Constelação e RelacionamentosConstelação Familiar

Papel da mãe no desenvolvimento dos filhos

A mulher carrega um dos papéis mais sensíveis na existência: o de ser mãe. Montar uma conexão com os filhos vai muito além de dar de mamar e se resume em uma entrega total. Veja melhor o papel da mãe e o que a sua relação com os pequenos têm a nos ensinar.

Qual o papel da mãe?

Em seus primeiros anos de vida, a criança terá o acompanhamento constante dos pais, especialmente da mãe. É ela quem fornece os subsídios biológicos, emocionais e mentais que a criança tanto precisa. Até os seus três anos de idade, o pequeno se enxerga como um pedaço dela, condensando todo o seu amor.

Aí é que vemos melhor o papel da mãe: ela é o pilar responsável pelo desenvolvimento da criança. A educação do menor não pode ser feita pelos avós ou pela escola. A mãe é que se encarrega disso, ensinando valores sociais de que essa criança tanto precisa. Sendo assim, se mostra um papel irrevogável e insubstituível.

Cabe ressaltar que o objetivo desse texto não é menosprezar a figura do pai na criação dos filhos. O que acontece é que a mãe acaba centralizando toda a necessidade que a criança tem. Somente mais tarde é que o pai toma o seu lugar, contribuindo ao desenvolvimento do menor.

A mãe, o berço e o refúgio

A figura e o papel da mãe ganham contornos maiores quando observamos a própria história. Nossos antepassados ensinaram a enaltecer nossa figura materna acima de tudo. Corretamente indicavam uma mensagem de que ali a energia da vida flui e continua a nos impactar. Mesmo que distantes de forma física, o seu cuidado continua a nos dar conforto.

Além do sopro para a vida, a mãe é responsável por nos guiar em diversas fatias da existência. Graças a ela, podemos receber as informações necessárias para nos sairmos bem em público. Por quantas vezes não discutimos por conta de algum comentário a respeito de nossos hábitos? Ainda que incômodo na época, notamos o quanto essas advertências eram necessárias.

Ademais, o nosso campo mental também é moldado com a ajuda dela. Nossa imagem psicológica é criada a partir das experiências que nutrimos ao longo da vida. Sabendo disso, as mães se esforçam para que os seus filhos sejam devidamente saudáveis mentalmente. Mesmo que não notemos, nossas mentes guardam um pedaço da matriarca e se espelha nela.

Harmonia

A mulher não se resume apenas ao papel de mãe e também precisa se ver como indivíduo isolado. Ainda que a criança careça de sua atenção e cuidados, ela precisa se abstrair dessa pequena realidade. A ideia aqui é que harmonize corretamente o seu papel de mãe com o de mulher e ainda como de individuo social.

É preciso tomar um tempo para si a fim de preencher a sua vida com outras visões. Claro, jamais relegue seu filho a uma segunda escolha, mas tente se manter saudável socialmente. Faça algo por si a fim de preservar a sua saúde física e mental e recarregar suas energias. O trabalho materno vai ficar ficar mais fluido.

Além disso, nunca esqueça de dar atenção ao seu/sua cônjuge por conta das crianças. Os pais precisam manter contato de forma constante com o intuito de sintonizar os seus caminhos em comum e pessoais. Com a própria ajuda do seu marido ou esposa, concilie sua função de mãe com a de mulher. Procurem passar mais tempo juntos.

Escola pessoal

A mãe carrega uma das maiores cartas de responsabilidade que existe no mundo. É através dela que a criança canaliza a sua percepção da realidade, a fim de se descobrir nela. Todavia, é preciso saber quando dar e o que dar, medindo também sua dosagem. Tudo o que é bom em excesso também machuca.

As funções primordiais que a mãe ensina se concentra em:

  • Amar

Pode parecer algo tão bobo, mas o amor é ensinado e não nasce em nós. Sendo assim, qual o melhor professor que podemos ter em vida que nossa mãe? É através dela que construímos conceitos importantes para a nossa vida e acoplamos o significado da bondade. Apenas a lembrança que mantemos dela é a certeza que precisamos para defender isso.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    • Dialogar

    Através de pequenas broncas entendemos o valor poderoso que uma conversa pode guardar. Às vezes, um simples diálogo bem estruturado pode resolver conflitos gigantescos. Nem todos nascem com a habilidade natural de se comunicar e dependem da mãe para isso. A criança precisa se permitir a essa ação entendendo o que ganha e perde com ela.

    O que os filhos podem aprender com as mães?

    O papel da mãe é tão vital aos filhos que os ajudam a compreender conceitos de forma inconsciente. Apenas a vivência com sua matriarca é o que os motiva a mudarem e serem diferentes. Com isso, tiramos lições valiosas a respeito:

    Da sociedade

    Aprendemos a nutrir atitudes que garantem uma boa convivência entre os indivíduos. Isso vai desde um simples “bom dia” até uma carta mais elaborada de um discurso. Independente da forma, elaboramos respostas e atitudes que conduzem harmonicamente um local. Em suma, somos tão educados quanto nossas mães.

    Da família

    É com nossas mães que aprendemos o valor de permanecer unidos. A família indica a existência de um berço ao qual pertencemos e podemos ser de acordo. Por meio dela, aprendemos a valorizar quem somos e de onde viemos.

    Do ambiente

    Sendo um local corporativo ou a própria natureza, nossas mães nos ensinam a conduzir corretamente aquele meio. Seja com o intuito de preservar ou questionar, a intenção parte diretamente do que nossas mães ensinaram. Sendo assim, é aqui que se manifesta o desejo e o questionamento, a depender do momento.

    Considerações finais: o papel da mãe

    O papel da mãe é a peça fundamental para que burlemos as dificuldades em nossas vidas. É a experiência que ela nos passou que garante um sucesso melhor assim que deixamos sua proteção. Não é fácil para nenhum dos dois romper um vínculo construído ao longo de tanto tempo. Mesmo assim, esse rompimento também faz parte do seu papel de mãe.

    Para você mulher, tenha em mente que possui uma das funções mais importantes do mundo. Não veja isso como um fardo, mas, sim, uma chance de repassar o que guarda de bom em si. Aos homens, cabe a compreensão, contribuição e apoio incondicional para elas. Nunca se sabe quais as necessidades que elas carregam e precisam de uma maior atenção.

    Conheça nosso curso de Cosntelação Familiar 

    Para desempenhar ainda melhor o seu papel de mãe, por que não ingressa em nosso curso de Constelação familiar online? O processo intensifica o seu cuidado com os filhos e contribui positivamente na criação deles.

    Nossas aulas são feitas via internet, o que é excelente a você, já que não altera muito sua rotina. Graças ao trabalho de nossos qualificados professores, você pode tirar o máximo das apostilas e implementar tudo em sua vida. Depois da etapa de estudo e conclusão, recebe em casa um certificado, mostrando sua competência como nova consteladora.

    Não perca mais tempo e otimize suas relações familiares e sociais a partir do seu papel de mãe. Faça nosso curso de Constelação familiar.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    dezesseis − dez =