Constelação e Relacionamentos

O casamento: história e hábitos em diferentes culturas

cultura do casamento

Existem muitas teorias sobre a origem do casamento. Dependendo dos autores, culturas e religiões, as informações variam consideravelmente. Também é necessário considerar os dogmas e peculiaridades de cada uma das fontes.

É bastante provável que o conceito de casamento tenha seguido caminhos diferentes ao longo da história até atingir a concepção atual. O casamento constitui-se uma instituição que ao longo da história atendeu a diversos propósitos.

Pode-se mencionar como alguns deles, a estruturação das relações de casal e a resolução dos problemas de linhagens e hierarquias. Afinal, por meio dele, tornou-se possível legitimar a filiação dos descendentes e controlar os bens das famílias. Principalmente porque, na Europa da Idade Média até o século XIX, as famílias da realeza e da nobreza organizavam seus laços matrimoniais de acordo com o poder e a herança que podiam alcançar com cada união.

Tipos de casamento

O casamento em si é uma tradição. Assim, muitos casais ainda hoje decidem que querem realizar a cerimonia que suas famílias realizam geração após geração. Eles começam a concretizá-la a partir do momento da entrega do anel de noivado em um jantar romântico e também da escolha do volumoso vestido de noiva em tons de branco.

Compartilhamos abaixo com você algumas das história e hábitos em diferentes culturas dessa tradução.

Egito: os amigos beliscam a noiva

Acredita-se que começou no Egito o hábito de as mulheres usarem buquês de noiva naturais em seu casamento. Isso porque as ervas aromáticas ajudam a afastar os maus espíritos.

Pelo jeito, o país não tem apenas essa tradição relacionada à cerimônia. Ainda hoje, as mulheres que a noiva egípcia considera amigas têm que beliscá-la para lhe dar boa sorte no casamento.

Índia: uma manicure diferente

A Índia é um país de tradições antigas. Uma delas é a chamada de “cerimônia da hena”. Está é realizada com bastante antecedência, já que a henna leva cerca de quatro horas para secar. No momento em que ela acontece, as amigas da noiva pintam suas mãos e braços com hena.

Vale dizer que, nesse país asiático, as damas e os convidados devem evitar o vermelho. Isso porque essa é uma cor característica da noiva, que usa sáris perfeitamente ornamentados com tons dourados.

Suécia: beijos solteiros

Essa tradição suíça é bastante divertida, mas nada lisonjeira para os noivos ciumentos. A pretexto, o noivo é convidado a sair da sala para que todos os assistentes do sexo masculino, nomeadamente os homens solteiros, possam beijar a noiva no rosto.

Em seguida, a noiva vai embora para que os convidados solteiros encham o noivo de beijos. Aqueles que acreditam em superstições afirmam que esse ritual de troca de beijo é para dar sorte aos solteiros em busca de casamento.

Marrocos: uma festa de três dias

O casamento marroquino é uma festa que geralmente dura cerca de três dias, embora em algumas regiões demore cinco dias. No primeiro dia, a mulher é purificada por meio de um banho, no qual estão presentes amigos e parentes.

Mais tarde, no segundo dia, um ritual de proteção é realizado na noiva. É nesse momento que tatuagens de hena são feitas em suas mãos e pernas. Além disso, passagens do Alcorão também são escritas em seu corpo.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    A cerimônia principal é celebrada no terceiro dia. Curiosamente, os rituais começam com a chegada da noiva numa carruagem que será transportada por alguns dos homens de confiança do casal. Na recepção, os convidados comem tâmaras e bebem leite.

    Escócia: um parabéns muito especial

    O leite também é um elemento muito importante nos rituais do povo escocês. Mas lá, a tradição consiste em colocar leite estragado, comida queimada, comida estragada, lama e outras coisas desagradáveis na noiva para dar-lhe um parabéns especial pelo seu casamento. Depois disso, a noiva deve passar uma noite inteira em uma árvore sob o efeito do álcool.

    Isso acontece quando a noiva se submete à tradição do casamento porque ela mostra que enfrentará qualquer situação em prol da sua união. Pode-se dizer que essa é uma prova de resistência, já que nem toda noiva vai resistir a essas tradições no casamento.

    China: a noiva chora por um mês

    No México, quando uma mulher vestida de noiva chora, presumimos que ela acabou de encontrar o vestido de noiva com corte de princesa com o qual acabará se casando. No entanto, em casamentos chineses, o choro pode assumir outro significado.

    Para ser feliz, em uma região da China, as noivas, que, como na Índia, tradicionalmente se casam de vermelho, devem chorar uma hora por dia a partir de um mês antes do casamento.

    Após os primeiros 10 dias, a mãe da noiva repete a tradição e, posteriormente, a avó. Diz-se que as lágrimas limparão o caminho que a noiva e o noivo iniciarão.

    O casamento segundo a tradição colombiana

    Um casamento tradicional colombiano consiste em várias etapas, que são realizadas com dedicação e paixão. Na cultura colombiana, o respeito pela família é o mais importante. Por isso, muitos casamentos são organizados pelo pai da noiva, que também arca com metade das despesas.

    Em primeiro lugar, o noivo deve pedir ao pai da noiva a mão dela, antes de “poder” casar-se com sua amada. O consentimento dos pais é o fator mais importante quando se trata de casamento.

    Normalmente esse procedimento não é mais obrigatório, mas, por respeito, essa tradição costuma ser mantida. Além disso, antes do casamento em si, é necessário fazer a cerimônia de noivado. Por ocasião desta celebração, reúnem-se as famílias e os amigos dos futuros esposos.

    Casamento em turco

    Os turcos também precisam ser mencionados nessa lista. Eles são conhecidos pelas grandes e pomposas festas que celebram. Dessa forma, os casamentos turcos tendem a ser mais opulentos do que é normal na Espanha, por exemplo.

    Após as três fases pré-casamento (Kiz isteme, Söz kesme e Nisan), que representam a visita de aprovação, promessa e cerimônia de noivado, os preparativos para o casamento começam. Eles são feitos cerca de meio ano antes do casamento. Nessa época tudo é planejado, desde a casa dos noivos até uma festa com estilo.

    Um dia antes do casamento é celebrada a noite da “henna”. A noiva, as mulheres de sua família e suas amigas se encontram na casa da noiva e pintam as mãos dela com esse material. Normalmente, a noite da “henna” é realizada em um grande salão. Durante a noite, o noivo só pode visitar a noiva brevemente.

    Considerações finais

    Nem todas as culturas têm o ritual de apresentar mesas de doces de casamento ou incorporam os mesmos ingredientes na hora assar o bolo da festa. Na verdade, algumas sequer oferecem bolo!

    Ainda assim, embora o casamento em diversas culturas seja celebrado de maneira diferente, todas elas têm o mesmo propósito com a festa: reunir duas pessoas que se amam e que buscam embarcar em um novo caminho rodeado de felicidade e prosperidade.

    Gostou do artigo que preparamos para você sobre o casamento ? Convidamos você para fazer o nosso curso online de Constelações familiares, com o qual você terá a oportunidade de aprimorar o seu conhecimento e também trazer união para o seu lar.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    4 − 2 =