Constelação e RelacionamentosConstelação e vida diária

Relacionamento a dois: 7 dicas para fortalecer

Felizmente, grande parte da sociedade encontra alguém para dar seguimento na vida, encontrando companheirismo e apoio independente do momento. Contudo, uma relação pode se mostrar um desafio, devido a empecilhos e divergências entre o casal. Sendo assim, entenda mais sobre o relacionamento a dois e como trabalhar para fortalecê-lo.

O que leva duas pessoas a se unirem?

Nós nascemos, vivemos nossa infância com as preocupações inerentes da época e crescemos. Aqui vale ressaltar que não há apenas mudanças físicas de um estágio ao outro, mas também sentimentais. Ser adulto é compreender totalmente o que carregamos por dentro, bem como as responsabilidades e deveres que os sentimentos trazem.

Quando nos apaixonamos, buscamos, de maneira inconsciente, um refúgio do mundo externo. A ideia aqui não é fugir de tudo, mas encontrar uma estabilidade acolhedora às inconstâncias externas. Dentre muitas coisas boas, ter um parceiro ajuda a redirecionar nossa energia e pensamentos para algo lindo e construtivo.

Portanto, as pessoas se unem como forma de revitalizar o que guardam de bom por dentro. Ainda que haja um impulso natural por trás disso, conscientemente sabemos que ter um parceiro é um convite transformador. Quando permitimos que alguém entre em nossas vidas e trabalhamos o relacionamento a dois de forma produtiva, todos saem felizes e ganhando.

Benefícios de uma relação

Muitas pessoas enxergam o relacionamento a dois como uma amarra autoimposta ao casal. Contudo, muitos ignoram o quão bom é ter alguém ao lado. Manter um relacionamento sadio com o parceiro é a porta para visualizar e sentir ótimas recompensas. Abaixo estão alguns benefícios de um bom relacionamento:

Saúde

Cientistas conduziram estudos de modo a mostrar que as interações entre casais movimentam a forma como seus corpos reagem a estímulos externos. Em suma, significa que o casal terá uma resposta melhor às doenças, bem como ao tratamento de algumas delas. O amor cura, literalmente.

Trocas

Cada um passou por adversidades e momentos felizes durante a vida, ajudando a formar as pessoas que são hoje. Essas trocas mútuas permitem que os dois criem certa resiliência a alguns desafios que estão por vir. Contudo, não os enfrentarão sozinhos, já que terão a companhia de alguém que entende.

Compreensão

A ligação que o casal nutre permite a criação de um ambiente mais ameno aos atritos. Ainda que discordem em alguns pontos, cada um vai entender o ponto de vista do outro. Caso a conversa seja algo inerente aos dois, permite que a dupla consiga achar uma saída em comum e que agrade ambos.

Além disso, cada um tem os seus problemas fora de casa. Encontrar um local ameno para expor e conversar sobre suas insatisfações ajuda a aliviar a tensão. Contudo, não abuse. Ainda que o parceiro te ouça, não desperdice seus momentos a dois unicamente com reclamações.

Falhas

A ideia aqui é que a convivência faça você perceber suas falhas. Um relacionamento a dois é uma oportunidade de crescimento individual e em dupla. Quando entendemos o que podemos dar ao outro, também conseguimos encontrar as falhas que podem afetar a relação. De forma sabia, podemos, mudar algumas atitudes a fim de um bem-estar mútuo.

Empecilhos

Um relacionamento a dois também implica no encontro de divergências. É um processo natural da relação, visto que cada um carrega particularidades. Contudo, aos mais despreparados, essas diferenças podem se sobrepôr na relação. A insistência disso implica em um declínio crescente, algo que não deve acontecer de forma fácil.

Ainda assim, essas divergências não são provas de que alguém ali errou. Caso a gente olhe com mais calma, as brigas indicam que a relação está num caminho normal. As disparidades nos colocam em uma posição de confronto. Entretanto, os mais sábios conseguem abrir caminho para a conversa e posterior reparação.

Aperfeiçoamento sentimental

Um ótimo relacionamento a dois é pautado no aperfeiçoamento sentimental. A ideia é alimentar constantemente o interesse no parceiro. Muitas pessoas deixam a relação entrar num patamar de comodismo, acreditando que não há mais nada a conquistar. Contudo, esse movimento acaba por levar o casal em direções opostas.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    Por isso que trabalhar para manter o interesse no parceiro e também ser interessante é uma tarefa primordial. Cada dia é um novo momento de provar o porquê de vocês estarem juntos ser tão bom. Não precisa assumir uma nova identidade ou algo do tipo, nada disso. Porém é importante revitalizar a relação dia após dia.

    Sete dicas para o fortalecimento

    Ainda que sua relação corra bem, de nada custa se esforçar para que ela se mantenha. É como um ciclo positivo e vitalício, passeando por você e seu parceiro. Sem mais delongas, veja sete dicas para fortalecer sua união:

    Não cobre algo que deve vir naturalmente

    Muitas pessoas tendem a colocar o parceiro numa posição de comprometimento. Acreditam que o mesmo cumprirá algo caso verbalizem a ação. Entretanto, cobrar algo que deve vir de forma natural é uma situação constrangedora.

    Por exemplo, podemos citar as pessoas que pedem por fidelidade, sendo que isso é algo que deve se esperar do outro naturalmente em uma relação.

    Sem expectativas altas

    Ainda que o parceiro pareça perfeito, nunca alimente expectativas em demasia. Se não forem cumpridas, podem ser motivo de desgaste entre vocês, gerando uma decepção sobre algo irreal ou exagerado. Viva sua relação pautado no agora e tente aprender com cada experiência proposta.

    Julgamentos

    Evite condenar seu companheiro constantemente pelas falhas. Julgar denuncia um aspecto bastante negativo em nós. Ninguém gosta de errar, então mostre o que ele pode tirar disso. Tentar e errar é uma chance de se aperfeiçoar e se sair melhor no futuro.

    Diga/mostre carinho diariamente

    A ideia aqui não é fazer um convite discreto ao sexo. Seja por um beijo, elogios ou por um pequeno presente, demonstre carinho ao parceiro. Ele sabe o quanto você o ama, mas ver isso concretizado ajuda a reacender essa ligação constantemente.

    Admita seus erros

    Todos nós somos falhos. É algo imutável de nossa natureza, visto que ajuda no nosso crescimento. Se errou com o parceiro, jamais hesite em pedir desculpas. Ainda que ele ressalte que não precisa, mostre que isso é importante a você e como se sentiria se não o fizesse.

    Jamais durma brigado

    Independente da força ou natureza, sempre entraremos em conflito. Infelizmente, alguns podem transpassar a barreira de algo construtivo. Corremos o risco de magoar quem amamos. Portanto, antes de dormir, mostre arrependimento, o que levou a tomar aquela atitude e repare.

    Críticas construtivas

    Nunca deprecie seu companheiro. Se tem algo para se queixar, mostre o que está acontecendo e como podem trabalhar juntos para mudar isso. Críticas construtivas criam um ambiente adequado de conversa e transformação. Assim, cada um pode expor o que pensa ou sente sem medo de magoar o parceiro.

    Considerações finais sobre relacionamento a dois

    Um relacionamento a dois é a disposição máxima de querer ter e estar com alguém em um mundo mais individualista. Podemos ver isso como a tentativa de ser melhor com a ajuda de alguém. O parceiro não é um objeto de escalada, mas sim a razão pela qual tentamos ser melhor.

    Portanto, trace um plano para repensar seu relacionamento. É algo satisfatório aos dois e, se não, como melhorar? Ainda que esteja rumando positivamente, nunca hesite um empenho ao bem-estar do casal. A vida possui coisas maravilhosas e elas são melhor aproveitadas quando temos alguém com quem dividir.

    E você? O que anda fazendo para melhorar sua relação com o seu parceiro? Deixe nos comentários como seu relacionamento a dois impacta na sua vida e como os dois trabalham para melhorá-lo. Cada história é um novo aprendizado, então conte a sua. Para saber mais sobre relacionamentos e como melhorá-los a cada dia, não deixe de conferir o nosso curso de Constelação Clínica online! É EAD, barato e informativo!

    2 thoughts on “Relacionamento a dois: 7 dicas para fortalecer

    1. Amei. Muito útil e fértil as colocações feitas em relação ao bem estar do casal. Temos um casamento estável de 33 anos. Continuamos felizes e harmoniosos. Cada qual com suas peculiaridades. Mas no amor recíproco temos muito á nos agradecer. Abraços.

    2. Sem dúvida é um grande desafio de quem escolhe viver uma vida a dois. São duas pessoas que se unem e cada uma com suas manias, seus hábitos e crenças. Eu sempre costumo dizer que a gente pode namorar 5, 6, 7 anos mas só conheceremos a pessoa mesmo quando vamos morar juntos. E aí é onde as dicas deste artigo se encaixam perfeitamente porque é quando surgem as primeiras briguinhas rsrsrs. Foram ótimas dicas e saio deste artigo com um bom aprendizado pra vida. Obrigada!

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    dezenove − nove =