Constelação e vida diáriaConstelação Familiar

O que é Resiliência? 7 dicas para desenvolver

A vida é composta por diversos desafios, cada qual responsável por moldar a nossa identidade. Entretanto, nem todos conseguem se adaptar tão facilmente a eles, resistindo bravamente a essas mudanças. Descubra o que significa resiliência e sete dicas para construí-la.

O que é resiliência?

Resiliência se configura como a habilidade de retornar a um estado existencial tranquilo após grandes tribulações. Basicamente, se mostra como a capacidade de alguém de lidar com eventos externos e conseguir se recuperar deles. Ao invés de se desesperarem, eles conseguem entender e absorver a situação que vivenciam sem se abalarem tanto.

Em geral, os resilientes costumam sair da própria zona de conforto e se exporem às adversidades sem dificuldades. Não que eles procurem por problemas, nada disso, entretanto estão preparados para enfrentá-los. Como possuem ferramentas de adaptação psicológicas, sempre conseguem se sair bem em qualquer situação que se envolvam.

Notamos facilmente que indivíduos sem essa habilidade se deixam abater por qualquer motivo. Mostram-se fragilizados, incapazes de ir adiante e têm sérios problemas em construir um recomeço. Estes, mais que qualquer outra pessoa, precisam refinar a forma como se encontram com os empecilhos. Caso o contrário, sofrerão por suas escolhas.

A importância de ter a resiliência como escudo

A resiliência é resultado de avaliação pessoal diante de determinadas experiências. Naturalmente, algumas pessoas conseguem sair de suas bolhas e observar a forma como reagem ao mundo externo. Com isso, pesam escolhas e consequências, de modo a verificar o que ganham e o que perdem. A mudança ocorre a partir do desejo em prevalecer.

Entretanto, muitos escolhem nutrir uma rotina de modo a evitar qualquer surpresa. Dessa forma, ficam perto de quem pensa parecido, não tomam escolhas drásticas ou resistem às mudanças. A falta de resiliência só força a ficarem presos em um padrão de relacionamento interpessoal com o mundo. Qualquer alteração de vida não é cogitada.

Tornar-se resiliente não é uma obrigação, mas é recomendável para evitar traumas maiores. A ideia não é fingir que nada aconteceu, mas olhar para fora e perceber que aquilo te agregou em algo. Aprende que há barreiras pesadas a serem levantadas, porém pode se recuperar da tensão delas. Não só seu corpo, mas sua mente também se revigora.

Características de um resiliente

A resiliência deixa marcas muito positivas nos indivíduos que as cultivam. Gradativamente, seu comportamento muda, dando origem a uma pessoa mais segura e confiante em si. Suas ações mudam, de modo a levá-lo mais adiante e com estabilidade sempre que possível. Geralmente, são marcados por:

  • Fácil adaptação às mudanças;
  • Sofrem pouco impacto com situações novas;
  • Relacionam-se bem com o novo, incluindo pessoas que pensam diferente;
  • As frustrações não têm um impacto devastador.

A chave do crescimento

A resiliência promove a oportunidade de crescimento a quem a possui. Os resilientes sempre se colocam a frente de situações que os tirem de sua casca natural. Mesmo que inicialmente não possam lidar com aquilo, constroem ferramentas para se recuperar. Dessa forma, projetam no ambiente externo o que suas próprias mentes cultivam.

Como ninguém nasce com ela, é preciso que se cultive diariamente, a fim de que ela floresça. O exercício constante permite que revitalize sua mente a todo momento. Um músculo só funciona bem quando o estimulamos a crescer e a ficar estável. Da mesma forma funciona sua mente, necessitando de assistência diária para se expandir.

Para alguns é mais fácil construir essa visão resiliente da própria vida, dadas suas composições mentais. Entretanto, para outros é bem mais complicado construir esse escudo. Dessa forma, vale a indicação acima: exercitar constantemente a forma como reage a estímulos externos. Somente assim reformulara sua visão sobre si mesmo.

Dicas

Finalmente chegamos nas dicas para que você desenvolva bem a resiliência. Por meio delas, é possível construir um padrão de pensamento e comportamento que te ajude a superar determinadas fases. Independente de sua liberdade às novas situações, confira essa lista de como desenvolver resiliência:

Comunique-se

Ao invés de se retrair, procure sempre se comunicar e ser assertivo com outras pessoas. A socialização com quem é diferente de nós permite entender algumas diferenças e aplicar nosso poder ao novo. Quando expomos abertamente o que somos, possibilitamos a abertura de uma conversa agregadora às duas partes. Evite se esconder.

Mantenha seus relacionamentos

Tão importante quanto se abrir a alguém é saber como cativá-lo. Com isso, procure manter contato com quem é próximo de você sempre que possível. Dessa forma, você pode reciclar seus relacionamentos, promovendo novas interações e reforçando seu círculo pessoal. Para quem trabalha em equipe,isso costuma ser bastante eficaz.

Não lute contra as mudanças

A vida nunca será da forma como quer conduzi-la e quanto antes perceber isso, melhor. As mudanças são resultados da necessidade em crescimento externo e interno. Com isso, você deve evitar lutar contra elas sempre que aparecerem. São oportunidades de sair de onde está.

Lide com as crises

Não existe vida perfeita, já que qualquer pessoa passa por problemas. Em algum momento você passará por períodos ruins, mas não se desespere quando isso acontecer. Estude a situação com calma, veja quais ferramentas tem no momento e lide com isso adequadamente no seu tempo.

Se quer algo, lute por ele

De nada adianta olhar para o céu e pedir alguma graça sem trabalhar por isso. Caso tenha algum objetivo, jamais esmoreça quando quiser realizá-lo. Sua força de vontade é o que fomenta sua caminhada e te mostra como você pode obter o que quer.

Saiba apreciar você mesmo

Muitas vezes acabamos nos comparando aos demais por conta de suas conquistas. Contudo, que tal olharmos para trás e vermos tudo o que alcançamos até agora? Tudo isso foi conseguido graças ao esforço que empregou e certamente você é capaz de bem mais. Aprecie a si mesmo, suas habilidades e tudo o que conquistou até aqui.

Cultive seu autoconhecimento

Sempre que possível, tente se visitar e entender o que motiva suas escolhas. Ouça suas próprias tendências, de modo que fique seguro com elas. Isso porque, constantemente, você está mudando sem perceber. Amanhã será diferente do que é hoje e por isso precisa se conhecer.

Considerações finais sobre maneiras de aquirir resiliência

As mudanças em nossas vidas ocorrem para nos tirar da confortável posição em que nos colocamos. Embora seja incômodo de início, podemos perceber o quanto avançamos por essa escolha. Quando agregamos a resiliência em nossas vidas, percebemos o quanto podemos suportar e nos recuperar seguramente.

Com isso, evite ter medo de mudar algo em sua vida pelo medo do que pode acontecer. Mude justamente pela curiosidade em saber como tudo ficará, de modo que seja algo bom a você. Cada experiência conta e a forma como as utiliza reverbera diretamente em sua vida. Não tenha medo do que enfrentará, mas, sim, de como ficará se se desesperar.

Uma excelente forma de cultivar seu autoconhecimento é por meio de nosso curso 100% online de Constelação Familiar. Por conta dele, você tem acesso a uma ferramenta de auxílio poderosa que te ajuda a entender mais sobre si. Não o bastante, também encontra caminhos fáceis para lidar adequadamente com algumas situações difíceis.

Por meio de nossas aulas online, você tem acesso ao melhor material disponível na área da Constelação familiar. Nosso professores proporcionam uma metodologia única focada em explorar seu potencial ao aprendizado por completo. Assim que concluir as aulas, recebe em casa seu certificado impresso que protege suas competências como constelador.

Garanta a chance de adquirir uma excelente ferramenta de crescimento pessoal, tal qual a resiliência. Faça nosso curso de Constelação Clínica!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − 8 =