Constelação e ProfissõesConstelação Familiar

Constelação, Mentoring e Coaching: comparação

Atualmente há muitas profissões que podem nos ajudar a solucionar problemas. Além disso, as técnicas empregadas em cada uma fornecem auxílios para nossas evoluções pessoais e profissionais. Nesse artigo, vamos falar de três dessas técnicas: Constelação, Mentoring e Coaching. No entanto, dessa vez vamos falar apenas sobre o que elas são, com o que trabalham e comparar qual a melhor tendo em mente objetivos específicos. Confira!

O que é constelação

Esse é um método psicoterápico desenvolvido pelo psicoterapeuta alemão Bert Hellinger. Aqui estudam-se as emoções e energias que, consciente e inconscientemente, acumulamos ao longo do tempo. O objetivo do estudo é compreender como esses fatores influenciam em nossa tomada de decisão e comportamentos. A partir disso, busca-se reverter os aspectos negativos que desequilibram nossa vida.

Nessa área de atuação, dá-se grande importância para as experiências vividas, principalmente as na família. Essa importância se dá, pois o que vivemos é essencial para a nossa saúde emocional. Consequentemente, as experiências acumuladas desde a infância nos tornam parte de vários sistemas impactando diretamente em nossos comportamentos e nos resultados que alcançamos na vida.

Além disso, na Constelação consideram-se as heranças emocionais que herdamos de nossa família. Por exemplo, perdas, brigas, doenças, separações traumáticas, tragédias… Tudo isso pode agir como âncoras negativas em nosso processo de evolução pessoal e profissional.

Há alguns tipos de aplicação de constelação. Conheça algumas mais abaixo!

Tipos de Constelação

Constelação Sistêmica Empresarial

Nessa aplicação são abordadas questões que dizem respeito ao ambiente empresarial. O objetivo é promover a melhoria nas relações entre colaboradores e gestores.

Constelação Sistêmica Profissional

Aqui as questões abordadas são estritamente as profissionais. Nesse contexto, pode ser  alguma questão referente a traumas, medos, limitações. Com essa aplicação, a pessoa poderá se identificar quais são as habilidades profissionais dos colaboradores de maneira clara e autêntica.

Constelação Sistêmica Pessoal

Essa é uma aplicação semelhante a feita na constelação familiar. Ao ser apresentada no formato de situação, outras pessoas são convidadas para esta dramatização. Aqui são tratados casos mais pessoais e isso ajudará a pessoa crescer como pessoa e profissional. Por consequência, ajudará na evolução da empresa.

Quem conduz a Constelação

O processo de constelação pode ser conduzido por um psicoterapeuta ou por um constelador sistêmico. Em sua maioria, a aplicação consiste em fazer uma dramatização de situações que marcaram a vida do indivíduo.

O que é Mentoring

Mentoring é uma tutoria aplicada a determinadas áreas de atuação. Aqui o tutor é um profissional mais velho e mais experiente que orienta e compartilha experiências com profissionais mais jovens.

De forma geral, os profissionais que passam pelo mentoring estão iniciando no mercado de trabalho ou numa empresa. Consequentemente, eles precisam de orientações e conselhos para o desenvolvimento de suas carreiras. Em princípio, a o mentoring pode ser aplicado em todas as áreas. Porém, os ensinamentos vão ser focados na vida profissional do mentorado.

Quem conduz o Mentoring

Quem conduz a aplicação do Mentoring é o mentor. Ele é quem irá trabalhar com o compartilhamento de técnicas profissionais com seu colaborador. Um diferencial é que ele não precisa fazer um curso de mentoring. Isso porque ele já é um profissional sênior, que avançou em sua carreira pelos seus esforços e teve experiências profissionais comprovadas.

Ou seja, sua própria experiência diz porque ele é considerado altamente qualificado.

NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

Nisso Constelação, Mentoring e Coaching divergem. Tanto a Constelação quanto o Coaching precisam de qualificação para a aplicação da técnica. Falamos sobre o Coaching a seguir.

O que é Coaching

A aplicação do coaching se foca no processo de aceleração de resultados. Dessa forma, busca o desenvolvimento de competências e habilidades para o alcance de resultados planejados.

Leia também:  Relato de Constelação Familiar em Recife

Quem conduz o Coaching

O profissional que implanta conduz essa técnica é denominado Coach. Como um treinador, ele tem a função de guiar o cliente através do autoconhecimento, buscando assim uma autonomia do indivíduo. Dependendo da área de capacitação, o coach pode atuar profissionalmente na vida pessoal da pessoa. Porém, também pode trabalhar na vida empresarial, vida profissional, vida conjugal, entre outros.

Esse profissional não precisa ter formação em ensino superior, mas é importante ser credenciado na atuação de coaching. Diferente do mentor, o Coach não precisa ser especialista na sua área de atuação.

Aplicação do coaching

O Coach trabalha apoiando e auxiliando através de perguntas e técnicas para o cliente a sair do estado atual.

O processo é conduzido através de sessões que podem ser semanais, quinzenais ou mensais. Tudo depende do combinado e contratado. A cada encontro, o coach apresenta tarefas para que haja ação no sentido de alcançar as metas definidas. Nesse contexto, é preciso ter objetivos claros e sempre tê-los em vista.

Como dissemos, diferente de um mentor, um coach não precisa necessariamente ter experiência na área de atuação do cliente. Da mesma forma, ele não precisa aconselhar ou dar soluções para seus problemas ou orientações de carreira. Isso porque no processo de coaching é esperado que o cliente já possua respostas e soluções para seus dilemas. O que ele precisa do coach é ajuda no autoconhecimento.

Dessa forma, o coach está capacitado a fazer as perguntas certas e que estimulem a mudança necessária.

Constelação, Mentoring e Coaching: principais diferenças

Nesse tópicos vamos falar de duas principais diferenças entre Constelação, Mentoring e Coaching:

O tempo

Cada técnica possuí um tempo esperado de aplicação. Na constelação, pode-se resolver problemas com apenas uma sessão. Um Mentoring dependerá da necessidade da profissional em si . Dizemos o mesmo do Coaching. Porém, o tempo de aplicação do coach é mais restrito, enquanto o mentoring possuí uma flexibilidade horária maior.

A técnica de aplicação

A constelação é aplicada através de dramatizações em que os constelados enxerguem a situação de fora. Essa experiência ampliará a maneira com que eles enxergam diferentes problemas.

O Mentoring, por outro lado, é baseado em conselhos e compartilhamento de experiências. Pode trabalhar um problema em específico, mas a resolução é baseada em experiências pessoais. No Coaching a aplicação é feita através de questionamentos que podem vir no formato de exercícios e orientações. No entanto, o foco é a evolução que vem da pessoa em si.

Qual o melhor? Considerações finais sobre Constelação, Mentoring e Coaching

Todas as técnicas vistas têm como objetivo a evolução do cliente, seja essa evolução pessoal ou profissional. Porém, é preciso ter em mente qual o problema que você precisa resolver. Sendo assim, a melhor técnica diz respeito ao seus objetivos.

Independentemente de qualquer coisa, é preciso ter em mente a importância de encontrar um profissional de qualidade. Afinal, não adianta trabalhar e confiar em alguém que não sabe o que está fazendo. Seja esse profissional um coaching, um tutor ou um terapeuta.

Foi pensando nisso que desenvolvemos nosso treinamento de Constelação. Em nosso curso de Constelação Clínica 100% online, você poderá aprofundar seus conhecimentos, aprender sobre técnicas e casos reais de constelação.  Tudo isso com a facilidade de ser 100% online. Assim, não perca essa oportunidade. Te ensinaremos muito mais sobre as diferenças e limites dos papeis de quem pratica Constelação, Mentoring e Coaching. Confira!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 2 =