Constelação FamiliarTranstornos e Doenças

O que é megalomania e como a Constelação pode ajudar?

A autoconfiança é um objeto necessário para que motivemos a nós mesmos enfrentar os desafios existentes no mundo. Todavia, algumas pessoas possuem a absoluta convicção de que tudo o que fazem beira a perfeição. Entenda melhor o que é megalomania e como a Constelação familiar pode ajudar nesse problema.

O que é megalomania?

Megalomania indica uma condição psíquica onde os indivíduos têm uma percepção exagerada a respeito das próprias capacidades. Incluída no transtorno de personalidade narcisista, essa condição acaba sobressaltada socialmente, causando desconforto entre os demais. Nisso, é muito fácil notar sinais que possibilitam a existência do problema.

Contudo, é preciso ter cuidado na hora de sair apontando quem possui ou não esse problema. É natural que nós sintamos orgulho de nossas realizações e conquistas, até o momento em que isso afeta os demais. Com isso, os megalomaníacos demonstram fantasias aparentes sobre poder, onipotência e relevância que as fazem se sentirem maiores do que são.

Assim, uma forma mais fácil de identificar esse grupo é a autopercepção muito elevada que cada pessoa carrega sobre si. Não o bastante, também há um desprezo ou rejeição pelos demais, já que a pessoa os considera inferiores a ela mesma.

A megalomania nos registros históricos

A megalomania respeita o sentido e é perfeitamente encontrada nos atos da história da humanidade. Figuras como Stalin, Napoleão e Hitler são os maiores exemplos de como isso pode afetar a vida de todos. Por meio dessa condição se sentiram impulsionados a dominarem o mundo, desprezando a ordem natural e causando grandes estragos.

Indo mais a fundo, é possível notar que eles se enxergavam como salvadores do mundo. Que eram os únicos a terem uma resposta para a grandiosidade, conquista e controle de terras. Nisso, acreditavam ser indispensáveis, trabalhando sempre para pegar mais poder e delirando nesse caminho ao fundo da loucura.

Ademais, cabe ressaltar que são pessoas que desejam o poder absoluto e se enxergam como os únicos agentes transformadores. Entretanto, isso acaba por se tornar um elemento que agrava os sintomas de sua condição. Acreditando que são capazes de tudo, como mostra a história, se mostram imprudentes e comandantes perigosos.

Megalomania: sintomas

Embora seja preciso um cuidado quanto ao diagnóstico do problema, não é tão difícil reconhecer a megalomania nas pessoas. Os sinais se mostram de maneira muito excessiva e compromete o movimento natural do ambiente onde a pessoa se encontra. Entre os sintomas, podemos citar:

Presunção elevada

Um dos sintomas, desagradável, aliás, é a presunção em escala maior. Dessa forma, os megalomaníacos acreditam que a sua presença é vital em qualquer encontro que esteja. Acontece que essa percepção errônea é justamente o contrário da realidade em si.

Acreditam ser onipotentes

A postura dessas pessoas pode ser equiparada a de um deus arrogante e mesquinho. Isso porque possuem o prazer de testar a capacidade das pessoas ao redor e compará-los consigo. A ideia aqui é se gabar dos próprios feitos e diminuir os demais consequentemente.

O narcisismo sufoca

Carregam uma imagem extremamente narcisista de si mesmo. Com isso, constroem uma imagem idealizada da própria existência onde acreditam serem quase perfeitos.

Monitoram o impacto de suas ações

Os megalomaníacos costumam observar como as outras pessoas recebem o que eles dizem ou fazem. Todavia, se são rejeitados pelo comportamento ruim, culpam os demais e validam que o problema pertence a eles.

O que motiva a megalomania nas pessoas?

A Constelação carrega um olhar bastante sensível a respeito do problema da megalomania. O que se encontra no indivíduo é uma recusa em reconhecer que o mesmo é inseguro, medroso e não tem amor. Dessa forma, o seu modo de ser em tentar se sobrepôr aos demais indica uma necessidade em se sentir valorizado.

NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

A agressão utilizada por ele se mostra como um mecanismo de defesa para que não possa ser atingido. Assim, graças ao medo de ser superado pelos demais, acaba por ridicularizar qualquer um que represente ameaça. Porém, isso pode significar prejuízo para esse alvo em questão.

Leia também:  O que é parentificação?

Embora se esforce para mostrar que é o ápice da perfeição no que faz, carrega uma sensação de incapacidade em si. A todo momento enfrenta uma luta para mostrar aos demais que não é vulnerável e frágil como realmente é.

O vazio na conquista de tudo

A arrogância da megalomania pode ser comparada a uma pá cavando um chão seco onde nada floresce. Por conta dela que o megalomaníaco vive em solidão constante, já que os demais se afastam. Em qualquer ambiente fica difícil tolerar a presença e ações dessa pessoa.

Por outro lado, às vezes, o próprio megalomaníaco se isola do ambiente social. Graças ao seu sentimento contínuo de superioridade, ele vai achar que todos os outros são inferiores a ele. Em alguns casos, a pessoa acha que os outros  não são dignos de partilhar algo com ela ou ficar em sua presença.

Contudo, a solidão escolhida por ele quanto imposta pelos demais acabam acarretando em um vazio existencial. Nesse caminho, seu desconforto fica mais grave e os sintomas que carregam tendem a piorar.

Características da megalomania

Os traços comportamentais da megalomania ficam evidentes em tudo o que essas pessoas fazem, sendo algo incômodo até. Como dito linhas acima, as pessoas não conseguem conviver muito tempo com o indivíduo graças à:

  • Crença de que são indestrutíveis

Em suas mentes existem a crença de que não há problemas que não possam dar conta. Nisso, acabam mostrando uma tendência para manipulação, fazendo de tudo para terem poder.

  • Independente da idade, a experiência não tem valor a eles

Os erros cometidos pouco significam para essas pessoas. Desse modo, a experiência não impacta em qualquer momento para que retratem as suas falhas.

  • Desprezo

Por causa da vaidade que carregam, alimentam um desprezo contínuo por tudo aquilo que não falam sobre eles. O complexo de superioridade e Ego inflado acabam por proteger e alimentar essa ideia.

Como curar a megalomania?

Até o momento não foi estabelecido um método individualizado para que a megalomania possa ser tratada. Para os transtornos comorbidos são utilizados medicamentos para o tratamento, mas aqui não é a primeira opção a ser escolhida.

A psicoterapia é utilizada como forma de recondicionamento desses hábitos no indivíduo. Nisso, ele passa a ter mais perspectivas sobre os outros e consciência a respeito dos próprios limites. Pode rever as suas crenças danosas, ressignificar suas emoções e valores pessoais e desenvolver alternativas de comportamento mais construtivas.

Considerações finais sobre megalomania

A megalomania é uma ideia tão grandiosa que pouco sobra espaço para qualquer tentativa positiva de relacionamento. Dificilmente uma pessoa suportará esse tipo de postura e certamente fará a exclusão do megalomaníaco de sua rotina. Embora pareça tentadora, a solidão se mostra um campo venenoso onde essa erva daninha encontra vida para crescer.

Caso tenha se espelhado em alguns dos sinais descritos acima, está na hora de rever os conceitos que tem carregado em sua vida. Se identificou alguém próximo que se encaixa na descrição, caso seja possível, exponha a ela o problema que tem. Afinal, não é apenas a vida do outro que está em jogo aqui, mas de qualquer um ao redor.

Uma maneira de ajudar nessa revitalização é com o nosso curso 100% online de Constelação Clínica. O curso ajuda na compreensão de nossas peças internas e como alcançar a verdade de nosso potencial com autoconhecimento. Embora não possa ser curada, os efeitos da megalomania podem ser amenizados com a ajuda certa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete + quatro =