Constelação e Relacionamentos

Filhos de pais Divorciados: como a Constelação atua Neste Caso?

Na sociedade atual, tem se tornado cada vez maior a existência de filhos com pais divorciados. Contudo, não podemos afirmar que todos são reincidentes em seus relacionamentos. Até porque, por ser uma “normalidade”, muitas dessas crianças administram ou irão administrar suas vidas sem a obrigação de seguir o mesmo caminho.

Porém, ter pais divorciados, trata-se de um fator predominante na formação de muitos indivíduos. E por isso, precisamos estar atentos, como um todo, aos sinais que cada indivíduo pode manifestar. Para que o divórcio não se torne cada vez um vício social maior.

Os Desafios dos Pais Divorciados Enfrentados pelos Filhos

O desafio dos pais divorciados envolve uma série de mudanças drásticas para a família. Principalmente aos filhos tais como: 

  • Sentimentos controversos;
  • Falta de habilidades para enfrentar as dificuldades que surgem. 
  • Mudanças, como por exemplo, questões financeiras, troca de casa. Além de relações sociais, o afastamento de um dos pais. Chegada de membros novos, padrasto, madrasta. entre outros.

Buscando Ajuda no Processo do Divórcio

A função do pai e da mãe no processo de separação, não pode dar uma pausa. Para que assim os problemas pessoais sejam resolvidos. Por isso, é importante buscar ajuda em como se adaptar melhor a esse processo. 

A busca de ajuda de profissionais capacitados para isso pode prevenir sequelas emocionais marcantes na vida de todos os familiares. Existem exemplos comuns como: conversar com os professores e participar mais das reuniões da escola. 

Além disso, o contato com um bom advogado também é importante para tratar do processo de divórcio da forma mais adequada. Para que assim não haja insatisfações no futuro. 

A Constelação para Pais Divorciados

A psicoterapia e a Constelação familiar vêm tido um grande progresso no conhecimento das pessoas. Desta forma entendendo as peças chave para resolução de muitas mágoas e problemas que se arrastam no cotidiano das famílias.

Se os seus filhos, apesar da sua atenção e apoio, mantêm grandes dificuldades em adaptar-se à situação do processo de separação. Além disso, mostram sinais intensos e prolongados de sofrimento e mal estar. 

Fale com o seu médico de família ou pediatra. Ele poderá dar-lhe mais algumas orientações adaptadas ao seu caso específico. 

Só raramente é necessário um apoio especializado para a criança. Nessas situações, o seu médico assistente saberá orientá-lo para a consulta de saúde mental infantil e juvenil da sua área de residência. Na maioria dos casos são os pais que precisam de ajuda para resolver problemas e conflitos e dar segurança à criança.

Em todo caso, manter-se em uma terapia em auxílio com a Constelação, pode ser muito eficaz para a resolução deste problema de pais separados. Que pode abalar não só o pai e a mãe em si, mas também os filhos e a família ao seu redor.

Conclusão

ter pais divorciados, apesar de ser algo muito comum, pode abalar (a muito) a vida dos filhos, gerando traumas psicológicos. E assim, influenciando diretamente no seu comportamento.

Por isso, buscar ajuda da terapia e da Constelação, pode ajudar bastante nesse processo, auxiliando-o no aprendizado sobre o assunto. E ainda, fazendo-o entender que pode-se viver bem com este fato.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    E você, gostou do assunto e gostaria de aprender as técnicas de Constelação familiar para resolver emaranhados como o processo de pais divorciados? Inscreva-se agora no curso de Constelação Clínica e descubra tudo sobre este método.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    dezesseis − 8 =