Constelação e RelacionamentosConstelação Familiar

Importância da mãe na Constelação Familiar

importancia-da-mae

Você já parou pra pensar sobre os impactos da presença da nossa mãe na nossa vida? Além disso, qual a importância da mãe para nós? Muitas pessoas dizem que todas as suas conquistas foram alcançadas graças à mãe. Ao mesmo tempo que muitos dizem que todas as desgraças da vida foram causadas e foram culpa da mãe. Por que será que issoa acontece?

Todos nós temos uma mãe, aquela que foi capaz de gerar uma vida e nos trazer ao mundo. Mesmo que você tenha crescido na ausência dela, pode ter certeza que ela ainda está impactando na sua vida. Nesse contexto, é muito pertinente discutir a importância da mãe sob a ótica da Constelação Familiar, pois na perspectiva da constelação, resolver entraves na relação com a mãe ajuda o indivíduo a evoluir. 

Assim sendo, ela tem papel importantíssimo no sistema familiar. Por isso, quando o amor não flui direito, problemas que nem imaginamos começam a surgir, tanto mentais quanto físicos. Dessa forma, a importância da mãe é tão essencial que merece destaque nos estudos da Constelação. Saiba um pouco mais sobre o assunto e como é possível destravar esses nós!

A importância da mãe na ótica da constelação

Quando a ferramenta da Constelação Familiar é aplicada, os membros da família possuem seus papéis definidos. A mãe é uma figura de força e coragem, que foi capaz de correr riscos para gerar uma vida e de gerar alimento para nutrir o filho.

De acordo com Bert Hellinger, autor da constelação familiar, a importância da mãe é tão grande que os indivíduos que possuem problemas na relação vão ter dificuldade de progredir. Afinal, A mãe é a primeira conexão que temos com outro ser humano, e essa conexão é importante para nos definir como indivíduos. Além disso, quando saímos do útero, temos a necessidade desse contato, que inclui a amamentação. Portanto, devemos ter contato intenso com nossas mães.

Dada essa importância, quando há conflitos na relação de mãe e filho/a, o indivíduo vai ter  dificuldades em aceitar o sucesso. Ele terá maior tendência a autossabotagem e autocrítica. É como se rejeitar a mãe fosse rejeitar felicidade.

Quando o sucesso vem

De acordo com Hellinger, o sucesso vem quando honramos nossa mãe e aceitamos como ela é. Quando fazemos isso, estamos abrindo nossas possibilidades para progredir, liberando amarras. Assim, o sucesso tem relação com a qualidade da relação que temos com a mãe.

Realização

Quando uma pessoa reconhece o papel da mãe e mantém uma boa relação, podemos dizer que ela está mais “completa”. Dessa forma, ela não vai buscar em outras pessoas compensar a falta que sente da conexão maternal. O indivíduo portanto, fica livre para amar, se relacionar de forma saudável com outros e abraçar a própria felicidade.

A importância da Mãe: ela é insubstituível

Mesmo quando temos uma mãe adotiva, a mulher que gerou a nossa vida deve ser honrada por toda a sua força e importância. Os filhos sempre levam alguma característica da mãe, mesmo que não tenham tido contato, tamanha é a ligação entre os dois. Uma pessoa pode manter uma relação maternal com outra mulher que o criou, mais ainda assim  o devido respeito deve ser dado para a biológica.

Mãe é uma mulher comum

Nenhuma pessoa é perfeita, portanto, nenhuma mãe é perfeita. Ela é uma mulher que amou outra pessoa, quis assumir a maternidade e cuidar de uma família. A mãe também é uma pessoa que comete erros, sente angústias e toma decisões das quais se arrepende.

Na constelação familiar, é preciso ver a mãe como ela realmente é. Dessa forma, tendo expectativas realistas, o indivíduo saberá mais como lidar com as adversidades da vida e vai ter menos conflitos em relacionamentos. Nesse contexto, os aprendizados e vivências de nossas mães são passadas para seus filhos através da memória celular e da conexão metafísica do sistema familiar.

Quando temos expectativas altas sobre a mãe ou qualquer outra pessoa, é fácil se decepcionar. A constelação familiar ajuda o indivíduo a enxergar sua mãe como ela é, e valorizá-la por quem ela é.

A importância da mãe para abaixar as expectativas

Comentemos os momentos em que surgem os entraves na vida do indivíduo. Se ele idealiza a mãe e não se sente correspondido, ele começa a culpá-la, inconscientemente, sobre seus problemas. Assim, fica difícil tomar as rédeas da própria vida. Quando o filho(a) culpa a mãe, ele vai continuar esperando que problemas sejam resolvidos e terá maior tendência a não assumir a própria responsabilidade.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    Assim sendo, evoluir enquanto o indivíduo sente que não tem uma mãe ideal é uma tarefa quase impossível. A importância da mãe é grande, claro, mas nem por isso devemos idealizá-la de tal forma que ela deve ser culpada por não ser o que esperamos. Quando isso acontece, vemos um indivíduo com tendências de procrastinação e que sente a vida estagnada.

    Felicidade e mães

    Como vimos, a conexão estabelecida com as nossas mães e a qualidade da relação impactam diretamente na felicidade. Assim, quando atribuímos a felicidade à falta da mãe, o problema não está nela, mas sim no próprio indivíduo. Para ser feliz, é preciso assumir a responsabilidade da própria vida e honrar a mãe por quem ela é.

    Dessa forma, o filho(a) estará “cheio” com o sentimento de realização, sabendo que não precisa buscar preencher o que pensou que faltava da mãe. Ao se sentir assim, terá mais facilidade para reconhecer a felicidade e querer levar esse sentimento bom para outras pessoas também.

    Ademais, reconhecer a importância da mãe tem um efeito muito importante: o amor volta a fluir. E isso faz bem para o sistema familiar por completo.

    Resolvendo conflitos com a mãe

    O terapeuta da Constelação Familiar ajuda o seu paciente a ver a sua mãe do jeito que ela é, tirando qualquer cortina de expectativa criada ao longo da vida.

    É muito possível que, ao fazer o exercício proposto na terapia, o paciente perceba que seus problemas podem ser vistos em sua mãe também. Assim, da mesma forma que ele, a mãe seguiu a vida tentando lidar com eles, justamente por ser uma pessoa normal, como outra qualquer. Uma mãe idealizada tem a solução para tudo, porém uma mãe real vive errando e aprendendo como todos nós.

    Assim, a frustração da mãe idealizada pode fazer que o filho(a) tenha medo de assumir responsabilidade na vida. Por isso, para resolver o conflito, o primeiro passo é encontrar a sua mãe real. Com certeza, enxerga-la pelo que ela é trará um alívio grande.

    Falta da mãe

    Como foi dito, não é porque a mãe biológica se ausentou, por qualquer motivo que seja, que o filho(a) não deve valorizá-la. A mãe biológica é a força que nos deu vida e nos nutriu em seu ventre. Ela emprestou o corpo e foi capaz de criar uma pessoa, o que é extraordinário.

    Mesmo em casos de abandono, falecimento ou negligência materna, reconhecer a mulher real que a mãe é será importante para evoluir. Ademais, é importante enfatizar: fazer isso não significa diminuir a sua mãe de criação, que tem uma importância diferente na vida e no sistema.

    Gratidão

    Para finalizar, lembre-se que a gratidão é um sentimento relacionado à felicidade. Seja grato pelas coisas boas que a mãe faz: gerar a vida, nutrir, aconselhar, e cuidar também.

    Se estamos aqui discutindo sobre felicidade e evolução, é porque uma mulher real teve a força de gerar vida. Só isso já é um grande motivo para estimular a gratidão. Assim sendo, reveja seus conceitos sobre mãe real, encontre a sua verdadeira mãe e caminhe em direção à felicidade.

    Considerações finais 

    Por outro lado, caso se interesse por Constelação Familiar, você ainda pode aprender mais sobre a importância da mãe em nosso curso de Constelação Clínica, 100 online. Nele, você será preparado para lidar tanto com situações particulares quanto clínicas. Assim sendo, vale a pena investir nesse tipo de conhecimento em nível pessoal e profissional.

    Gostou do artigo? Então deixe um comentário sobre como é a sua relação com sua mãe! Adoraríamos saber sobre isso!

     

     

    3 thoughts on “Importância da mãe na Constelação Familiar

      1. Tentando descobrir como é nossa mãe, de fato e valorizá-la como ela é. Muitas vezes somos nós os verdadeiros sabotadores de nós mesmos. É importante decidir sobre isso e assumir atitudes de respeito e valorização daquela que nos deu a vida. O perdão da nossa mãe e, principalmente o perdão e aceitação recíprocos são importantes para a melhoria da nossa relação com ela.

    1. Tentando descobrir como é nossa mãe, de fato e valorizá-la como ela é. Muitas vezes somos nós os verdadeiros sabotadores de nós mesmos. É importante decidir isso e assumir atitudes de respeito e valorização daquela que nos deu a vida.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    cinco + quatro =