Constelação e vida diáriaConstelação Familiar

Overthinking: o que é e como superá-lo? (resumo)

Por vezes, controlar o fluxo de nossos pensamentos e emoções resultantes parece uma tarefa desafiadora. Muitos acabam se tornando reféns disso, conduzindo as suas vidas em um limite sensível ao mal-estar e até doenças. Entenda o que é overthinking e como você pode trabalhar a sua mente sobre ele.

O que é overthinking?

Overthinking se trata do ato contínuo e cansativo de pensar insistentemente em determinadas coisas, quase sempre ruins. Em suma, uma pessoa não consegue se conter e resistir à tentação negativa de pensar de maneira descontrolada sobre algo. Dada à forma de vida que temos hoje, tem se tornado cada vez mais comum.

Ainda que muitos confundam com uma preocupação, o problema é mais grave e injeta medos e inquietações inúteis na cabeça. Nisso, acaba deturpando um ato saudável, o de pensar, exagerando sua constante. Com isso, se torna algo sem ordem e obsessivo apenas para alimentar estresse e seu medo de algo dar errado.

Contudo, é possível lidar com essa barreira e se desprender dela com o tempo. O indivíduo precisa se impor em relação à confusão de suas ideias e pensamentos mirabolantes e confusos. Isso vai impedir que desenvolva sintomas psicológicos em decorrência do descontrole.

Reconhecendo o overthinking

O overthinking acaba se desenvolvendo de maneira sutil e por isso é bastante comum que a maioria não o reconheça. Todavia, o fluxo mais elevado dos pensamentos sem proveito acaba substituindo um movimento que deveria ser sadio e natural. Consequentemente, isso resulta numa pessoa bastante ansiosa e estressada sem controle.

As ideias obsessivas se tornam uma constante, mudando a forma da pessoa de enxergar e se colocar no mundo. Outra consequência é a criação de hipóteses pessimistas sobre o que pode acontecer. Mesmo que acredite estar se preparando, isso serve apenas para piorar a situação e seu estado mental e emocional.

Saiba o momento de agir na direção certa

O overthinking surge quando pensamos repetidamente numa solução perfeita para lidar com um problema. Em vez de agirmos em definitivo, mastigamos continuamente o mesmo pensamento sem sair do lugar e afundando cada vez mais. Isso acaba tornando o problema maior do que realmente é, mesmo que não seja verdade.

Procure entender que não existe uma solução perfeita para nada, mas, sim, a mais adequada. Em geral, ela precisa ser eficaz, de modo que o problema em questão seja fechado por completo. Ao invés de procurar algo perfeito, selecione duas soluções que podem ser usadas agora e te encaminhem ao lugar correto.

Agir rapidamente pode não indicar a solução ao problema por vezes, mas às vezes agir é melhor do que pensar demais. Dessa forma, em algumas ocasiões, você vai ter mais controle sobre seu destino e se desprenderá do emaranhado de possibilidades em que se colocou em pensamento, elaborando outras rotas.

Canalização

Muitas pessoas acabam se mutilando emocionalmente com o overthinking porque não dão vazão a esses pensamentos. Servindo de analogia, pense numa represa fechada que acumula água da chuva sem parar e em grande quantidade. Caso não seja aberta e esvaziada, corre o risco de danificar a sua estrutura que não aguenta tal volume de água.

Mesmo isso sendo uma referência genérica, o mesmo acaba acontecendo com a sua mente. Cada vez mais os pensamentos se acumulam, tomam conta do seu consciente e regem o tipo de vida danosa que leva. É preciso aprender a despejar parte de todo o fluxo psíquico, de modo a dar espaço à razão e bem-estar.

Comece a escrever em um diário todas as impressões que carrega em sua cabeça. Durante alguns minutos, todos os dias, escreva, mesmo aquelas coisas que podem não ter sentido para você. Independente do que escreva, exteriorize seus pensamentos, de modo a descarregar grande parte de sua impulsão psíquica.

Limites

Como que uma praga, uma questão negativa pode acabar levantando outras tantas de mesma natureza. Em vez de agir, o indivíduo vai tentar prever os cenários possíveis para lidar com aquela situação. Cada palavra, gesto e reação serão calculados a fim de encerrar com determinado assunto.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    Mesmo que as possibilidades do overthinking pareçam infinitas, são perfeitamente capazes de causar tormento e angústia por dias. Claro, é importante refletir sobre as ações que precisamos tomar em situações futuras. Entretanto, a falta de limites leva ao descontrole e dor emocional pela carga pesada.

    Ainda que imaginar o pior cenário do mundo seja “tranquilizante”, sempre preze pela capacidade de reação. Nisso, busque pensar:

    • Na melhor das hipóteses, o que pode acontecer?
    • E na pior, o que pode vir?
    • E o que é mais certo de acontecer?

    O valor do distanciamento

    Concordar com o overthinking e remoer os seus problemas não vai resolvê-los, mas buscar soluções sim. Além de entender como resolver determinado empecilho, veja como pode aprender com cada situação. Não se questione sobre as razões de algo ter acontecido, mas, sim, como pode alterar positivamente esse cenário.

    Desse modo já consegue romper quase de imediato o ciclo de repetição desses pensamentos intensos. Entenda se o foco de seus pensamentos é algo essencial para ser mantido nos próximos tempos.

    Tente se distanciar da situação por um tempo, já que ajuda a mudar sua perspectiva sobre ela. Dessa forma pode analisar cada problema com uma visão mais relaxada e menos influenciada por projeções errôneas. Vai conseguir ter mais lucidez e pensar de maneira menos intensa.

    Dicas

    Mesmo sendo algo sensível de ser trabalhado, é perfeitamente possível lidar com o overthinking. A sua força de vontade sobre a questão é o que pode definir o quão rápido vai retomar o controle. Comece por:

    Preste atenção ao modo como pensa

    Desenvolva uma consciência mais apurada a respeito da maneira como pensa. No momento em que notar algum desvio ou que está remoendo algo, procure encerrá-los parar. Pensamentos repetitivos e em excesso são muito prejudiciais e atrapalham a sua criatividade.

    Substitua seus pensamentos

    Procure substituir esses pensamentos ruins por ideias mais construtivas e inovadoras. Sim, não é fácil, mas nesse caminho terá mais espaço para pensar enquanto relaxa e planeja coisas realmente possíveis.

    Sempre mire na solução do problema e não apenas nas consequências

    Em vez de focar no futuro e nos prejuízos, estabeleça conexões com ações de solução. Resolva o problema em vez de temer o que acontece se isso não for feito.

    Programe a sua mente para refletir

    Faça um esforço diário e contínuo para mover a sua mente a um estado de programação construtivo. Treine para se concentrar no presente e não remoer o passado ou temer o futuro. Seja paciente, se respeite e entenda as ferramentas que precisa para se localizar.

    Considerações finais sobre overthinking

    Overthinking é o ápice do agito que a sua mente alcança por você pensar demais do jeito errado. Tenha consciência que é possível acumular feridas psíquicas se continuar a ter uma postura tão negligente consigo.

    Desse modo, se permita lidar com a realidade em vez de projetar seus temores em situações que podem nem acontecer. Essa ansiedade acabará se tornando maior do que você se não canalizar a força de sua mente ao lugar certo.

    A fim de lidar com o overthinking de modo mais eficaz, se inscreva em nosso curso 100% online de Constelação Clínica. Com a ajuda dele pode colocar cada peça no devido lugar, lidando de modo maduro com suas necessidades pessoais. Graças ao autoconhecimento desenvolvimento vai desbloquear seu potencial pleno à felicidade.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    12 + vinte =