Constelação e RelacionamentosConstelação Familiar

Lidando com a infidelidade com o apoio da Constelação

Ao contrário do que muitos pensam, apenas a existência do amor não garante o sucesso de um relacionamento. Há diversas camadas que compõem uma relação, se tornando os pilares de um namoro ou casamento. Entenda melhor a infidelidade e aprenda a lidar melhor com ela usando a Constelação familiar.

Perpetuação das crises de família

Seja vivido de forma pessoal ou por causa de um relato, um trauma acaba ganhando novos ares através do tempo. O campo familiar é um dos responsáveis por isso, realocando um indivíduo numa posição de sofrimento já vivida por alguém da família. Tudo isso é uma forma de compensar o equilíbrio familiar. Isso porque induz um novo ente a reparar o trauma existente de forma pessoal.

Contudo, ninguém é apto a reinterpretar o sofrimento de algum ancestral. Sem a clareza necessária, não é possível por fim a um evento que surgiu ainda na nossa infância. Sentimos que devemos nos identificar e apenas isso, sem um direcionamento aparente. De forma natural e voluntária, levamos esse comportamento à frente e em aberto.

Não só a nossa família sofre, mas também as pessoas com quem nos relacionamos. Isso porque acabamos por agregar esse novo ser em nosso campo familiar, isto é, o novo cônjuge ou namorado/a. A sua inclusão é o que permite a entrada de sua energia e a saída da nossa. Sem um devido tratamento comportamental, esse novo companheiro pode se tornar um vítima dos nossos emaranhados sistêmicos.

Sobre a relação

O relacionamento a dois é uma das disposições máximas que um indivíduo pode assumir para com o outro. A intenção inicial é construir um novo caminho onde as vontades, projetos e sonhos entrem em convergência. É a intenção de transbordar o que carregamos por dentro, agregando ao outro o que sobra em nós. Dessa forma, se torna um aprendizado contínuo e valoroso.

Como dito linhas acima, é um acordo construído sobre várias camadas. Não existe uma única ferramenta que faça a relação ser firme e duradoura. É preciso trabalhar diariamente diversos aspectos como forma de revalidar e solidificar a relação. Em suma, o relacionamento deve acompanhar as nuances de cada pessoa a cada passagem de tempo.

Infelizmente, chega um ponto onde tudo se concentra no que está por fora. Um dos parceiros, às vezes até os dois, sentem a necessidade de buscar algo além daquele círculo. Com outra pessoa, acabam encontrando o que acreditam faltar no seu relacionamento oficial. Como consequência, acabam agindo com infidelidade para com o parceiro.

O que leva alguém a ser infiel?

Há vários fatores que podem comprometer um relacionamento e agir com infidelidade. Todos eles são potencializados graças ao campo familiar, que encontra uma brecha para estudar um trauma do passado. Assim como não existe um único ingrediente ao sucesso, também não existe apenas uma única atitude que leva ao fracasso. Veja alguns pontos:

Crenças

Alguns indivíduos, infelizmente, se sentem inseguros quanto ao parceiro. Muitos acreditam que receberão repúdio quanto a alguns comportamentos, a maioria de cunho sexual. Com um/uma amante não existe a mesma obrigação. Sem amarras ou expectativas, já que o outro não espera nada sério, pode se soltar com mais facilidade.

Lealdade

Para fazermos algo é preciso que tenhamos aprendido como fazer. A lealdade em uma relação é melhor vista e apreciada quando vemos e vivemos isso por outras pessoas. Quando temos um belo exemplo, tomamos aquilo para nós e para a vida. Entretanto, quando isso nos falta, certamente teremos dificuldades em enxergar e aproveitar a relação com o outro.

Traumas

Chegamos ao principal tópico abordado no início do texto. Traumas, seja de qual natureza forem, contribuem para que não nos liguemos a alguém. Isso porque acaba por criar uma barreira natural que impede a ligação entre respeito e proximidade com uma pessoa. Não é algo que pode ser apagado e com isso dificulta nossos relacionamentos se não é tratado.

O perdão

A ideia do perdão é repudiada por muitas pessoas, independente se foram traídas ou não. Isso porque se assemelha com um conformismo com a situação, indicando que um indivíduo pode fazer o que quer. Nesse caminho, o perdão é visto como uma forma vergonhosa de dar prosseguimento àquela passagem do casal.

Entretanto, essa é uma ideia bastante pobre sobre o perdão e a infidelidade. Isso porque o perdão é visto única e diretamente a quem foi infiel, ignorando completamente quem o dá. Sem que perceba, o perdão é uma forma de acabar com aquele sofrimento. Ele não absolve apenas quem traiu, mas permite que a traição também vá embora.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    Veja que não é um movimento obrigatório a qualquer relacionamento. Isso depende bastante da disposição do casal de querer ficar junto ou do indivíduo seguir a vida sozinho. Independente disso, é uma forma de recomeçar. Você se liberta das suas amarras e pode usá-las para sustentar a ponte de um novo futuro.

    Como lidar melhor com a situação

    Mesmo que se disponha a continuar a relação, certamente pode sofrer se não souber por onde recomeçar. A desconfiança e a memória são reações de quem foi traído, e que inflamarão as dores que ainda guarda e podem te machucar junto com o ato em si. Ainda assim, a Constelação familiar pode te propor um caminho mais sadio para lidar com isso. Comece por:

    Ver onde tudo começou

    A ideia aqui não é remoer toda a situação, mas, sim, buscar uma maior clareza sobre ela. Perceba as mudanças que os atingiram com o passar do tempo. Caso queira seguir em frente com esse parceiro, entenda o que começou a dar de errado e guarde como estudo. Isso, com certeza, poderá ser abordado em uma conversa mais franca.

    Falar sobre o problema

    Jamais ache que perdoou uma infidelidade dizendo que está tudo bem. Esse, assim como qualquer outro tema, deve vir à tona e ser conversado abertamente. É a hora de colocar tudo em pratos limpos e trabalhar algumas pendências. Mesmo que acredite que isso ferirá aos dois, você tem esse direito de conversar.

    Não ceda às suposições

    A partir do momento em que decidiu recomeçar com o parceiro, dê tempo ao tempo. Reconquistar a sua confiança vai pode demorar e o seu histórico pode servir como berço de suposições. Se assim decidiu continuar com a relação, deixe que o parceiro mostre que quer melhorar esse ligamento. Baseie-se no que vê, não no que imagina.

    Pelos altos e baixos de uma relação, o casal pode esbarrar na infidelidade. Esse é o indicativo máximo de que aquela condução não está tão bem quanto se imagina. Para qualquer pessoa, é um choque muito doloroso, visto que há uma quebra de confiança. Esse é um veneno que corrompe qualquer relacionamento e integridade emocional.

    Sendo assim, jamais pense que a culpa foi sua. Toda a construção social e parental do parceiro foi o que levou a esse momento desagradável, ou até mesmo problemas no relacionamento de vocês. A partir de agora o seu trabalho será de reatar um novo começo ou seguir em frente. Afinal de contas, se assim desejar, a sua vida pode mudar para algo que atenda melhor ao que procura numa relação a dois.

    A passagem por esse momento difícil pode ser melhor construída quando se tem o apoio da Constelação familiar. Sendo assim, por que não ingressa em nosso curso de Constelação online?

    Curso de Constelação Clínica online: uma alternativa para quem quer lidar com a infidelidade

    As aulas te ajudam a entender a mecânica entre os traumas e relacionamentos humanos. Conduzidas pelos professores mais qualificados, as apostilas mais completas do mercado te instigam a procurar pela fonte das perturbações. Ao fim do curso, um certificado comprova que recebeu uma educação de qualidade e pode constelar onde quer que vá.

    Não perca mais tempo e garanta a sua vaga em um dos melhores cursos online do país. Aprenda a constelar na prática. Assim, será possível ajudar muitos casais com problemas de infidelidade ou aplicá-la em sua vida pessoal também.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    dezenove − 10 =