Constelação e RelacionamentosConstelação Familiar

Relacionamentos mal resolvidos: 7 dicas para superar

Quando um relacionamento amoroso acaba, para muitas pessoas fica um pouco difícil seguir em frente. Isso porque o ex-parceiro nos tocou de forma profunda, de modo a transformar nossa vida em outra coisa. Caso não consiga ir adiante, veja sete dicas de como superar relacionamentos mal resolvidos e retomar a sua vida.

Entenda suas emoções

O término de uma relação abala os envolvidos, mesmo que um deles precise disso para seguir em frente. A partir de agora, toda a construção sentimental necessita ser rompida em favor do bem-estar mútuo. Contudo, nem todos têm a capacidade de lidar de forma adequada com isso. Sentem-se perdidos, sem rumo ou mesmo sem saber como se sentirem.

Com isso, você precisa aprender a olhar para si mesmo e organizar o turbilhão que corre por dentro. Entenda suas emoções, de modo a não guardá-las ou escondê-las, sob o risco de adoecer. Deixe-se sentir qualquer que seja o sentimento, seja ele:

  • raiva;
  • alegria;
  • angústia;
  • ou tristeza.

Se tiver de chorar faça isso, de modo a liberar a carga que tem guardada em si por muito tempo.

Veja as lições aprendidas nessa relação

Os relacionamentos mal resolvidos podem servir de escola se você souber observar de forma correta como foram conduzidos. Acontece que costumamos olhar apenas para as dores que relações acabadas podem nos trazer. Entretanto, se avaliarmos nossa história com o ex, percebemos que muitas lições podem ser aplicadas na vida e em outras relações.

Ao invés de pensar nas brigas e momentos infelizes que tiveram, vá no caminho oposto. Veja o que precisa fazer para que determinadas situações não se repitam. Ademais, mostre a um novo parceiro o que ele pode fazer para te ajudar a construir um ambiente mais harmônico. Tudo depende da forma com que você usa as experiências passadas para construir um futuro melhor.

Olhe para si

Os relacionamentos mal resolvidos implicam de maneira direta na capacidade de olharmos para nós mesmos. De modo errôneo, muitas pessoas acabam se culpando sozinhas pelo término. Acontece que tudo foi resultado direto das interações criadas com o ex-parceiro. Assim, ao invés de se lamentar e criar culpa, tente investir em:

Autoestima

Passe a cuidar mais de si mesmo, observando suas necessidades e o que falta em sua vida. Tenha mais vaidade, de modo que o espelho reflita aquilo que te deixa bem. Nesse ponto, ser um pouco egoísta não é tão ruim, já que você precisa de sua autoestima para encarar a vida com confiança. Tenha mais ousadia e arrisque!

Crescimento

Cada experiência que vivemos serve de combustível para que possamos amadurecer. Às vezes, precisamos entender que o mundo não se trata do festival colorido que o amor nos leva a acreditar que é. Com isso, uma visão mais amadurecida da vida nos deixa mais resilientes. Não significa que seremos imunes às decepções, mas nos recuperaremos melhor quando passarmos por elas.

Mudança

Precisamos deixar para trás o modo de agir, pensar e sentir em relação ao relacionamento que acabou. A mudança é bem-vinda pois a alteração da postura impede que a gente sofra com relacionamentos pouco produtivos. Pode ser difícil no começo, mas é perfeitamente possível e recomendável mudar e melhorar.

Distancie-se das redes sociais

É muito difícil lidar com relacionamentos mal resolvidos quando podemos saber do ex em qualquer lugar. As redes sociais intensificam um lado oculto que escondem quando nos separamos: nos deixam mal com projeções e especulações. Isso porque, quando terminamos e vamos olhar o perfil do ex, preenchemos espaço vazios com informações desconexas.

Com isso, acabamos alimentando ideias que não existem ou intensificando outras sem fundamentos. De todo modo, acabamos por nos sentir ainda mais mal e sensíveis a isso. Dê um tempo de tudo e tire esse momento para escutar a si e suas necessidades. Vença a vontade de permanecer ligado ao seu ex-amor através das redes sociais.

Não procure seus exs

É comum sentir saudades ou achar que o tempo pode resolver tudo em favor dos dois. Contudo, não é bem assim que funciona. Relacionamentos chegam ao fim porque há uma incompatibilidade notável entre vocês e seus interesses. Você precisa ter força suficiente para seguir em frente e só, de modo a se reencontrar sem essa relação.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    Se ajuda a entender, pense em alguém que possui um vício, mesmo que pequeno. Diante de um estímulo que funciona como gatilho para o comportamento ruim, o indivíduo faz coisas de que se arrependerá depois. A mesma coisa acontece com quem tenta procurar o ex e acaba se machucando. Ainda que pareça grosseria, tenha respeito por si mesmo e por sua dignidade.

    Evite ficar parado

    Uma excelente forma de lidar com relacionamentos mal resolvidos é focar sua atenção em outras coisas. A sua mente ocupada permite que entre em um grau mais produtivo, de modo que não tenha tempo para superficialidades. Nesse caminho, monte uma lista das atividades e momentos que precisa dedicar a si.

    Por exemplo, experimente:

    • ir na academia;
    • viajar com os amigos;
    • fazer passeios;
    • eventos culturais públicos.
    • entre outros

    Tudo vai de acordo com seu gosto e com seu estado de espírito. Aproveite para retomar atividades atrasadas e que deixou de lado por priorizar seu antigo relacionamento. Evite deixar sua mente e emoções com um espaço em branco para o sofrimento.

    Foque no que te agrada

    Por fim, retomando algumas palavras acima, seja um pouco mais egoísta e foque no que gosta. Aqui cabe a atenção em sua autoestima, de modo que se fortaleça emocionalmente e de forma contínua. Nisso, passe a:

    Investir em seus hobbies

    Todos nós temos algo que gostamos, mas às vezes não nos dedicamos muito a essa atividade. Os hobbies são excelentes válvulas de escape e reflexão, por mais divertidos que possam ser. Dedique-se mais à realização deles, passando um tempo consigo e encarando esses momentos diferentes de forma leve. Eles representam uma boa oportunidades de fazer amigos novos.

    Experimentar coisas novas

    Saia da zona de conforto e tente se arriscar mais do que de costume. Pode ser um pouco difícil, porém é saudável sair da casca e tentar vivenciar coisas novas. Isso permite que você abdique da sensação negativa que pode estar carregando no momento. Sem contar que colocar-se em atividade te distancia da ligação que mantém com o ex.

    Considerações finais sobre relacionamentos mal resolvidos

    Encarar relacionamentos mal resolvidos pode ser bastante difícil para a maioria das pessoas. Isso porque serão obrigados a lidarem com seus erros dentro de uma relação e enxergar suas falhas. Todavia, tal ação é recomendada se quisermos seguir em frente sem empecilhos. O ex não define quem você é e foi apenas um pedaço de sua vida.

    Dessa forma, tente trabalhar para ser independente desse vínculo e autossuficiente. Você viveu bem antes de conhecer tal pessoa e tem plenos poderes de reconquistar isso. Ainda que pareça o fim do mundo, é apenas um recomeço de uma nova fase. Coragem, dedicação, ousadia e paixão a si mesmo.

    Para que alcance isso de maneira mais rápida, se inscreva em nosso curso online de Constelação familiar. Nas aulas você vai entender como essa Psicoterapia entende o que move nossas ações e sentimentos. Quando compreender isso, pode viver de modo mais satisfatório. O curso é 100% virtual e pode te ajudar profissionalmente ao adicionar uma formação importante no seu currículo, além de indicar como superar relacionamentos mal resolvidos.

    One thought on “Relacionamentos mal resolvidos: 7 dicas para superar

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    quatro × 1 =