Constelação e vida diáriaConstelação Familiar

O que é metáfora? Tudo o que você precisa saber

É possível afirmar que o assunto que abordaremos neste artigo não é novidade para os alunos do ensino fundamental e do ensino médio. Os vestibulares em geral tratam dessa questão, que também pode ser tema de algumas aulas no ensino superior. A palavra “metáfora” é esquisita, mas ela nomeia uma figura de linguagem que é bem conhecida por muita gente.

Você duvida? Pois continue lendo este artigo! Antes de começarmos a explicação propriamente dita, gostaríamos de encorajar as pessoas que não gostam de assuntos relacionados à língua portuguesa a não desistirem desta leitura. Os termos que usaremos aqui podem parecer chatos, mas podemos garantir que eles são simples de entender.

O que são as figuras de linguagem

Quando nós pensamos sobre a expressão figura de linguagem, podemos ficar confusos. A palavra “figura” dá a ideia de coisas que nós podemos ver, mas quando ela é relacionada ao termo “linguagem”, que é abstrato, ela parece perder o sentido. Calma! Entender esse assunto é mais simples do que parece.

As figuras de linguagem são recursos que utilizamos para tornar a nossa linguagem mais expressiva. Quando queremos ampliar as possibilidades de significado de um texto, nós usamos essas estratégias. Você ainda lembra do significado dos termos “denotação” e “conotação”? Certamente você deve ter aprendido esse conteúdo nas suas aulas de língua portuguesa.

Denotação e conotação

Antes de nós adentrarmos sobre a metáfora, vamos relembrar:

  • denotação significa o uso de palavras ou expressões tendo em vista o seu sentido literal;
  • conotação está relacionada ao emprego de palavras ou expressões vinculadas a interpretações que vão além do seu sentido original.

Por exemplo, a palavra “gato” empregada denotativamente está relacionada à imagem de um mamífero carnívoro da família dos Felídeos. No entanto, o sentido dela muda se imaginamos o contexto em que quando uma jovem se encontra com o seu namorado e fala para ele: “Você está um gato hoje!”. Dificilmente iremos imaginar que esse rapaz está fantasiado do animal.

Isso porque, nesse caso, a palavra foi empregada conotativamente. Assim, podemos entender que o que a jovem realmente quis dizer é que o seu namorado estava muito bonito naquele dia. As figuras de linguagem estão relacionadas à conotação porque, ao usá-las, nós podemos ampliar a possibilidade de sentidos de uma palavra.

E o que é metáfora?

Vamos agora elucidar o que são as metáforas. Veja, existem diversas figuras de linguagem e poderíamos tratar aqui de todas elas. No entanto, acreditamos que é importante dar ênfase à metáfora tendo em vista que usamos esse recurso linguístico o tempo todo sem ter consciência disso.

Voltemos ao nosso exemplo do gato. Acreditamos que você conseguiu entendê-lo tranquilamente, não é? Pois ele é um excelente exemplo de uma metáfora. Podemos afirmar que a metáfora é uma comparação sem o uso de termos de conexão. Veja, a mesma menina poderia dizer ao seu namorado: “Você está como um gato hoje!”. O que o jovem iria entender?

Metáfora e comparação

Simples: que ele tem características similares ao do felino como o charme, a fofura e a beleza. No entanto, não confunda as coisas. Apesar dessas duas figuras de linguagem terem objetivos muito similares, a metáfora é diferente da comparação. O que diferencia os dois exemplos (“Você está um gato hoje!”/ “Você está como um gato hoje!”) é o uso do “como”.

Enquanto a comparação exige o uso de um termo de conexão, a metáfora é uma comparação implícita. Então é possível que aquela jovem consiga dizer que o seu namorado é encantador, bonito e fofo como um felino sem precisar evidenciar essa comparação. É só ela fazer uso da metáfora.

Um exemplo

Vamos trocar de exemplo para que você entenda o que é a metáfora de uma vez por todas. Vamos imaginar que você tem uma reunião de trabalho importante no dia seguinte. Por essa razão, resolveu dormir cedo para acordar bem-disposto. No entanto, infelizmente você acordou com a luz do sol da janela e não com o despertador. Se isso já aconteceu com você, você sabe muito bem o quanto isso pode ser desesperador não é mesmo?

Imagine que, para piorar o seu dia, no meio do caminho para o seu trabalho, você fica atrás de um carro que está andando a 40 km/h em uma pista de 60km/h. Além disso, percebe que não tem como desviar dele. Uma reação muito comum seria você gritar “Esse motorista é uma lesma!”. Na verdade, você poderia soltar muitos despropérios, mas, vamos imaginar que nesse dia você resolveu não fazer isso.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    Em vez de continuarmos a narrar esse dia desastroso, é melhor parar por aqui para analisarmos essa metáfora. Antes de tudo, é necessário lembrar que esse não é um exemplo de comparação porque ele não inclui um termo de conexão. Vamos agora pensar o porquê de não usarmos nessa frase outro tipo de animal como um tigre ou uma borboleta.

    É simples…

    … porque o que queremos falar é que o motorista é lento como uma lesma. Lembre-se de que a metáfora é uma comparação implícita. Assim, se você quiser comparar o motorista a um tigre, você estará sugerindo que ele é rápido e corajoso (o que não é o caso). Percebeu como é simples usar a metáfora no seu dia a dia? Você faz isso todos os dias e nem percebe.

    Considerações finais sobre a  metáfora

    Depois dessa explicação, acreditamos que você nunca mais irá esquecer o que são as figuras de linguagem e as metáforas. No entanto, não é só isso que nós queremos que você tenha em mente. Estamos aqui para te lembrar do nosso curso de Constelação Clínica 100% online. Isso mesmo! Se você tem interesse de conhecer mais sobre o comportamento das pessoas, e como representar pessoas por meio de metáforas, esse é um investimento que certamente vale a pena fazer!

    Veja, se você sempre quis impulsionar a sua vida profissional, mas nunca tomou alguma atitude com relação a isso, estamos aqui te apresentando a oportunidade de mudar essa situação. Nosso curso é 100% online, tem o melhor preço do mercado e pode ser realizado em alguns meses! O melhor de tudo, é que depois que você receber o nosso certificado, você poderá clinicar e trabalhar em empresas constelando.

    Dessa forma, não perca mais tempo e se matricule conosco. Você certamente não irá se arrepender de investir em seus estudos. Também não deixe de compartilhar esse artigo sobre metáfora com outras pessoas. Além disso, fique atento aos outros textos publicados neste blog! Há muito conteúdo relacionado à área da Constelação Familiar esperando por você.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    12 − nove =