apenas o talento é necessário para uma sucessão familiar bem estruturada. Isso porque os sucessores precisam saber de fato como o negócio da família se desenvolve. Seguindo o velho ditado, a prática é o que vai levar a perfeição do trabalhador. Lapidando frequentemente suas habilidades, é possível extrair o melhor dele.

Ademais e principalmente, é preciso investir em uma capacitação concisa e eficaz desse indivíduo. Motive-o a procurar atividades que agreguem positivamente em suas capacidades laborais. Isso pode vir por meio de:

Cursos

Sendo a forma mais direta de lapidar suas habilidades, o motive a buscar qualificação imediata. Isso pode ser por meio de cursos específicos, o que garante um retorno mais rápido, ou faculdades. A qualificação se torna essencial pois ajuda a modelar a sua perspectiva sobre o trabalho. O que é aprendido jamais é esquecido.

Workshops

Para tornar a sua preparação mais versátil e dinâmica, indique a participação em workshops. Por meio deles é possível se atualizar quanto às propostas e ideias sobre o trabalho e direção. A partir daí, o sucessor pode implementar a experiência dos demais em sua própria vida, encontrando soluções para velhos problemas.

Rede de contatos

Para dinamizar a sua percepção sobre o negócio, busque ajuda de amigos e conhecidos que também trabalham da mesma forma. Ainda que não perceba de início, entrar em contato com outros modos de operação ajuda a fluir seu fluxo empreendedor. Essas leves experiências podem ser resgatadas quando o sucessor precisar de novos caminhos quando enfrentar suas próprias crises.

Delegue funções

Antes que se conclua o processo de sucessão familiar, faça com que o sucessor tenha responsabilidades na empresa. Assim que for possível, deixe que ele assuma alguma função como parte de seu treinamento e integramento no local. Graças a essa inclusão, você consegue verificar e estudar o seu desempenho e pode constatar se está na direção certa.

Além disso, quando se coloca um novato numa posição conseguimos ver sua vontade crescer. Contudo, há limites para o que se faz e diz no local. Muitos acreditam que a empresa precisa de mudanças radicais, indicando diversos erros. Caso aconteça, faça valer a sua paciência e mostre que uma história não pode ser apagada em apenas um dia

Comentários finais: Sucessão familiar

O processo de sucessão familiar pode ser muito sensível para algumas pessoas. Isso porque não é só um cargo que está sendo deixado, mas toda uma história de vida e envolvimento laboral. Ainda que possa intervir em alguma questão, o seu trabalho está encerrado. Agora, é deve do sucessor tocar o negócio.

Com isso, faça de tudo para preparar adequadamente quem vai ocupar sua cadeira. Faça com que entenda o valor que aquela entidade carrega em si e para os outros. Ele passará a intervir na produção de ações e sonhos que alimentam diversas almas. A partir de agora, é ele ou ela quem conduzirá o negócio da família.

Para contribuir a esse crescimento, por que não se inscreve em nosso curso de Constelação familiar EAD? Voltado às conexões familiares, você aprenderá a identificar padrões em seu sucessor que farão ou não bem a ele e ao negócio.

Nosso curso é ofertado via internet, ajudando a flexibilizar os seus estudos numa rotina agitada. Mesmo que as aulas sejam distantes de uma sala, nossos professores aproximam os alunos do rico conteúdo das apostilas. Os esforços deles visam ao aperfeiçoamento de suas habilidades como psicoterapeuta no diagnóstico correto dos trabalhos.

Contate-nos já e garanta sua vaga em nosso curso de Constelação familiar. Além disso, não se esqueça de compartilhar este post sobre sucessão familiar!

Foi útil para você? Curta, Comente e Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 3 =