Constelação e RelacionamentosConstelação e Relacionamentos

Encontro de Almas: coincidência ou destino?

encontro de almas gêmeas

Muito se tem falado sobre encontro de almas gêmeas. Sendo assim, todos nós queremos nos apaixonar perdidamente e encontrar aquela “alma gêmea” com quem seremos felizes para o resto de nossas vidas.

No entanto, será que alma gêmeas existem mesmo ou são frutos da imaginação de quem quis nos vender a ideia romântica da existência de um amor perfeito e cheio de felicidade?

Dessa forma, confira abaixo o que é alma gêmea, ou se essa ideia é mera coincidência ou destino.

Crenças sobre encontro de almas e alma gêmea

As crenças antigas indicavam que as almas eram divididas por Deus em duas partes: uma mulher e um homem. Essa divisão acabaria gerando duas almas iguais contidas por duas pessoas diferentes.

Sendo assim, a união dessas duas pessoas seria complementar e compatível, pois ambas fazem parte da mesma essência.

No século 20, um dos primeiros espíritas a falar desse conceito foi Edgar Cayce. De acordo com suas visões, a alma gêmea não seria necessariamente uma única pessoa. Para ele, havia muitas almas gêmeas para a mesma pessoa. Enquanto isso, alguns iniciados entendem uma divisão entre almas gêmeas e união.

Sua encontro de almas gêmea vem para lhe dar um conhecimento único

De acordo com algumas experiências documentadas, é falso que o encontro com nossa alma gêmea indique necessariamente o fim da busca do amor. O entendimento e a paixão serão de outro mundo, mas coincidir não será o suficiente para sermos felizes juntos.

Ao contrário, o encontro com a alma gêmea poderia supor uma etapa de espera e aprendizado em várias etapas. A seguir, mostramos as razões pelas quais você pode encontrar a si mesmo ou a suas almas gêmeas.

Você vai entender o que você realmente precisa de um relacionamento

Sua alma gêmea pode ter coisas diferentes de você, mas eles são o seu espelho. Ao conhecê-lo, você verá características complementares e compatíveis com você.

Ao interagir com essa pessoa, você entenderá quais são seus próprios pontos fortes e dificuldades na vida. Além disso, geralmente mostram como deve ser o perfil do parceiro que melhor se adapta à sua personalidade.

Você conhecerá o amor condicional

O relacionamento comum geralmente tem muitas condições. Por meio delas, as pessoas exigem uma série de considerações, fidelidade e outras atitudes próprias da exclusividade.

No entanto, isso limita nossos relacionamentos diários às realidades meramente transacionais: Se você me der, eu dou.

Dessa forma, quando você encontra sua alma gêmea, algo completamente oposto acontece. Geralmente são relacionamentos incondicionais e condicionais. Aqui não importa se a pessoa tem outro companheiro, filhos ou semelhantes. O nível de tolerância e aceitação desta união é impensável.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    Entenda

    Para um casal de almas gêmeas, o que importa é apoiar um ao outro e estar juntos. Na verdade, podemos encontrar esses seres únicos em momentos em que um relacionamento com eles parece inviável.
    Desse modo, quem vive essas experiências fica impressionado com o quanto pode dar sem pedir nada em troca.

    Você descobre seus propósitos de vida

    Pode acontecer que você encontre sua alma gêmea e ela não estabeleça um relacionamento na primeira vez. Embora pareça estranho, muitas vezes esses processos de conexão e separação tendem a nos levar ao cumprimento de nossos propósitos.

    Todavia, entrar em contato com sua alma gêmea gerará mudanças de todos os tipos em sua vida. Mesmo longe dessa pessoa especial, você redefinirá valores, visões e propósitos. Estando juntos ou separados, o relacionamento com sua outra metade o levará por caminhos que você deve necessariamente percorrer.

    Sendo assim, a cada contato você sentirá a necessidade de saber mais sobre aquela interação única. Você buscará mais informações, indagará e isso revelará a conexão entre o amor e o aprendizado.

    Aspectos psicológicos e energéticos saudáveis

    A cura e o perdão não são opcionais quando você tem sua alma gêmea à sua frente. Sua história compartilhada não será fácil, na verdade nossas histórias de amor impossível geralmente ocorrem com esses seres.

    Portanto, a questão é que, nesses tipos de interação, o ressentimento, a negatividade e o ciúme não ocorrem. Desse modo, não haverá escolha diante deles a não ser abaixar a cabeça e ter uma perspectiva menos egoísta.

    Além disso, os processos de aceitação aqui são mais fáceis, mesmo que nos sintamos magoados ou abandonados. Apenas passar um tempo de qualidade juntos será recompensador e revigorante.

    Você aprende a ser paciente em seus relacionamentos românticos

    A alma gêmea inspira tanta paz, amor e energias profundas que é impossível deixá-lo completamente para trás. Na verdade, com essa pessoa você se sentirá em casa, mesmo que as coisas estejam difíceis. É por isso que aconteça o que acontecer, muitas vezes é difícil separar completamente.

    Chega um ponto em que você simplesmente entende todas as realidades que surgem em torno dessa pessoa amada. Portanto, ao agir de forma possessiva, você começa a ter paciência em relação a essas realidades que vêm com essa pessoa.

    Você entende que a fidelidade não é pedida, mas sentida

    O tema da fidelidade sexual e emocional é um dos que você mais discutirá ao encontrar sua alma gêmea. Na sociedade, estamos acostumados a ver pessoas que exigem fidelidade pelo simples fato de termos um namoro.

    Pelo contrário, quando você vivencia um relacionamento com “sua outra metade”, você entende que exclusividade é algo que você sente. Em outras palavras, a exclusividade vem por si mesma. Não é perguntado: você simplesmente entende que sua casa está nessa pessoa.

    Outras pessoas estão até abertas a conceitos como poliamor. Para o bem ou para o mal, muitas vezes acontece que esse ser complementar surge quando estamos imersos em outros relacionamentos. Portanto, regular e cumprir a fidelidade pode se tornar problemático, impossível e até desnecessário.

    O amor está ligado ao aprendizado

    Muitas pessoas tendem a se estabelecer como um casal pelos motivos errados. Algumas delas são: dinheiro, propriedade, paixão, atração física, obsessão, hábito, etc . A maioria das pessoas associa o amor a estar ligada a alguém e se isolar de tudo o mais.

    Quando você se relaciona de alguma forma com sua alma gêmea, um processo de aprendizado psicológico, espiritual e emocional muito rico começa. O dinamismo desse tipo de relacionamento impressiona e nele você reaprende tudo o que antes pensava.

    Portanto, você logo entenderá que os relacionamentos amorosos têm um propósito particular: dar-lhe grandes lições de vida. A propósito, em muitos casos, nosso parceiro final não é a alma gêmea, mas uma alma gêmea. O amor se torna um nexo de aprendizado e não necessariamente de estabilidade no aqui e agora.

    Considerações finais sobre encontro de almas

    Há uma teoria baseada em encontros cármicos, que diz que duas almas gêmeas são aquelas que já se amaram em uma vida passada e quando se reencontram, reaparece a atração imediata, o amor apaixonado com tal força que nada nem ninguém o faz quebrar.

    Além disso, como já se conhecem muito bem daquela outra vida, eles têm todo o conhecimento e sentimento em seu subconsciente. É por isso que eles são reconhecidos, atraídos, compreendidos e intuídos instantaneamente.

    E você já teve um encontro de almas? que tal mergulhar mais a fundo nesse tema e descobrir assuntos semelhantes a este se inscrevendo em nosso curso online de constelação familiar. Torne-se um constelador hoje mesmo e ajude milhares de pessoas.

    8 thoughts on “Encontro de Almas: coincidência ou destino?

    1. Encontrei a pouco tempo minha alma gêmea e posso dizer que não é igual aos contos de fala. Pessoas com estilos de vida diferentes, porém o que os une é o grande amor que sentem. Nunca pensei que iria encontrar aos 50 anos, até já tinha desistido de amor; porém agora quero viver tudo o queereco para ser feliz. Não desistam jamais.

    2. Reconheci muitos sinais, para não dizer, talvez, todos expostos no texto.
      Me relacionei com alguém comprometido que não pode interromper essa interação. Eu interrompi a minha, por ser, quiçá, honesta demais com meus sentimentos.
      Me guardei e não tenho nenhum desejo de estar com outra pessoa.
      Cortamos contato totalmente.
      Mas sinto dentro de mim a conexão que sempre tivemos.
      Sinto quando pensa em mim, sinto que de mim tem saudades.
      Contudo, apesar dos sinais, não quero romantizar.
      Apenas sigo minha vida, de forma insuportavelmente triste. Até, quem sabe um dia, nossas almas possam novamente se encontrar.

      1. Estou passando pela mesma situação que você Sandra! Um amor de almas onde ele está com outra pessoa e não parece ter como eles se desvincularem. Sempre ouvi que o amor não faz sofrer,mas minha dor chega a ser física de tanto que sofro e sinto a falta dele. Mas também ouvi dizer que esse tipo de encontro são realmente os que mais são difíceis já que nem sempre ficam juntos. Eu decidi que se não for ele não será mais ninguém. Quem sabe em outra vida nos encontraremos novamente sem tantas atrapalhacôes. Coloquei nas mãos da espiritualidade…

    3. Tenho 61 anos e encontrei uma pessoa com 46 anos e houve desde então uma necessidade constante de sabermos um do outro. Nós falamos todos os dias, é meu amigo mas há afinidade mais profunda.
      Será minha alma gêmea?
      Existe tbm entre amigos que se curtem além?

    4. Eu encontrei,nos relacionamos por 2 meses,algo inexplicável,um olhar bastou para tudo,foi algo muito rápido,muito intenso,que nunca senti antes,mas infelizmente tragicamente ele se foi.
      Nosso carma era nos encontrar,mas nao ficarmos juntos,que assim como na outra vida nos separarmos tragicamente.

    5. Eu tive esse encontro de alma. Foi uma atração instantânea, forte e distinta de todas as outras. Quando começamos a conversar, descobrimos que tínhamos muito em comum. Foi surpreendente o quão forte foi nossa conexão. Eu conseguia pressentir seu comportamento, antes que ele agisse. Eu conseguia sentir um pouco do que ele sentia. Eu não sei qual o motivo, mas as coisas na vida caminharam de forma para não ficarmos juntos. Tivemos uma despedida muito significativa, mas dentro de mim, eu tive a certeza de que iríamos nos reencontrar. Só fico triste de pensar que pode não ser nessa vida. Ainda assim, essa pessoa foi um divisor de águas na minha trajetória. Aprendi muito sobre minha forma de amar, sensibilidade e intuição diante de coisas que a razão não explica. Outros podem dizer que é fantasia de uma pessoa apaixonada, mas eu sei com todas as fibras do meu corpo que não nos conhecemos por acaso. Mas, gente, é tão triste… é triste não poder estar com a pessoa que você ama e permanecer se sentindo conectada com ela, mesmo estando separados. Quero ser feliz no amor. Não quero permanecer enganchada em alguém que não está comigo fisicamente… É preciso encontrar uma forma de seguir em frente, mesmo sabendo que a outra pessoa permanecerá dentro de você. Esse é o desafio em que me encontro.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    quatro × dois =