Constelação e RelacionamentosConstelação Familiar

Relacionamentos afetivos: um guia completo

A construção contínua de uma união depende de diversos fatores para que se alcance o equilíbrio adequado. Não é fácil, mas todo o esforço empregado certamente vale a pena quando dá os frutos esperados. Confira esse guia condensado sobre relacionamentos afetivos e descubra como conseguir sucesso nessa área!

A essência do relacionamento

Relacionamentos afetivos se constroem com base na comunicação e experiências de cada parte. Através disso outros pilares podem ser moldados para que se estruture o contato a dois. Enquanto estiverem juntos, necessitarão manter a comunicação e distribuição contínua desses elementos em prol do conjunto.

Contudo, as diferenças existentes podem colocar esse contato à prova de que realmente pode funcionar. Nisso, a oposição de alguns ideais pode levar a uma discussão racionalizada ou mesmo sem qualquer motivo aparente. Neste ponto entra a maturidade e disposição de colocar tudo à mesa para que seja perfeitamente resolvido.

Com isso, é necessário haver um esforço contínuo para que cada um possa lidar com a diferença do outro. É ter empatia para enxergar o ponto de vista do outro sem julgá-lo ou interferir em suas escolhas. Mesmo que não possua essa perspectiva, é possível desenvolvê-la para trabalhar aspectos importantes do se relacionamento.

Os pilares das discussões

Os relacionamentos amorosos funcionam como um objeto de cristal, sendo sensíveis e devendo estar limpos. Por meio das discussões contínuas, o contato se torna mais quebradiço e torna-se difícil de se manter de pé. As causas mais comuns disso são:

Diferenças

A intolerância dentro da relação impossibilita que ela continue e permaneça saudável como deveria. É preciso ter em mente que as diferenças de um ajuda o outro a lidar com coisas distantes da sua rotina emocional.

Deixamos claro que não queremos romantizar um relacionamento difícil e pautado por incompatibilidade. Todavia, ignorar que o outro pensa de maneira distinta é se ausentar de expandir e crescer com esse convívio.

Rotina

Permitir-se que a mesmice seja algo comum na relação pode influenciar no afastamento de ambos os lados. A exemplo, muitas pessoas acabam se deixando acostumar com o parceiro e ficando acomodados a isso. Gradativamente, ambos perdem qualquer expectativa que nutriam com essa relação.

Objetivos

Ainda que cada um tenha a sua individualidade, as metas de cada um precisam se alinhar. Não dizemos para desistir de algo em favor do outro ou colocar a vontade de um acima de alguém. Porém, é necessário haver apoio e incentivo de cada lado para que possam crescer à sua própria maneira.

Insegurança

A insegurança pode se mostrar um intenso veneno para adoecer profundamente os relacionamentos amorosos. Um dos maiores exemplos disso é o ciúme que gera dúvidas na mente de um enquanto crucifixa o outro. Sem saber e ter clareza do seu papel na relação, as discussões se tornam cada vez mais frequentes e insuportáveis.

Apesar de tudo, as discussões são importantes

Não, não estamos romantizando ou defendendo qualquer desavença ou mesmo violência entre os casais. Contudo, é quando essas cisões acontecem que os amantes podem trabalhar as suas respectivas falhas pessoais e em comum. Afinal, não existe o famoso casal do comercial de margarina.

Todos nós carregamos falhas das quais não nos orgulhamos ou mesmo ignoramos para não enxergá-las. Entretanto, quando iniciamos uma relação, o alcance dessas lacunas acabam por chegar em outra pessoa. Nisso, ela vai ter mais clareza do que você para expor o problema, assim como você a ela.

Será desconfortável no início, mas é importante que sejam abertos quanto a isso e transparentes. Com o tempo se sentirão mais livres a iniciar um diálogo construtivo onde trabalharão essas questões em conjunto. Amadurecerão e terão seus melhores amigos e amantes bem ao lado na mesma rota.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    O valor do diálogo

    Como aberto linhas acima, os relacionamentos afetivos necessitam do diálogo para que possam florescer. A comunicação aberta ajuda a trabalhar cuidadosamente as suas necessidades e as do parceiro. É uma troca contínua, devendo ser equilibrada enquanto vocês se empenham de modo equivalente.

    Assim que um momento ruim chega aos dois se sentirão mais abertos a resolver esse problema. Especialmente quando a situação se mostra acima de cada um e a ajuda externa é necessária. A conversa aberta e constante torna cada um o melhor amigo do outro.

    Por conta disso que devemos nos empenhar continuamente para manter a conexão e proximidade entre nós e nossos parceiros. Não que precisemos da perfeição, mas, sim, de um ambiente produtivo e saudável à conversação e solução.

    Cultive o jardim das suas emoções

    Uma das dicas de relacionamento mais valiosas que existem é sobre o aperfeiçoamento sentimental. No momento em que alimentamos continuamente o interesse no outro podemos abordar perspectivas mais evoluídas sobre o amor. Para isso, devemos olhar para dentro de nós e entender o que deixamos para trás e que pode ser valioso aos dois.

    Apesar do que dizem não acreditem que não tem mais nada a conquistar com a pessoa que ama. Mesmo casamentos duradouros ou namoros iniciais sob o fogo da paixão precisam ressignificar o que sentem. Por conta disso que vocês não devem relaxar o conforto em não fazer mais nada.

    Passe a caminhar na estrada do autoconhecimento guiado pela luz de sua vontade em crescer. Não o bastante, incentive o parceiro a lidar mais profundamente com os sentimentos sobre si e você também. Dessa forma, se revitalizam e podem manter o interesse de um pelo outro tão firme quanto no início.

    Relacionamento no trabalho

    Curiosamente, o relacionamento no trabalho não é tão discutido como é feito em outros lugares. O trabalho se mostra como uma porta aberta para que possamos conhecer diversas pessoas com mais frequência. Com isso, não é difícil transformar uma admiração em paixão e iniciar aí um relacionamento.

    Todavia, a falta de delimitação onde cada um pertence se mostra mais evidente quando as discussões começam. Isso porque é comum que os problemas do relacionamento afetivo impactem diretamente na dinâmica de trabalho. Além de se perderem como amantes e amigos, se afastam também das obrigações laborais de forma até infantil.

    Aqui é preciso deixar claro que cada ambiente possui suas regras e condições que ambos devem obedecer. Ou seja, se possuem problemas na relação, não devem discutir ou descontar isso no ambiente de trabalho. Resolver essas pendências enquanto ainda mantém a profissionalidade é importante para não se perder nos dois locais.

    Adendo

    Caso seu parceiro seja colega de trabalho também, sempre tenham momentos pessoais distante disso. Conviver diariamente com alguém nos mesmos lugares pode causar desgaste na relação, já que não tem muito o que conversar. Sempre tenham rotinas próprias, independentes, para descansarem e voltarem relaxados ao relacionamento.

    Dicas para relacionamentos

    Para lapidar os relacionamentos afetivos, observe o valor das dicas abaixo e como ajudam vocês:

    Evite cobranças do que precisa vir naturalmente

    Jamais deixe o seu parceiro em local de intimidação, exigindo comprometimento de algo que precisa ser natural. A exemplo, não peça por fidelidade, já que ele deve entender e fazer isso por si só.

    Sem julgamentos

    O mundo está cheio de juízes condenando as falhas e erros das outras pessoas. Em vez de apontar as falhas de alguém, incentive a enxergar a situação por outra perspectiva e aprender com isso.

    Demonstre carinho sempre que possível

    Não, isso não é um código para que possam se relacionar sexualmente com frequência. Demonstre seu carinho por meios das palavras ou gestos despretenciosos para que o outro se sinta amado. Por exemplo, um beijo no ombro sem motivo, elogios honestos ou mesmo pequenos mimos.

    Exponha seus erros

    Não tente ser o detentor da verdade, pois todos falhamos naturalmente. É preciso ter em mente que, se tratando de um relacionamento, é seu dever tentar reparar a situação. Seja sensível em mostrar que errou e que aprendeu com isso, almejando crescer e evitando dormir brigados.

    Críticas apenas construtivas

    Caso possua algo a dizer, encontre as palavras adequadas para reformular alguma ação ou algo dito. Por meio da crítica construtiva, um ambiente de equilíbrio e conversação surge de modo mais agradável e sadio ao crescimento.

    Considerações finais sobre relacionamentos afetivos

    Relacionamentos afetivos, em geral, são uma grande etapa pertencente a um momento de transição na vida. Lidar com alguém diferente acaba por estimular a pensar diferente. A partir de agora, é preciso refletir como isso impacta em você e no outro também.

    Entretanto, casos os empecilhos se mostrem maiores do que o casal é preciso se dispor a buscar ajuda externa. Não se trata de expor fraquezas, mas receber apoio para recuperar ambas as forças de vontade. Acredite, quando cada lado entrega o que tem de melhor e acredita na relação, as possibilidades são infinitas para os dois.

    A fim de lidar melhor com os seus relacionamentos afetivos, se inscreva em nosso curso online de Constelação familiar. Ele ajudará a reconstruir a sua postura, dando mais preparo para lidar com a relação junto ao parceiro. A Constelação ajudará você e qualquer pessoa próxima a alimentar o seu autoconhecimento para terem a vida que merecem em plenitude.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    9 + vinte =