Constelação Familiar

Constelado, plateia e representantes da Constelação

representantes-da-constelacao

Há alguns elementos importantíssimos para a terapia da Constelação. Por isso, hoje, vamos conceituar o que são representantes da Constelação Familiar e Sistêmica. Assim, vamos te explicar o que é o constelado e qual é a importância da plateia.  Além disso, vamos trazer também alguns exemplos práticos sobre o desfecho ou solução final numa sessão de constelação.

O que é o constelado?

O constelado é o cliente, é a pessoa que faz parte do relacionamento e que, via de regra, faz o papel dela mesma na sessão de constelação. É a pessoa também que faz o relato, dizendo:

  • Qual é a sua dor ou a dor de outro membro familiar?
  • Quais são os membros relevantes do sistema familiar que devem ser representados (pai, mãe, avós, irmãos etc.)?
  • E qual a história dela com a família ou qual a história de outros membros familiares?

O que são representantes da constelação?

São pessoas da plateia e que, via de regra, não fazem parte da família do constelado. Por isso, são escolhidas para fazer o papel de outros membros da constelação. Por exemplo, fazendo o papel de mãe do constelado, do pai, do sobrinho etc.

Se uma constelação familiar não tem plateia (por exemplo, se a constelação for individual), esse papel de representantes pode ser feito por bonecos, cadeiras, desenhos sobre um papel etc.

  • Benefícios de ser “representante” nas Constelações Familiares

Nas Constelações Familiares realizadas em grupo, há um número de vagas para as pessoas interessadas em trabalhar uma questão pessoal, e um número de vagas para pessoas que querem participar, ser “representante”. A pessoa que trás sua questão, dizemos que irá “constelar”, e os participantes serão “representantes”, ou seja, irão desempenhar o papel de membros da família da pessoa.

A partir do tema/questão, que o cliente trás, o facilitador, também chamado de Constelador, irá escolher pessoas para interpretar papéis ou situações familiares. Depois que essa primeira imagem é montada, os representantes podem se movimentar de acordo com o que sentem.

Ao ocuparmos o lugar de representante em uma Constelação Familiar temos a oportunidade de:

  • olhar para as situações de uma perspectiva diferente. Despertamos em nós a possibilidade de olhar de outra forma e de compreender escolhas e vivências que não havíamos vivenciado.
  • colocamo-nos no lugar do outro, e abrimos espaço interno para aceitação de outros modos e jeitos de ser.
  • a oportunidade de compreender melhor o “pensamento sistêmico”. A Constelação propõe um novo olhar para as situações, uma visão de mundo.

Participar de apenas uma vivência, ou fazer uma Constelação não é suficiente para incorporarmos uma nova forma de nos colocarmos diante da vida e dos conflitos cotidianos. Por isso, ao participar dos encontros de Constelação você também se desenvolve e amadurece emocionalmente.

O que é a plateia?

A plateia é formada pelas pessoas que estão acompanhando a constelação. Elas podem estar ali para:

  • apenas assistir;
  • serem escolhidas para ajudar como representantes da constelação de outro constelado;
  • aguardar o momento de serem também consteladas.

Os próprios familiares podem ser representantes da constelação?

Normalmente, temos o constelado presente em uma sessão, mas não outros membros de sua família. Então, entendemos que o que oferece mais resultados é o constelado compreender e se engajar numa nova percepção/solução, para que isso de certa forma seja percebido nos relacionamentos depois.

Ademais, há um outro tipo de exemplo, que acontece em algumas constelações para conciliação no Judiciário (quando feitas com plateias). Mesmo as partes do conflito estando presentes, o constelador escolhe outras pessoas para representar o caso. Assim, as pessoas do conflito ficam como plateia, e isso permite as partes olharem “de fora” o problema, gerando insights e empatia.

Se o constelador tem as próprias pessoas de uma família presentes e coloca todas como representantes nos seus próprios papéis, elas não são mais representantes e sim todos constelados. Por isso, há o risco de reproduzirem os mesmos paradigmas anteriores.

A percepção do constelado é fundamental para compor a solução?

A percepção normalmente está no desfecho de uma constelação. É como um “cair a ficha” para o constelado. Por exemplo, uma certeza libertadora que ele precisa mudar um pensamento, um sentimento ou uma ação em relação a outros membros.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    Mas isso não é uma regra, pois pode acontecer que o constelado acredite que não houve nenhum insight ou solução ao fim da constelação.

    Muitas vezes o constelado vai receber uma mensagem da constelação e não vai conseguir compreendê-la naquele momento. No decorrer do tempo, aquilo pode fazer sentido.

    O constelado, em situação assim, pode ter duas posturas:

    1. fechar-se ou rejeitar a constelação;
    2. acolher algum insight como possibilidade de aplicação, isto é, mesmo sem estar convicto, mas pelo menos sem fechar as portas.

    A segunda postura é melhor que a primeira, por isso é uma recomendação que alguns consteladores usam ao final da constelação, quando percebem que o constelado não se sentiu como tendo uma solução.

    Esses consteladores familiares mais experientes pedem para o constelado levar as ideias da constelação junto com ele, para refletir e sentir no decorrer dos dias. Isso permite o que o constelado mesmo avalie se aqueles insights fazem sentido.

    A plateia também é parte da solução?

    A plateia também pode ser parte da solução. Mas, quanto à plateia, não há como propor nenhuma generalização.

    Uma constelação pode ser reveladora para um constelado, mas não para toda a plateia. Na plateia, poderemos ter pessoas que estão presentes por mera curiosidade, ou que não sentiram empatia pelo caso abordado…

    Tudo isso pode ocasionar um fechamento de quem está na plateia.

    Um sinal de que a plateia se sentiu parte da solução é quando uma constelação é bem realizada e muitas pessoas da plateia passam a se interessar por constelação e querem ser, elas mesmas, consteladas.

    Considerações finais sobre os Representantes da Constelação

    Os representantes da Constelação são extremamente necessários em uma sessão de grupo. Assim, é importante que eles estejam com seus campos de percepção abertos, para entenderem e se colocarem no papel daquele membro da família do constelado. Portanto, caso um dia você seja um representante, busque não ficar preso a questões racionais, e tente entender quais são as dores e as angústias do constelado.

    Um convite especial para você que ama Constelação Familiar

    Se você gosta de temas da Constelação Familiar, convidamos você para inscrever-se no nosso Curso de Formação em Constelação Familiar e Sistêmica, 100% Online. Nele, você vai entender como ser constelador e entender o papel do constelador, o papel do constelado e o papel da plateia.

    Com ele, você poderá usar a constelação como autoconhecimento, para ajudar pessoas do seu círculo familiar. Para melhorar relacionamentos e para aplicar em indivíduos, casais, grupos, plateias, empresas, escolas, entre outras áreas. Esperamos o seu contato!

    One thought on “Constelado, plateia e representantes da Constelação

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    17 − 3 =